"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Amigo safado


autor: lindinha_19
publicado em: 22/05/17
categoria: hetero
leituras: 3254
ver notas


Meu nome é Larissa (fictício), tenho cabelos castanho claro, olhos verdes, morena (bronzeado), 1,68 de altura, 18 anos.
Conheço Fabio há 2 anos somos amigos bem próximos, pois seu pai trabalha com o meu. Fabio é bonito moreno definido 1,90 de altura, 20 anos e um sorriso que encanta a todos e todas. Fabio havia voltado de uma viagem que para o litoral um teste de modelo que durou uns 6 meses, mas n deu muito certo. Quando ele bateu em minha casa pulei em seu pescoço, abracei, beijei, apertei.
Eu: E aí como foi lá, pegou geral, conta as novidades?
Ele: Calma Lari n peguei ninguém e já te disse fui para fazr um teste e n passei.
Eu: Os técnicos só podem ser cegos tu é mó gato e com esse sorriso, mds.
Ele: Nd mudou msm tu continua msm louquinha.
Nós conversamos muito até meus pais chegarem. No outro dia eu estava no banho e tinha deixado a toalha no quarto, quando abro a porta dou de cara com Fabio ele me olha da cabeça aos pés e eu paralisada vermelha de vergonha tentando me cobrir.
Eu: Fabio sai daqui, vai embora depois conversamos.
Ele: Caramba te achava bonita, mas agra tu é linda e gostosa.
Eu: Sai daqui por favor.
Ele se aproximou, pegou minha minha mão e ficou alisando, ele me deu um beijo quente, apaixonado cheio de tesão. Suas mãos alisavam meu corpo todo, beijava minha orelha, pescoço.
Eu: Por favor Fabio pare, nós somos amigos. Falei entre gemidos.
Ele sabia que eu estava estregue, tentava empurra-lo, mas ele forte.
Depois de tentar sair de seus braços sem sucesso deixei-o me conduzir para a cama onde ele se sentou e eu me ajoelhei em sua frente, segurei seu pau grande e grosso devia ter uns 24cm mau cabia em minha boca, punhetei, chupei, lambi.
Ele: Isso gostosa chupa, assim sua puta, cadela.
Ele me puxou pelo cabelo e me jogou na cama deu um tapa em minha coxa, chupou meus seios e foi descendo até chegar em minha bucetinha, ele lambeu meu clítoris, mordeu a parte interna de minhas coxas, aquela língua quente passando por toda a extensão de minha bucetinha estava me deixando louca n gemia mais gritava me contorcia gozei que nem louca foi um gozo intenso e cheio de carinho, tesão.
Escutamos o barulho do portão era meus pais, nos arrumamos rápido e fomos pra sala, meu quarto cheirava a gozo.
Ele: Depois terminamos o que começamos.
Eu: Hahaha engraçadinho.
Ele: Quanto tu menos esperar vou te pegar de jeito, safada.
Continua...

Espero que tenham gostado, bjs!



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.