"Os mais excitantes contos eróticos"

 

De boa moça a aventura de carnaval


autor: Morena_Kah
publicado em: 20/06/17
categoria: hetero
leituras: 1040
ver notas


Bom, eu sempre fui o tipo de pessoa que tentava fazer o máximo as coisas certinhas, eu sempre fui uma boa namorada, uma boa amiga, e a cada novo dia eu queria me tornar melhor, bem melhor para meu namorado (no tempo), fazia todos os seus gostos, fazia "amor" com ele a qualquer hora, nunca o negava,  mesmo quando minha bucetinha estava ardida, não dava a bundinha, até tentei, não nego, mas por falta de experiência de ambas as partes doeu, e eu não quis mais saber disso...
Porém quanto mais eu era boa com as pessoas, mas elas me faziam de besta, quebrei a cara no relacionamento, mesmo sendo a mais doce namorada,  acabei descobrindo que ele tinha uma "puta", peguei algumas conversas e era aquele tipo de mulher mais sacana,  a que não existia em mim,  e as vezes eu até chegava a julgar esse tipo de comportamento, e foi aí que tudo começou...

A florzinha desabrochou

Terminei o namoro, mas eu nem pensava em ter outra pessoa tão cedo, passei 1 ano sem beijar, ou fazer qualquer outro tipo de coisa...
E então conheci um rapaz pelo ig, esse rapaz veio preenchendo cada vazio dentro de mim, pois quando eu vi tinha me tornado uma pessoa fria, a que iludia quem quer que fosse, me apaixonei por ele, pois ele me tratava como uma princesinha, fez mil planos comigo, até me pediu em casamento, porém não levei muito a sério,  mas mesmo de longe, (ele morava no RJ) eu sempre fui fiel e adivinha só? Ele era mais um galinha na minha vida, e então foi quando eu conheci uma ex dele, da mesma cidade que eu, de tudo o que passei com ele, ganhei a amizade da (Fernanda, toda princesinha, pequena, delicada, cabelo longo loira, branquinha, lábios carnudos) e quem diria que seríamos boas amigas, sabe aquela pessoa que está sempre com você? Te dando os melhores conselhos, de ir pra sua casa dormir com você quando você não está bem? Pois é, a Fernanda era assim, era até mais que isso, passamos a ficar muito tempos juntas, foi quando comecei a dormir na casa dela, e eis que um dia ela começou a me fazer uns carinhos, mas eu sentir que aquele carinho já não era como os de antes, de "amiga", porém não comentei nada, só deixei acontecer, fui para minha casa, era véspera de carnaval, combinamos de ir juntas aos blocos de nossa cidade, lá no meio da fuzaca Fernanda me dá os primeiros beijos, (eu nunca tinha beijado mulher) e eu gostei, entre goles de bebidas tinha uma pausa para aqueles beijos que logo acendeu um fogo dentro de mim, curtimos juntas cada noite de carnaval, e um certo dia, começamos a trocar fotos semi nuas, eu quem tive a idéia, pois queria provocá-la e saber se ela estava interessada em algo mais, mandei uma foto de calcinha e sutiã, ela respondeu com um "gostosa" e logo em seguida mandou uma foto de seus seios, branquinhos, com o biquinho rosadinho, e aquilo me excitou, tirei toda minha langerie e mandei uma foto toda despida, e ela disse que estava apaixonada e queria beijar meu corpo, eu sentir minha bucetinha ficar molhoda e falei que queria uma massagem, ela me chamou pra dormir na sua casa e que me faria a massagem, eu fui, cheguei e ela me levou até seu quarto, e começou a tirar peça por peça de roupa, quando vi eu estava completamente nua, ela me deitou na sua cama, e começou a massagear suavemente minhas costas,  a descer mais massageando meu bumbum, aquilo foi me dando arrepios, comecei a sentir minha bucetinha ficar encharcada,  quando me dei conta Fernanda já alcançava levemente minha buceta, o que fazia ela se contrair de prazer, passou óleo sobre todo o meu corpo, e pediu que eu virasse, ela ja estava só de calcinha, subiu em cima de mim, começou a massagear meus seios, eu estava curtindo o momento de olhos fechados, quando senti os lábios dela tocando o meu, começamos a nos beijar intensamente, e toquei na buceta dela que também estava encharcada de prazer, e ela começou a passar a língua nos meus seios, desceu até minha barriga, e por último fez um oral que me levou a loucura, eu gemia e pedia pra ela continuar...

-Vai Fernanda, chupa minha buceta, chupa, aiii que gostoso!

Eu senti vontade de chupá-la e ela sentou na minha boca, eu senti o gozo dela, era maravilhoso, ela rebolava enlouquecida na minha boca e gemia muito alto:
-Ai caralho,  que gostoso, você é uma delícia, chupa minha buceta amor, chupaaa...
 Ela metia dois dedos na minha buceta, e um massageava meu clitóris...

Fernanda: -Eu vou gozar na sua boquinha vagabunda, vou encher tua boca do meu gozo, eu disse: -goza minha putinha, e comecei a fazer círculos no clitóris dela, ela gemia de prazer e disse: eu vou gozar,  eu vou gozaaaar;  Fernanda gozou na minha boca e eu gozei nos dedinhos dela, depois ela começou a esfregar a buceta na minha, vai e vem, e nos beijávamos loucamente, e por fim gozamos de novo, foi uma das melhores transas da minha vida!

PS. Eu nunca tinha me envolvido com mulher, eu e Fernanda nos apaixonamos, e então ficamos escondidas por muito tempo, até que certo dia conhecemos nossos namorados, e acabamos nos afastando um pouco. Mas até hoje Fernanda e eu temos um "lance" 🙊

Comente comigo o que achou do texto para eu saber que tenho alguém para dividir minhas histórias! 💋



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.