"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Instrutor gostoso


autor: odeflor
publicado em: 31/05/17
categoria: aventura
leituras: 2710
ver notas


Estava tirando a minha habilitação, já tinha noção meu pai deixava eu dirigir um pouco seu carro. Matriculei na auto escola, passei nos exames teórico e chegou a vez da pratica. Como disse sabia um pouco de direção mas na baliza eu me enrolava toda virava o volante do lado errado deixava o carro morrer enfim um fracasso total. Estava ficando preocupada o dia do exame chegando e não acertava essa baliza de jeito nenhum, foi ai que me pai resolveu pagar umas aulas particulares com um instrutor amigo dele para ver se eu conseguia melhorar o carro dele era o mesmo modelo da auto escola.

Esse amigo do meu pai era uma pessoa simpática atenciosa e tinha mais ou menos a mesma idade do meu pai 40 anos, era casado os dois se conhecia desde a adolescência cresceram no mesmo bairro depois cada um seguiu seu caminho meu pai trabalhava em uma fabrica da região ele era professor de escola técnica e dava aula particular de auto escola nas horas de folga. Meu pai marcou três aulas e pediu para cuidar bem da filhinha, queria que eu passasse no exame de primeira ou custo seria maior. No primeiro dia fui comportada calça jeans folgada uma blusa que escondia tudo afinal não conhecia o instrutor não queria causar má impressão, ele por sua vez foi de bermuda e camiseta ai pude reparar que era um homem que se cuidava e ainda dava um bom caldo “risos”.

Ele era atencioso ensinava direitinho para não ficar nervosa na hora me pegava na mão e ajudava na hora de virar o volante enfim uma aula completa. Nossa intimidade foi aumentando na segundo dia já fui mais a vontade como estava calor fui de shorts camiseta casual passei um batom e me perfumei. No horário marcado ele estava no portão de casa quando me viu percebi que ficou espantado mas não perdeu o rebolado e assim fomos para a segunda aula. Era um lugar afastado só tinha eu e ele naquele lugar ele cada vez mais se aproximando de min me pegava pela mão na hora de virar o volante, passava sem querer a mão boba na minha coxa, ele ara casado mas acho que sua mulher não estava dando conta do recado ele estava todo assanhado comigo e eu só concentrada na aula afinal era a minha chance de aprender melhor para o exame que estava chegando.

Até uma hora que ele começou a me elogiar falou que eu estava muito linda cheirosa e que ele estava perdendo a concentração comigo, resolveu sair do carro ficar do lado de fora e me deixar sozinha dentro do carro, foi até foi melhor fiquei mais confiante nas manobras e peguei mais intimidade com o carro. Quase a tardinha fomos embora ele passou antes em uma padaria para tomarmos um café / agua estava uma tarde quente pedimos e sentamos em uma mesa e o papo rolou ele me perguntou sobre meu namorado eu falei que não tinha e claro eu fiz questão de perguntar sobre sua esposa ele me falou que não estava convivendo bem com ela devido uma brigas de casal estava pensando em até separar mas não foi além disso. Quando deixou em casa no final da aula nos despedimos e ele pediu para eu não colocar mais esse tipo de roupa esta deixando ele confuso e atrapalhando a aula e ele tinha prometido para meu pai que ia cuidar de min e nada de mal aconteceria.

No terceiro dia a aula era de manhã tinha um compromisso a tarde e como o exame era de manha queria fazer no mesmo horário. Não obedeci ele coloquei roupas até mais extravagante só para deixar ele fora do carro e assim eu poder fazer tudo sozinha dentro do veiculo.

Quando ele me olha fica mais impressionada e fala do nosso acordo.

Instrutor- “olha que combinamos sobre a roupa para não deixar eu doido”.

Como já estava com intimidade falei.

Eu- “O bonito é para ser mostrado apreciado, se não quiser ver sai do carro e deixa eu sozinha como ontem assim nada acontece”.

Entramos no carro e fomos para a última aula, notei que ele não tirava o olho das minha coxas, então falei.

Eu- “Olha o respeito e o que combinou com meu pai e para de olhar nas minhas coxas”.

Instrutor – “Assim não vou conseguir dar aula para você hoje melhor voltarmos e trocar de roupa”.

Eu- “Nada disso, pode ficar fora do carro e deixar eu sozinha lá dentro”.

E assim fomos estava tudo bem ele estava do lado de fora, conseguia fazer as manobras estava confiante até uma hora que fui dar uma ré e bati a roda na guia e fiquei nervosa ele rapidinho chegou até min e tentou acalmar sai do carro e fomos tomar uma agua em um bar que tinha próximo dali, quando voltamos ele entrou do meu lado e começou a me acalmar para voltar a fazer as manobras foi quando ele colocou a mão na minha coxa e falou.

Instrutor – “Calma menina linda é assim mesmo, não precisa ficar nervosa eu estou aqui para te ajudar”.

Com uma das mão na minha coxa foi dando um calor que eu até esqueci onde estava e com quem e comecei a retribuir e coloquei a mão na coxa dele e assim nos acariciamos, logo ele se ajeitou no banco e me deu um beijo na boca que foi uma delicia fiquei toda molhada com aquele beijo e continuamos nos amassos, apesar da idade ele sabia como tratar uma mulher na minha idade e logo já estava apertando meus seios por cima da blusa, minha mão chegou até seu pinto já estava duro pude sentir por cima do shorts, ele enfiou uma das mão por baixo da minha blusa e chegou até meus seios apertando bem de leve o bico e fazendo caricias fui a loucura e queria sair dali daquela situação porque sabia que íamos acabar transando mas o tesão nosso falava mais alto e ficamos trocando caricias cada vez mais intenso até uma hora que ele abre o zíper do shorts e coloca aquele pinto para fora já duro e querendo me comer. Resisti em colocar a mão ele então falou.

Instrutor- “Pega morena faz carinho nele, bate uma punheta bem gostosa igual a que você faz para seus namoradinhos”.

Eu – “Não vou fazer nada estamos na rua pode passar alguém”.

Ele então falou.

Instrutor – “Vamos para um motel quero dar muito carinho a você e vise versa, quero ver você nuazinha só para min".

Nisso ele se arrumou saiu do carro e entrou no meu lugar e eu fui para o banco do passageiro e fomos trocando caricias até o motel, ele foi com uma das mão na minha coxas apertando acariciando me deixando louca. Não queria entrar no motel mas o tesão era maior, somos para a melhor suíte que tinha e chegando lá queria sair mas ele não deixou e já começou a me beijar e tirar a minha roupa ai o tesão aumentou o calor também não consegui fazer mais nada a não ser me entregar aquele homem que tinha idade para ser meu pai mas que na verdade era um gato e sabia como tratar uma mulher e deixar ela louca de tesão. Tira toda minha roupa com carinho elogia meu corpo, falou que nunca tinha transado com uma mulher tão gostosa me joga na cama e começa a me chupar dar beijos em todo meu corpo, sinto aquele pinto duro roçar pelo meu corpo e tento pegar para acariciá-lo mas não consigo e começo a ficar louca quando ele abre minha pernas e enfia dois dedos na minha buceta já melada de tesão e fala.

Instrutor –“ Quero você todinha para min meu pau já esta doendo de tanto tesão, quero chupar sua bucetinha seus seios maravilhosos quero tudo e um pouco mais.”

Eu não consigo falar nada a não ser gemer e sentir aquele homem maravilhoso me levando as nuvens em pleno meio dia. Começo a gemer e me contorcer ele enfia a cabeça no vão das minha coxas ai gozo pela primeira vez na boca dele. O safado sabia deixar eu louca, ele deita em cima de min e fala baixinho no meu ouvido palavras obscenas eu me arrepio toda depois me vira de barriga para baixo e começa e segunda sessão de beijos chupadas e carinhos agora na minha bunda minhas coxas eu começo a pedir mais e mais.

Instrutor – “Que mulher gostosa e safada quero transar a tarde inteira quero chupar cada pedacinho do seu corpo enfiar meu pau nessa buceta carnuda, quero gozar varias vezes dentro de você estava louco por isso desde a primeira vez que te vi”.

E assim eu me entreguei aquele homem fiquei deitada jogada na cama só recebendo carinho beijos e gemendo já estava louca para ser penetrada por aquele pinto que toda hora roçava minha bunda minhas coxas, foi quando pedi para ser penetrada então me desvirou e começou a passar a cabeça daquele pinto na entrada da minha buceta não resisti e pedi enfia logo estou com muito tesão.

Instrutor- “ Há morena quer pinto nessa buceta gostosa fala bem alto então, enfia logo esse pinto na minha buceta”

Então pedi bem alto ele deu uma socada e enfiou tudo que delicia ficamos num vai e vem frenético ele gemendo e falando besteira no meu ouvido, estava toda mole mal conseguia me mexer quando senti os movimento dele parar estava gozando dentro de min, lembrei que ele não usava camisinha e eu estava no meu período fértil, fiquei preocupada ele falou assim.

Instrutor- “Gozei gostoso dentro dessa buceta se engravidar assumo você e nosso filho”

Eu- “Não é assim seu fdp deveria ter usado camisinha estou no meu período fértil e agora”.

Instrutor – “Não esquenta morena gostosa, vamos tomar um banho de banheira nos recuperar quero mais beijar seu corpo chupar seus seios beijar sua boca”.

E assim fomos para um banho delicioso o segundo round foi ainda melhor que o primeiro aquele homem era uma delicia e eu esta toda mole no final não conseguia nem para em pé de tantas força que perdi fazendo sexo com ele.

Lá pelas 13hs fomos embora paramos em um restaurante almoçamos e voltamos para casa, no caminho ele me contou que tinha operado por causa da mulher não podia ter filho, assim fiquei mais despreocupada e voltei feliz para casa, meu compromisso a tarde perdi mas foi por uma boa causa.

Passei no exame de habilitação de primeira e cheguei a sair com ele outras vezes mas a mulher dele estava desconfiada acabamos nos distanciando, ele foi um bom amante tenho saudades lembro desse caso toda vez que vou renovar minha habilitação.





ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.