"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Compras no supermercado


autor: Bella6969
publicado em: 22/06/17
categoria: hetero
leituras: 1967
ver notas


17 hrs do dia de hoje fui as compras, como de costume nesses dias de semana eu tento ir no horário de rush por estar mais vazio. Pois bem, eu vestia um vestido branco curtinho, tipo aqueles que usamos na praia, estava ainda com os cabelos molhados e a pele cheirosa do pós banho. Não sou uma mulher chamativa, sou pequenininha e magra, tenho os cabelos cor de cobre a pele rosadinha e sou cheia de sardas. Entrei no mercado com o meu carrinho de compras e comecei a minha saga. Estava no meio das compras quando notei que estava sendo observada, olhei sutilmente e lá estava ele, alto, barbudo e com um olhar intrigante. Vestido com uma bermuda de moletom e camiseta branca, começamos a flertar. Ele me seguindo até que comecei a facilitar, abaixei para olhar uma prateleira e deixei as pernas entreabertas, fui subindo lentamente até deixar o bumbum um pouco á mostra, ele sorriu e continue a compra, quando estava em um corredor parei diante de um produto ele resolveu passar atrás de mim já que havia um carrinho estacionado logo atrás de mim então eu pude sentir sua ereção quando ele esfregou seu pau no meu bumbum com um olhar malicioso. Pediu desculpas e me disse que eu estava muito cheirosa. Já estava molhada e não resisti, olhei nos olhos dele e disse: ME SIGA! Assim ele fez, peguei a minha bolsa e fui caminhando rumo aos banheiros. Entrei no de deficientes e ele entrou logo atrás. Notei que ele queria falar qualquer coisa e fui logo avisando: NÃO DIGA NADA NÃO ME PERGUNTE NADA, APENAS ME MOSTRE O QUE VOCÊ SABE FAZER COM ESSE PAU DURO! ele me empurrou contra a parede me beijando loucamente, arrancou minha calcinha com tanta força que a rasgou nas costuras, começou a percorrer todo o meu corpo com suas mãos enquanto nos beijávamos. Ajoelhou no chão e começou a me torturar com a língua saboreando todo meu mel. Quando eu estava quase tendo um orgasmo ele parou, me virou de costas para que eu ficasse de quatro tirou uma camisinha da carteira e me penetrou lentamente me fazendo sentir cada centímetro daquele pau duro me preenchendo, iniciou uma foda louca, com estocadas profundas e com tapas brutos, me fodia tão violentamente quanto mais eu gozava mais bruto ele fazia, até que pedi pra ele gozar e ele respondeu : CALE A BOCA! Fiquei louca de tesão e comecei a rebolar enquanto ele me fodia, puxando meus cabelos e batendo na minha bunda que já ardia. Nós não podíamos fazer muito barulho então estávamos praticamente sussurrando, ele saiu de dentro de mim me pediu pra agachar, tirou a camisinha e preencheu a minha boca com aquele cacete duro e avermelhado, intensifiquei a mamada me deliciando naquele pau gostoso quando ele não resistiu e gozou na minha boca. Não perdi sequer uma gotinha, enquanto ele se recompunha, desci o vestido, peguei a minha bolsa e saí sem dizer nada, com o bumbum ardendo e meu mel escorrendo pelas pernas, me sentindo uma louca finalizei a compra, e bem ao lado do meu caixa estava ele sorrindo com aquela cara de quem comeu e gostou.



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.