"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Visinha tesuda


autor: Kalel35
publicado em: 15/06/17
categoria: hetero
leituras: 2244
ver notas


Este é o meu conto de número quatorze.
Mais um conto real.

Ele aconteceu a alguns anos atrás.

Eu tinha uma vizinha gostosa... Ela era gordinha ou cheinha( as gordinhas são muito carinhosas...delícia, adoro) tinha os seios estilo americana(fartos), vou chamá-la de Mary(ficticio).

Mary tinha uma pele lisinha...morena...cabelos encaracolados...médios,uma boca sensacional.

Na minha juventude eu bati muitas punhetas pra ela.

A Mary era casada e tinha um bar , um dia eu fui cara de pau...impulsionado pelo tesão e falei tudo para ela.

Cheguei no bar, sentei pedi um refrigerante e a convidei para sentar .

Ela veio então olhei nos olhos dela e falei:

Mary te acho muito gata, muito linda e sinto muito tesão por você!

Ela só me olhou, deu um sorriso safado e disse:E o que mais?

Então continuei:

Já bati muitas punhetas para você!

Ela disse:

Eu sabia, esta sua cara de safado não me engana!

Parece loucura, mas ficou só nisto.

O marido dela era muito ciumento, e eu sem nenhuma experiência.

O tempo passou(anos depois), certo dia a encontro na rua, agora separada, me passou o telefone, trocamos msg.

Era uma noite de sexta-feira recebo uma msg, fui olhar era a Mary, pensei será que é minha chance? Aquela noite eu estava no cio.

Ela perguntou se eu entendia de computador, se sabia tirar virus do pc.

Eu disse que sim(claro)!

Era umas 20:30 , ela disse da um pulo aqui na minha casa, aproveita que estou sozinha.

Aquilo foi um estopim!

Meu cacete pulou na hora!

Eu falei chego em cinco minutos.

Tomei banho e fui.


Chegando na casa da Mary, já fui entrando, ela tinha deixado a porta aberta.

Ao entrar em sua casa, ela já me surpreendeu com um beijo demorado.

Nossa me tirou o fôlego.Ela falou:

Você ainda sente tesão por mim?

Si-simm...disse meio gaguejando.

Ela literalmente me jogou na parede do seu quarto, puxou minha blusa, tirou-a, já baixou e puxou minha calça...desceu a cueca...meu pau saltou, sentindo-se livre.

Ela já abocanhou...e fez um ahhhh...delicioso BOQUETE.

Ela ainda de roupa, eu era seu objeto de desejo, eu amei aquilo.

Ela então começou a tirar suas roupas, seus seios vieram em minha boca, quando mamei ela gemeu baixinho assim: "ai ai seu safadinho hoje você poderá foder minha boceta".

Eu estava eufórico, ela acabou de tirar suas roupas...foi para a cama e ficou de quatro e falou olhando pra mim: VEM ME FUDER TODA!

Eu fui e coloquei a proteção e encaixei de uma só vez.

Ela deu um uivo...então fui socando gostoso...depois mudamos, eu deitei na cama e ela veio cavalgando, eu mamava e socava, ela quicava e dizia volupias..."me fode, soca este seu caralho, me arregassa,come minha boceta".

Depois eu a deitei na cama de frente abri as pernas dela de frango assado...e soquei até o talo...eu metia e chupava o dedo dela..ela delirou.

Em seguida iamos gozar, eu a beijei com tesão e gozamos juntinhos.

Ficamos ali abraçados, depois um banho e fui passar o antivirus no pc dela.

Depois ainda fodemos na cozinha, na mesa, na pia e no chão.

Comentem por favor.
Até o próximo.





ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.