"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Ninfomaníaca Ruiva Parte 02


autor: Lenhador
publicado em: 29/05/17
categoria: aventura
leituras: 1461
ver notas


Ninfomaníaca Ruiva Parte 02


Ao começar a me envolver com Lívia tive prazeres até então nunca degustado aos extremos, pois transar com uma ninfomaníaca é ter nos braços uma mulher autêntica e sem frescura. O tesão que ela sentia perigo a levava a cometer loucuras e eu gostando de tudo isso. O sacolão foi mesmo aliado e em outros contos ousados revelarei.

A ruiva da bucetinha rosadinha e mega sensível nem precisava pedir pois passar no apartamento dela virou prioridade pra mim. Dentro do apartamento Lívia tinha o hábito de ficar nua e isso me excitava muito a ponto de boliná-la em todos os cômodos.


Aproximo-me do interfone e aperto o número dela e não demora ela atende.

_ Oi Moreno. Saúda toda manhosa.

_ Olá minha ruivinha. Respondo com a voz bem grossa.

_ Adoro quando você começa a ficar rouco entre com o carro e deixa na garagem coberta. Orienta ela.

Volto pro carro e ao me aproximar do portão não demora ele abre e a vejo coberto por uma saia e um top que já me deixou de pau duro. Ela andando na minha frente rebolando e eu segundo cada movimento do quadril. Do nada ela para e inclina o corpo mostrando o cuzinho rosado e a bela xana depilada. Que visão de camarote. Ela me incendiou com esse ato. Após causar impacto continuou andando e me indicou a vaga num canto escuro.

Como o prédio era novo tinha poucos moradores e a garagem vazia e sem câmera eu já previa que rolaria ali mesmo.

Tentei imaginar o que aquela mulher iria aprontar más difícil isso. Ela literalmente subiu no capô abriu as pernas e ficou se masturbando de frente pra mim um show assim é totalmente único. Acompanhei aquela mulher se masturbando enquanto me livrava da minha roupa sem importar onde estávamos. Meu cacete enorme e latejando de tesão foi testemunha de tudo.

Após ela gozar veio pra dentro do carro e sentou no meu colo ajoelhada relando no cacete de leve e com isso o melzinho ensopando a cabeça do meu pau até que sentou de uma vez e senti o cacete batendo no fundo daquela buceta. Os gemidos dela tiveram de ser sufocados com beijos e nisso ela quando notou que eu estava prestes a gozar saiu do meu colo que começou a fazer boquete até que enchi a bela boca com porra.

Lambeu minhas bolas e deu bom trato pra em seguida se ajeitar a me chamando pra subir pro apartamento. No elevador atolei um dedo na buceta dela e um no cuzinho rosado no que ela começou a rebolar de leve e pelo suspiro e arrepio notei que estava gozando.

No corredor que pra nossa felicidade não tinha vizinho a joguei na parede empinada e a masturbei ainda mais com os dedos cravados na buceta e no cuzinho até que ela não se contendo soltou logo gemido. Abri a porta e a carreguei até o sofá onde a deixei de pernas abertas para mordiscar o grelo sem a menor cerimônia, pois enlouquecido de tesão estava decidido a devorar aquele grelo, bucetinha e se ela bobeasse comeria aquele cuzinho rosado que me tirava o sono.

Ver ela tendo vários orgasmos devido a excitação fez com que meu pau ficasse novamente duro e após lambuzar bem aquele cuzinho mirei a cabeça do cacete na entrada e fui invadindo aos poucos e sendo recebido com reboladas e palavras do tipo roludo, me come, arromba meu cuzinho...

Após encaixar boa parte do cacete comecei a bombar com mais tara e ela num arrepio ejaculou no cacete em gozo forte e numa atitude ousada colou o cuzinho até o talo. Delirou com os 23cm todo no cuzinho e isso me fez explodir e atolar aquele cobiçado buraco demarcando meu terreno na bela e safada cadela.

Ficamos bom tempo abraçados no sofá recuperando o fôlego e a carreguei até o banheiro para um bom banho a dois.

Após bons beijos e a masturbar mais um pouco terminamos o banho e fomos pra cozinha preparar algo pois estávamos famintos.

Continua...




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.