"Os mais excitantes contos eróticos"

 

A Garota do Tinder


autor: publicitario45
publicado em: 24/08/15
categoria: hetero
leituras: 5599
ver notas


Recentemente resolvi entrar no Tinder para ver como funcionava. No começo achei estranho mas depois ficou divertido. Acredito que aqui a maioria sabe como funciona esta rede social, então, vamos pular e ir diretamente ao que interessa.

Conheci uma menina, contadora de 29 anos, solteira, mãe de um filho e que havia saído de um relacionamento. Aqui vamos chama-la de Ingrid (Nome fictício). Uma mulher de pele clara, cabelos curtos pintados de preto, olhos castanhos, mais ou menos 1,67 de altura.

A conversa era boa e mesmo sem nos conhecermos era notável que iria rolar uma química louca entre a gente. Após algumas semanas de mensagens provocativas ela resolveu me fazer uma visita surpresa. Mandou uma mensagem no final do dia, dizendo que estava em Vila Velha e queria me conhecer.

Passei o endereço da minha empresa e ela chegou 1h depois, quando todos já tinham ido embora. Ao abrir a porta vi Ingrid num vestido preto, botas e meias fumês. Ela parecia meio gótica, usando um batom bem escuro. Mal nos falamos e assim que fechei a porta nos atracamos e começamos a nos beijar com vontade. Nossas mãos não se continham e começaram a passear pelos nossos corpos. Ingrid foi rápida, abriu a minha calça, caiu de boca e chupou meu pau ainda na recepção. Tai uma mulher que sabe chupar uma pica. Sentei no sofá e ela sem abrir a boca, colocou a calcinha de lado e pediu que eu a chupasse. Cai de boca naquela buceta carnuda, com poucos pelos e perfumada. Mordi seu grelo com leveza, chupei toda extensão da sua xana e num movimento rápido subi até a sua boca para beija-la. Meu pau entrou fácil e começamos uma transa alucinante, sem nenhum dialogo, perguntas nem respostas. Apenas o tesão e o desejo controlavam nossas ações.

Ingrid gozou no meu pau me arranhando as costas e causando dor e prazer. Em seguida foi a minha vez, me levantei e coloquei meu pau na sua boca mais uma vez. Mantive meus movimentos como se estivesse lhe fodendo a boca. Gozei com vontade fazendo com que a minha nova amiga bebesse todo meu leite.

Minutos depois o telefone dela toca, ela atende, diz que já estava descendo. Meu deu mais um beijo molhado, disse que o taxista estava nervoso com a demora e saiu.

Nunca mais nos falamos. Nem via mensagem. Acho que o tesão dela é este.




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.