"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Parte V


autor: Angelinasatira
publicado em: 16/06/17
categoria: bdsm
leituras: 330
ver notas


Dominador....

_Esta festa deve ter custado fortunas Júlio.
_Sim custou. Magda não tem problemas de dinheiro. É a única milionária aqui. De resto somos todos remediados ou mesmo financeiramente aquém do que desejaríamos. Isso não impede ninguém de viver suas fantasias, desejos ou fetiches. Tentamos combater preconceitos tais como a cor,o peso,a classe social , a orientação sexual e outras coisas que as pessoas inventam para não serem felizes.
Agora depois da ceia ,as mesas tinham sido retiradas e ficara um grande espaço onde as pessoas começaram a interagir. Mas não só : as paredes eram falsas e abriam se para compartimentos onde as pessoas se dirigiam.
Existia por tras do trono de Magda umas escadas que desciam até à cave.
_ O que vês ali?
Cristiana olhou e viu uma jovem mulher a passear em cima de um homem no mínimo 20 anos mais velho. Batia lhe com uma chibata e
descompunha o em frente a toda gente. O homem apenas dizia sim Sra .
_ É.... uma mulher a montar um homem?
_Com o tempo aprenderás a ver um top a dominar um Bottom.
_Como assim?
_Quando uma pessoa se coloca em situação de desvantagem é um Bottom. Quando alguém assume posição de poder é um top. Ela chama se Abigail King e o submisso é o Wagner. Ele é o primeiro submisso dela. Estão juntos há algum tempo.
E nisto ele aproximou se e perguntou.
_Não trouxeste a tua égua hoje Abigail.
_Poney , Júlio , está lá fora vai haver corrida de carruagens e quero que ela descanse. Vais ver?
_Não sei .... emprestas má ao fim?
_Vai ver se chove Júlio.
Julio não respondeu virou as costas a rir.
_Que foi aquilo?
_Festa onde eu não provoque Abigail King não é festa.
_Júlio quero te apresentar os meus outros convidados de honra. Arcanjo Silvio e sua menina Ayshla. São do Brasil e convidei os a passar uns dias no solar. Poderias fazer me as honras e indicar lhes a masmorra?
_Claro que sim Magda. Respondeu Júlio Comprimentando os ambos com um aperto de mão . Prazer nobre..
Foram então até à masmorra quando lá entraram já lá se encontravam vários pares.
Mas a masmorra era grande tinha argolas afixadas a parede de pedra e no tecto. No fundo encontrava se um cavalete. Uma cruz de madeira. Uma cama de grades a volta. Algumas pessoas entravam e saiam outras ficavam.
Arcanjo um homem de estatura media com barba e ar sisudo trouxe Ayshla perto de uma das argolas penduradas no tecto mas primeiro disse lhe
_Beija me os pés .
Ela que era uma submissa roliça que vinha de trancinhas e mini saia ajoelhou se e beijou lhe os pés sem demora. Levantou se e ofereceu suas mãos para serem atadas com habilidade de quem já era muito experiente Arcanjo imobilizou lhe também os pés . Arcanjo pegou na chibata e começou a acertar na miúda. Ela recebia as chibatadas com gemidos.
_Ele faz isso em frente a toda gente?
_Sim Ayshla é exibicionista pelo que entendo . Vão fazer a sessão toda aqui.
Enquanto isso voyeurs acumulavam se para ver.
_Anda ver. Costa? Nobre!!! _
Um Dominador com uma máscara veneziana preparava se para fazer cócegas em sua posses Mara e Ester preparavam se também. Ainda a sessão não tinha começado e já elas tinham os pés atados e tentavam conter os risos.
_Júlio! Homem eu vi te lá em cima perto da rainha . Como estás?
_Estou bem. Que fazes?
_Tickling. ...
_Vou te deixar então.
O nobre nem respondeu. Tirou uma pena do bolso e começou por Mara que se desfez em gargalhadas.
_Sério? Isto é BDSM?
_Sim é considerada uma prática de sadismo.
Mas desta vez Cris abriu um sorriso . Gostara.
Vamos subir?
_Mal chegaram ao andar de cima depararam se como uma gaiola em ferro e madeira lá dentro viam se dois olhos onde refltiam a luz.
Que trazes aí hoje Samuel. ?
Já vais ver.
Falavam como se se vissem todos dias. Mais tarde descobriria que Samuel era também de Braga.
_Sai daí criança!
Mas quem quer que fosse não saía.
Pouco depois uma bela jovem saia da gaiola.
_Perdoe me Sr.
_Agora tas perdoada Gabi
E deu lhe uma grande sapatada no rabo.
Ela tinha umas orelhas de raposa. Uns longos cabelos que lhe tapavam os seios. Um vestido transparente vermelho. Mostrava a em todo seu explendor.
Afastaram se e Gabi empiscou para Cris.
De trás saia uma linda cauda ruiva. O vestido era feito assim tinham um buraco atrás. E nas naguedas liam se duas palavras : Spank me.
Júlio abanou a cabeça e sorriu.
_Típica Brat.....



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.