"Os mais excitantes contos eróticos"

 

entregador gostoso


autor: gostosacoci
publicado em: 26/08/15
categoria: hetero
leituras: 6620
ver notas


Era um dia normal e eu achava que nada demais aconteceria.
Fui à escola como de costume e quando voltei não havia ninguém em casa, todos tinham ido ao shopping. Até que minha mãe me ligou e mandou eu pedir a água, que havia acabado. Pedi, e quando chegou, fiquei surpresa com a beleza e gostosura do entregador. Era um homem alto de aproximadamente 1,90 e todo tatuado, do jeitinho que eu gosto. Fiquei louca quando o vi. Percebi que ele também olhou para mim de uma forma bem excitante. Pedi para ele ir colocar a água para mim, pois não tinha força. Ele foi, e quando chegamos a cozinha, ele disse: "esta moça bonita ta sozinha em casa?", e eu respondi que sim, por ironia do destino. Logo vi que sua forma de falar mudou, talvez por ter percebido o meu grande interesse e excitação. Ele disse: "será que posso lhe mostrar uma coisinha?", respondi: "claro que pode, o que vc quiser". Então, aquele gostoso me virou de costas e começou a esfregar seu pau gostoso no meu rabo. Fiquei louca, só queria dar pra ele. Em seguida, ele me virou, me chamando de gostosa, levantou minha mini saia e começou a passar os dedos e apertar o minha buceta que já estava enxarcada. Eu estava ficando louca, principalmente quando vi o volume daquele pau gostoso. Não perdi tempo e fui logo abaixando o short e cueca dele e comecei a chupar aquele pau Grande e delicioso. Comecei pelo saco e fui subindo até a cabecinha. Que delícia. Olhei pra cima e ele estava com a boca aberta de tanto tesão. Então ele me levantou brutalmente pelos cabelos e me sentou em cima da bancada da pia. Primeiro ele me masturbou com aqueles dedos grossos e depois botou os dedos na boca, sentindo o meu gosto. Disse:"que gosto delicioso, sua putinha, agora quero te comer todinha". Ai ele me deitou e começou a chupar minha buceta que já estava latejando. Comecei a gemer baixinho, pedindo pra ele chupar mais e me comer logo. Então ele me levou pra mesa de madeira encostou nela, me masturbando de novo e chupando meus peitos grandes e gostosos. Ele se deitou na mesa e me botou em cima dele. Que delícia. Ele entrou com tudo, até o talo. Comecei a rebolar loucamente e a gemer alto. Ele dizia:"mais rápido, minha Putinha gostosa, to quase gozando". Eu pulava com tudo em cima dele e gemia cada vez mais alto. Ia pra cima, pra baixo, pulava em movimentos circulares e minha buceta já tava latejando a ponto de explodir. Ele só pedia pra eu ir mais rápido até que senti aquele gozo maravilhoso entrando na minha bucetinha. Ahhh, que delícia. Também gozei. Ele dentro de mim e eu em cima dele. Foi a transa mais deliciosa da minha vida. Já to toda molhadinha só de lembrar.



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.