"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Gozei como se estivesse lá na Bahia


autor: Perigosa
publicado em: 11/06/17
categoria: hetero
leituras: 1210
ver notas


Eu não entendia muito de grupo mas como insistiram entrei em um de amizade, um dia
eu pedi um vídeo sensual um conhecido entendeu que eu tivesse interesse em grupos mais ousados e lá estava eu em um grupo muito ousado e aqui pra nós eu adorei.

Depois de pouco tempo me fizeram administradora e eu adorava, além de me deliciar com os nudes e com a nova forma de olhar outras mulheres esbanjando sensualidade e safadeza também...havia uma comunicação diária entre os adms até que fui tendo afinidade com um deles que vou chamar de Biel, mesmo muito sério ele se mostrava safado e de vez em quando comentava o que mais gostava no sexo
Não esperava que um dia falasse comigo de forma mais ousada em particular, cheguei a perguntar o que fez com que ele chegasse em mim e a resposta foi que viu umas fotos que eu postava de calcinha branca e que admirava o tamanho de meu bumbum, sou gordinha e tenho 45 anos, comentei com ele que disse adorar pois enchia as mãos e eu tive que rir apesar de que no começo eu estava meio que desconfiada e mundo virtual ou melhor, sexo virtual não era meu forte

A primeira conversa foi sobre ele querer exclusividade em fotos que fossem enviadas a ele, que eu não mostrasse no grupo e eu pedi a ele que não ficasse com outra do mesmo grupo, tudo acertado e começamos as trocas de fotos e áudios e a cada áudio e foto eu sentia minha calcinha molhar, ele me dizia que o tesão estava demais isso só fazia crescer o desejo que eu estava sentindo de ter aquele pau negro dentro de mim, tenho a pele clara e fechou por ele adorar como diz: sexo café com leite

Mandei um áudio gemendo, pedindo que ele me chamasse de puta, safada, cachorra e que colocaria a pica em minha boca e depois bateria em meu rosto com ela, pedi que falasse que eu era a puta dele, ele assim fez e a vagina estava pulsando como se chamasse por ele, larguei o verbo dizendo: Me fode caralho, mete essa pica preta na minha buceta, quero rebolar gostoso nela, vai seu cachorro safado. Nossa como estava gostosa a foda, coloquei o dedo na buceta e rebolava na cama, depois esfreguei o grelinho e gemia o nome dele enquanto enviava o áudio, ele por sua vez me mandava foto do pau todo babado, depois de mais um áudio em que ele me chamava de tudo que pedi e um pouco mais, gozei e marcou ao ponto de eu me questionar, se no virtual ele fode assim, imagina no pele a pele rsrs.



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.