"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Novo Amigo


autor: VadinhoSantos
publicado em: 10/05/17
categoria: coroas
leituras: 954
ver notas


Conheci um cara, casado, boa pinta, pai de 3 filhos e com os mesmos interesses e curiosidades que eu.

Depois da gente se conhecer bem resolvemos ir pescar e fomos num sítio de um conhecido dele e lá passamos a noite juntos, bebemos um pouco para descontrair e como era verão e estava muito quente fomos para a piscina e ali começamos a nos alisar aos poucos, inicialmente timidamente e depois mas ousados, foi na piscinas que demos o primeiro beijo onde pegamos no pau um do outro por cima do calção de banho, nos beijamos bastante na piscina nossos paus estavam duros de tesão, tiramos a nossa sunga e começamos a nos alisar.

Saímos da piscina e entramos no chuveiro para tirar o cloro do corpo e depois fomos para sala após nos enxugarmos, eu sentei no sofá e ele ficou na minha frente, se abaixou e voltamos a nos beijar e ele foi descendo pelo meu corpo me beijando e chupando, me mordendo de leve até chegar no meu pau, eu já não aguentava mais e senti que o pau dele estava duríssimo.

Ele começou a me chupar, primeiro a cabeça, depois passava a língua pelo pau todo até chegar no saco e safadamente levantou as minhas pernas e começou a passar a língua no meu cuzinho, eu estava quase caindo do sofá e ele me chupando de todo jeito possível, pedi para ele parar e se levantar e ai comecei a retribuir o que ele tinha feito, comecei a chupá-lo desde os peito até a bola, eu descia e subia naquele corpo delicioso e numa dessas subidas nos atracamos num beijo delicioso e nos jogamos no sofá.

Demos uma parada, bebemos alguma coisa e mais tarde fomos para o quarto e começamos a nos beijar e em pouco tempo estávamos atracados num 69 delicioso. Eu chupava aquele pau gostoso e brincava no cuzinho dele e ele fazia o mesmo comigo, paramos antes de gozarmos.

Coloquei ele deitado na cama com a bundinha para cima e comecei a beijar e morder aquela bunda linda e com poucos pelos, eu enfiava e tirava os dedos do cuzinho dele lubricado com ky, depois de colocar dois dedinhos achei que já estava na hora de possuir aquela maravilha, ele ficou de 4, lubriquei bastante o cuzinho dele, e fui colocando devagar, estava difícil e logo a cabeça entrou e fui entrando nele, ele gemia, eu gemia, e meu pau ia entrando e saindo dele logo logo eu estava todo dentro dele, eu socava com carinho e ele gemia.

Depois de um certo tempo que não sei precisar mudamos de posição e ele ficou de frango assado, agora entrou fácil e eu pude comê-lo e ao mesmo tempo alisar aquele pau lindo.

Ele gozou logo enchendo a barriga de leitinho e espirrando até no peito dele.

Deitamos um ao lado do outro e ficamos um tempo abraçados, nossa respiração estava ofegante, descansamos abraçadinhos e lá pelas tantas fomos tomar um banho onde nos lavamos um ao outro.

Momentos depois do banho retomamos os nossos carinhos na cama, dei um banho de língua nele deixando aquele pau maravilhoso apontando para o céu, nos viramos num 69 novamente e agora ele começou a brincar no meu cuzinho, enfiou um dedo, depois dois, meu deixou pronto para ele. Ele ficou deitado com o pau armado e eu depois de lubricar bastante o meu cuzinho fui sentando nele, aos poucos meu cuzinho foi cedendo e abrindo caminho para o pau dele que foi entrando com vontade e muito tesão, fui subindo e descendo lentamente naquele pau delicioso até o momento que senti o corpo dele de encontro à minha bunda avisando que o pau tinha entrado todinho.

Parei por um momento e logo comecei a cavalgar feito uma puta safada, eu subia e descia e naquela posição fui aos pouco abaixando o meu corpo até a minha boca alcançar a dele, eu sentia a língua dele invadindo a minha boca e o pau invadindo o meu cu, ele socava gostoso e nós gemíamos de tesão, gozei com o pau dele dentro de mim e lambuzei o peito dele de leite, eu tremia de tesão.

Não demorou e ele falou que ia gozar, sai de cima e falei para ele gozar no meu peito também e ele o fez.

Dormimos realizados em nossa fantasia, acordamos de manhã e novamente nos amamos, nadamos pelados na piscina e à tarde fomos embora mas não sem antes passar na peixaria para comprar os peixes que "pescamos".




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.