"Os mais excitantes contos eróticos"

 

mamae corna


autor: putinhadosexo
publicado em: 01/05/17
categoria: traição
leituras: 4770
ver notas


Olá! Vou contar mais uma das minhas pequenas aventuras

Começo do ano minha mãe viajou ficou um mês fora, fiquei em casa com meu pai e minha irmã.

Certo dia eu sai pra ir tomar açaí com meu primo e deixei meu pai em casa, sai era por volta das 13:00 e voltei unas 15:40.

Estava com um vestidinho curto e de fio bem fininho.

Quando voltei entrei em casa devagarinho sem fazer muito barulho, meu pai estava no PC assistindo vidio porno, tava com a rola de fora, batendo uma, eu fiquei atraz da parede observando, aquilo foi me dando uma tesão que fiquei molhadinha em segundos, então eu sai de traz da parede, meu pai assustado tentou esconder. Eu falei.

-Eitah papai o senhor tem uma rola grande em.

-menina me respeita sou seu pai.

-ah mas eu não tenho culpa se o senhor deixo eu ver deve tá morrendo de vontade Ne papai , tava até batendo um, deixa que eu te ajudou, sei fazer coisa melhor que isso.

- menina vai pro seu quarto.

Eu como sou uma menina obediente fui, mas com muita malícia na mente e louca pro papai mete aquela Rola na minha buceta que tava toda melada.

Então tive uma ideia, entrei no quarto, tirei a roupa, deitei na cama e me Taipei, passou uns 2 minutos comecei a gritar meu pai

-paiii! Ooh pai! Tou com dor vem aqui correndo.

-que que foi minha filha, onde tá doendo?

-pai e minha bucetinha olha!

De destanpei e abri as perna, quando papai viu minha bucetinha lizinha e molhadinha, ficou d roda dura novamente, então comecei a enfiar o dedo nela e fala.

- papai tá doendo. Da um jeitinho nela.

-minha filha para com isso. Nao posso fazer nada sou seu pai.

-mas pai você vai deixar sua filhinha louca d vontade,

Ele se calou, desci da cama, fiquei de costa pra ele é comecei a passar minha bunda na rola por cima do short dele, comei que passar a mão de leve e ele não se aguentou, me pegou jogou na cama abriu minha perna e começou a chupar, passava a língua lá dentro, eu apertava sua cabeça e puchava seu cabelo, papai tava louco de tesão, se levantou e falou

-me chupa sua puta, você queria agr aguenta, vou te deixa arrombada, e Chupa bem gostoso se não tiver como eu gosto vou te bater sua Vagabunda.

Comecei a chupar loucamente, ele disse que não estava bom, não estava fazendo gostoso, me deu um tapa na cara. Me pegou jogou de 4 e falou .

-agr você vaí leva um chá d pika sua vadia, começou a mete, quando entrou ele me deu um tapa na bunda, me pegou na cintura e forçava pra entra tudinho, eu gemia e gritava, ele meteu muito forte até gozar, gozou dentro d mim, e aquela pika continuou dura, me colocou de ladinho e meteu muito não aguentei e gozei naquele caralho, ele não parou d meteu, passou alguns minutos ele fez eu fik kicando. Até que gozei novamente.
Não aguentava mai meu pai tava louco, eu já estava exalta.

-pai para Nao aguento mais (cai na cama)

-Aaah sua Vagabunda agora você quer que para Ne, ninguém mandou você me provocar agr vai aguentar.

- pai Tou falando sério, não Tou aguentando mais.

-cala a boca sua puta. E faz o que Tou mandando.

Eu não levantei então ele abriu bem minha bunda e começou a colocar a cabecinha no cozinho, ele não passou Nada doeu pra entrar eu gritei, ele não teve do meia muito, e eu gritava.ele gozou no meu cozinho, e saiu do meu quarto, e falou

-filhinha Vagabunda quando quiser mais procura o papai


As vezes ainda transamos mas agr ele não judia de mim mais n



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.