"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Morena de atitude Parte 02


autor: Lenhador
publicado em: 29/04/17
categoria: hetero
leituras: 872
ver notas


Fernanda tinha todos os requesitos para ser uma vadia, mas ao mesmo tempo sabia disfarçar a tara, por rola. A ousadia dessa morena não tinha limites e o fogo na buceta a levava a realizar transas anormais e bem apimentadas.

Eu odiava moto e não suportava sequer o barulho, más Fernanda tinha uma e fui intimado a aceitar convite pra passear e não tive desculpa que evitasse andar de moto com essa louca tarada.

Seguimos durante bom tempo, por trecho tranquilo até que do alto de uma serra tínhamos bela vista da cidade. Eu apoiado na moto e Fernanda relando a bunda de leve no meu cacete.

_ Trouxe você aqui, pois quero ser penetrada bem arreganhada em cima da moto. Ouvi isso ainda me perguntando como me deixei levar a andar de moto.

_ Lógico que vou te comer, pois de alguma forma tenho de me vingar disso de andar numa moto. Estava mesmo irritado.

De forma bem bruta arranquei as roupas dela e a coloquei deitada na moto pra abocanhar aquela buceta selvagem que amava perigo e boa transa. Pra sacanear um pouco comecei a mordiscar o grelinho dela até ela não se conter e começar a gemer alto e rebolar. Quando percebi que ela iria gozar parei de Chupá-la e fiquei bolinando os seios enquanto relava o cacete na entrada da buceta.

_ Cachorro me come logo. Pediu ela agoniada pelo tesão.

_ Não! Respondi com o sabor de quem manda.

_ Por favor, quero gozar no seu pau. Ela começou a implorar. Mandei que empinasse a bunda e derramei gel que saiu escorrendo do cuzinho pra buceta e após mirar bem lasquei o cacete sem dó naquele cuzinho rebelde que ama sacanagem bruta.

Não demorou muito ela soltou longo gemido por gozar forte e com mais alguma estocada acompanhada de bolinadas veio o tão desejado orgasmo feminino com ejaculação.

Vestimos-nos, pois o local era muito ermo e corríamos risco de assalto. Fomos direto pra uma pizzaria, pois a fome apertou.

Na pizzaria como o ambiente era mais escuro sentamos num canto que favorecia pra quem sabe ousar ficamos confidenciando o que poderíamos fazer naquele lugar enquanto devorávamos a pizza.

Só de tentar imaginar o que se passava na mente da Fernanda já dava pra notar que ela estava maquinando uma forma de rolar uma transa naquele lugar. Isso ao invés de me assustar despertava um desejo incomum.

Num momento em que não havia ninguém perto Fernanda tirou meu cacete pra fora e começou a mamar com gula.

Aproveitei e consegui acariciar por traz aquele cobiçado cuzinho e ela me olhou nos olhos e falou:

_ Se me excitar vai ter de me comer aqui mesmo. Lançou o desafio e ficou me encarando com sorriso nos lábios.

_ Duvido Fernanda. Respondi a altura.

Não demorou ela sentou no meu colo e numa encaixada perfeita começou um gingado turbinado e gozamos rápidos de forma que quando a garçonete voltou já estávamos vestidos e mega satisfeitos com o serviço da casa.

Saímos e fomos direto pra um motel e durante o trajeto fiquei acariciando os mamilos de Fernanda, por baixo da blusa.

Na garagem da suíte do motel nem deixei ela descer arranquei a calça e penetrei aquela buceta molhada e safada até gozarmos, .

Fomos direto pra hidro enquanto ambos relaxávamos e ficamos relembrando as taras realizadas naquela noite inesquecível,

Esperei ela se secar e a peguei no colo pra levar até a cama. Derramei óleo na costa e comecei a fazer uma massagem no que fui premiado com elogio. Ela relaxou tanto que adormeceu e fiquei olhando aquele corpo estonteante. Minha mente maquinando como seria acordar do lado daquela mulher faminta de rola.

Continua...







ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.