"Os mais excitantes contos eróticos"

 

FODENDO A SECRETÁRIA


autor: tedeixarlouco
publicado em: 06/05/17
categoria: hetero
leituras: 2808
ver notas




Era um dia normal aqui no escritório, já tinha ouvido falar que minha secretária era bem safada, que gostava de ser fodida com força, um dia sai para uma audiência e retornei mais rápido do que o esperado, pois a mesma tinha sido cancelada.



Chegando ao escritório vejo minha secretária com o rosto vermelho e assustada, seu nome era Betina, baixinha, pernas grossas, bunda redondinha, ela não sabia, mas haviam câmeras por todo o escritório, fui direto para minha sala ver as imagens e pude constatar o quanto ela era safada, mau eu havia saído e a safada havia levantado a saia e masturbava sua buceta olhando filmes pornôs.



Deu para perceber que eu cheguei bem na hora que ela estava para gozar, pois ao abrir a porta ela não teve tempo nem de levantar a calcinha, apenas puxou sua calcinha para baixo da mesa e mudou a tela do computador.



Aquilo me deu um tesão enorme, meu pau duro marcava a minha calça. Os hormônios subiram e resolvi que foderia aquela putinha naquele exato momento.



Naquele dia ela usava uma saia preta que ia até o joelho, uma camisa social que marcava seu corpo, um botão aberto que dava para ver o volume dos seus seios.



Ansiedade e tesão corria pelo meu corpo, liguei em seu ramal, e lhe disse que queria uma reunião urgente com ela. Já em um tom de ordem e mostrando que eu estaria “bravo” ao entrar em minha sala, vejo ela linda, um tesão, a pele já estava branquinha novamente, mas dava para ver seu desconforto, como se soubesse que eu tinha visto sua masturbação.



Ela foi sentar, e mandei ela ficar em pé, logo lhe disse que a poucos dias eu havia mandado instalar câmeras pelo escritório, nisso virei a tela do meu computador, e dava para ver perfeitamente sua mão enfiada na buceta e ela se masturbando.



Ela tentou dizer algo, mas mandei ela calar a boca, disse que eu falaria agora, nisso levantei. Fui até ela e a segurei pelo braço e fui até a recepção mandei ela sentar em sua mesa, e abrir o histórico do navegar, lá constavam inúmeros sites de pornografia



Lhe perguntei se era isso que ela ficava fazendo em vez de trabalhar, e ela com a cabeça para baixo apenas disse sim, mandei levantar, e voltamos para nossa sala.



Lhe disse que tinha duas opções ou eu lhe demitiria, foi quando ela interrompeu e disse que não poderia perder o emprego, que faria qualquer coisa, eu lhe respondi que já ia chegar nesta parte.A segunda opção, que seria ela ser completamente minha fazer tudo o que eu mandar, ela pareceu se assustar, mas nada respondeu, me levantei, fui até ela e chegando pertinho de sua orelha sussurrei, qual sua reposta putinha? Logo depois agarro seu cabelo e puxo para traz, roçando meu pau duro contra sua bunda, a coloco contra a parede e sinto ela se entregando, meu pau duro roçando sua bunda, ela já movimentava seu corpo, como pedindo mais, nisso lhe virei com tesão ela já tinha uma cara de safada, lhe dou um tapa no rosto, que parece que soltou a puta dentro dela, ela começa a implorar para fode-la, para usar ela toda, que ela era minha putinha, que faria qualquer coisa para o seu chefinho, coloco minha mão na dentro de sua saia, e subo por sua coxa, ao tocar sua calcinha esta encharcada, puxo ela pro lado e meto dois dedos na sua buceta, sem antes acariciar o clitórisA segunda opção, que seria ela ser completamente minha fazer tudo o que eu mandar, ela pareceu se assustar, mas nada respondeu, me levantei, fui até ela e chegando pertinho de sua orelha sussurrei, qual sua reposta putinha? Logo depois agarro seu cabelo e puxo para traz, roçando meu pau duro contra sua bunda, a coloco contra a parede e sinto ela se entregando, meu pau duro roçando sua bunda, ela já movimentava seu corpo, como pedindo mais, nisso lhe virei com tesão ela já tinha uma cara de safada, lhe dou um tapa no rosto, que parece que soltou a puta dentro dela, ela começa a implorar para fode-la, para usar ela toda, que ela era minha putinha, que faria qualquer coisa para o seu chefinho, coloco minha mão na dentro de sua saia, e subo por sua coxa, ao tocar sua calcinha esta encharcada, puxo ela pro lado e meto dois dedos na sua buceta, sem antes acariciar o clitórisquisesse mais... agarrei seu cabelo e fui puxando meu pau para fora e socando com força novamente, ela pedia mais e mais, comecei a socar com mais e mais força, agarrando em sua cintura e fodendo com força, as vezes parava e junto masturbava seu clitóris, agarrava seus seios, acariciando a ponta dos seios.



A viro sobre a mesa, colocando seus ombros em meus ombros, volto a socar, mas desta vez rápido, aquela buceta toda molhada, nossos corpos batendo um contra o outro, ela já desesperada pedindo para gozar, eu agarrando seus seios dando tapas em seu rosto, aquilo deixava ela mais tarada ainda



Socava rápido e com força, ela começou a tremer e gozar, gritava, gemia, cravava suas unhas em minhas costas. Tendo espasmos com seu gozo, mandei ela virar, ela mal podia ficar em pé.



Passei meu pau pela sua buceta, que latejava de tensão, e disse a ela que agora seria o castigo, coloco meu pau na entrada do seu cu. ela pede que hoje não, eu mando ficar quietinha e soco de uma vez só sinto meu pau apertado por aquele rabo,, começo a socar e ela se transforma geme alto, pedindo para foder rápido e com força, que e para deixar seu rabo todo arregaçado, soco mais e mais já não aguentando mais agarro seus cabelos e começo a despejar minha porra dentro daquele rabo, ao mesmo tempo que masturbava sua buceta, ela goza novamente e eu encho seu cu de porra.







Já ambos cansados, ela foi pegar sua roupa, com a porra escorrendo pelas suas pernas, mando ela vir limpar meu pau



Ela vem e começa a chupar, novamente, limpando ele todinho, sugando, lambendo, o que me fez ficar tarado novamente, quando ela passava meu pau em sua boca, e ela me pedia mais porra, masturbava ele, e chupava, lambia, sentia um tesão enorme, e novamente gozei na sua cara e ela com uma cara de puta, simplesmente pegou a porra e levou até a boca, engolindo tudinho.



Já passava das dezenove horas, quando ela vestia sua roupa e ia saindo. Sem falar mais nada, apenas virou e disse que vai querer mais horas extras.



Muitas outras terão com certeza



Estou de volta me desculpem.

Aguardo menssagem suas



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.