"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Vizinha Novinha toda sensual


autor: novinhosafado
publicado em: 13/06/17
categoria: jovens
leituras: 3357
ver notas


Era de noite eu tava sozinho em casa, meus pais e minha tia, tinham saido pra +casa de uns familiares e só voltariam uma semana depois, eu tava assistindo Dragon Ball Z sou fã de mais quando esculto a Daniela chamar aqui em casa!
Ela perguntou se sabia a que horas os pais dela iriam voltar, respondi que não sabia na mesma hora ela fez uma cara de triste e de desesperada pois os pais dela tinham saindo pra algum tipo de festa e esqueceram de deixar a chave pra ela, eu perguntei pra ela se ela tinha alguma chave cópia pra entrar em casa ela disse que tinha mas que estava dentro de casa!
E que estava trancada do lado de fora, fiquei meio sem jeito por isso, então eu convidei ela pra entrar e esperar os pais dela a chegar.
Somos amigos as uns 5 meses mais ou menos ela é vizinha nova, sempre conversamos as vezes e ela estuda na mesma escola que eu, e que nesse dia eu tinha faltado por motivos pessoais! Ela é linda muito linda mesmo, é até estranho ela não ter um namorado, ela é moreninha clara, cabelo cachiado e grande, um pouco msis baixa do que eu, gentil educada, e uma voz linda! Conversamos bastante, ela perguntou porque eu tava sozinho respondi que meus pais e minha tia estavam fora e só iam voltar na próxima semana, ela deu uma risada e falou então estamos sozinhos, fiquei quieto e falei porque você não tem namorado te acho tão linda e gentil é uma garota perfeita pra namorar! Ela ficou meio com vergonha e respondeu sou enjoada com essas coisas não quero ter um namorado agora sou muito nova pra isso e além disso também não quero um namorado qualquer! Dei uma risadinha meio que sem graça, e continuamos a conversar E nisso já era umas 2 horas da manhã e nada de seus pais chegarem, eu falei que eu iria dormir e que ia arrumar uma cama pra elar dormir, ela balançou a cabeça dizendo que sim e disse que queria dormir no mesmo quarto que eu pois estava com medo de um casa estranha, então arrumei a cama, no meu quarto tinha duas camas pois minha tia menor dorme nela e ela tinha saido, apenas troquei os lençois e corbertores!
Ela estava no banheiro e eu no quarto, quando derrepente ela entra no quarto só de calcinha box e sultiãn e com uma meia branca, e estava segurando as roupas na mão, na mesma hora eu pensei besteira, pois em nenhum momento eu tinha pensado em outras coisa com ela naquela noite! Ela tava com uma calcinha rosa clara, ela tava gostosa de mais, eu nunca tinha visto o corpo dela daquele jeito. A calcinha box tava bem apertada no seu corpo e era bem curta pois dava pra ver a polpinha da bunda dela e realsava bem sua bunda e sua xoxota, a calcinha tava partido sua buceta ao meio.
Nossa que delicia ela era perfeita fiquei de pinto duro mas desfarcei na frente dela, mas meu olhar não desviava dela, ela percebeu deu um sorriso e me provocou um pouquinho enquanto estendia os cobertores. Fiquei meio com medo te tentar fazer algo e depois ficar um clima tenso, então eu fui escovar os dentes e escutei ela me chamar: David vem aqui corre! Terminei e fui, chegando lá ela tava sentad de pernas abertas e meio largada em cima da minha cama, na hora ela perguntou oque você acha de mim? Olhei cada detalhe cada curva daquele corpo e respondi você é muito linda você é gostosa de mais seu corpo não mente! Ela deu uma risadinha e em seguinda um "hummm", e disse " Bom to aqui na sua casa sozinha com você, você me acha gostosa estou semi nua na sua frente, então me beija sou toda sua", na mesma hora eu me deitei em cima dela começando a beija lá fazendo que nossos orgõns genitais se encontrassem mesmo eu estando de bermuda e ela de calcinha box. O beijo dela é incrivel e delicioso, a boca dela é gostosa é insassiavel de mais, meu pau tava duro de tesão enquanto encostava na sua boceta pela calcinha, eu me mexia pra ter atrito no meio das pernas dela, ela gostova pois tentava o possivel pra sua xota encostar no meu pau.
A respiração estava ofegante por causa do longo beijo, paramos de se beijar, então ela disse em meu ouvido: Chupa bucetinha porfavor, obedeci a minha fêmea e fui descendo e beijando o seu corpo enquanto eu desfrutava e memorizava aquela cena daquele lindo corpo gostoso, quando cheguei em sua buceta tava pra ver que ela estava super excitada pois sua calcinha rosa clara estava molhada e crudada na xoxota melada e destacada de tanto tesão.
Nossa que linda buceta ela tem, beijei a testa da buceta dela e ela se arrupiou todinha, comecei a tirar sua calcinha lentamente e observando sua pernas grossas, quando tirei a calcinha dela ela abriu as pernas ainda deitada e disse: vem, me chupa gostoso! Com os meus braços em volta de suas pernas fui chegando meu rosto pra perto de sua buceta e senti aquele cheiro maravilhoso de vágina ela estava muito cheirosa, não me conti e dei minha primeira chupada na sua xoxota gostosa e molhada, nossa que gosto delicioso da buceta dela, continuei e continei e ela se contorcia e isso só me dava mais prazer em chupar ela, o cheiro de buceta era adoravel e maravilhoso e ao mesmo tempo viciante, eu enfiava minha lingua com força e gosto na sua xoxota ela tremia e fecha as pernas com minha cabeça ali no meio, mas eu não parava de chupar ela enquanto enfia a mão por dentro do meu short e me masturbando, continuei em um ritmo alto ela tremeu todinha apertou minha cabeça contra sua xoxota cheirosa e gozou com uns gemidinhos maravilhosos: a a ai sss ai que delicia isso me chupa mais, gostoso, isso me chupa assim! E ficou me prendendo em suas pernas por um tempo, confesso que tavo doidinho pra ela me chupar pra eu fuder ela com força, porque minha ligua já estava doendo já kkkk.
Pedi ela pra me chupar, nossa aquela boquinha pequena toda molhada tava me chupando com força que já tavo quase gozando, meu pau babava na boca dela parecia que ia machucar de tanto que pulava na boca dela, mas em todo momento ela chupava sem parar, parecia uma puta sedenta por sexo e piroca!
Tavo deitado na cama e ela no meio das minhas pernas me chupando com a bunda enpinada pra parede, avisei pra virar a bunda pro meu lado, ela respeito e virou, aquela bunda não muito grande e nem muito pequena era tão linda, era uma otima visão, era uma bela bunda super deliciosa que eu iria esperimentar naquela noite!
Vi seu cuzinho rosinha piscando pra mim e sua xoxota melada até pigando de tesão e gozo, peguei sua bunda e cheguei ela pra perto do meu rosto e comecei a chupar ela novamente, ela foi a mulher que eu mas tive gosto em chupar, ela é viciante...
Eu lambia, enfiava a lìngua, enfiava o dedo na xoxota e na sua bunda e era reconpensado com gemidos chupadas no meu pau ao mesmo tempo.
Ela gemia que era uma beleza, eu soltava uns gemidos também e ela aumentava as chupadas no meu pau todo gozado e ainda duro na sua boca gostosa... Vou continuar o relato em um outro dia, parte 2 em breve!



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.