"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Fred! Se doer, você para?


autor: Sibila Markis
publicado em: 03/09/15
categoria: virgindade
leituras: 53211
ver notas



Meu primeiro semestre na faculdade foi exaustivo e esperava ansiosa o recesso de julho. Nessa época, eu namorava meu vizinho Fred. Ele era um loirinho alto, uma delícia de namorado. A gente não se encontrava durante a semana e quando chegava o final de semana estávamos exaustos e cheios de trabalhos. Só tinha uma coisa em nossa cabeça: as férias!!

Quando entramos de férias, os primeiros dias foram só comer, dormir e meter. Parecia lua de mel, chegamos a ficar esfolados. Com minha mãe trabalhando no postinho de saúde e fazendo plantões no hospital, ficávamos sozinhos em meu Ap. Liberdade total!!

Nossa diversão preferida era jogar vídeo game. Num dos últimos dias de nosso descanso, depois do almoço, fomos pra sala jogar Guitar hero 2 e o level era o expert. Escolhi minha primeira música: Guns N Roses - Sweet Child O Mine. Me posicionei e comecei o jogo focada nos 100% de acerto. Fred só de cueca de seda samba calção sentado “bunitinho” ao meu lado me vendo jogar.

Não demorou nada pra ele começar a me perturbar alisando meu corpo debaixo do pijama. Detalhe: por baixo do pijaminha surrado, não havia nada, nem calcinha, nem sultiã. Sua mão passeava dos seios, passando pela minha barriga, até a xoxota. E eu querendo 100% de acertos no jogo sem tirar os olhos da tela, tocando freneticamente os botões da manete, reclamei:

- Pow Fred!!...vamos jogar ou vamos começar?!!...

O sacana, pra me atrapalhar, enfiou a mão por baixo do meu short doll e alisou minha bucetinha. O tesão foi imediato. Me desconcentrei, errei algumas notas da música e briguei com ele:

- Olha aí o que tu fez, Fred!! Pow!!... E dei pause no jogo.

O safado, rindo muito e com uma imaginação pra lá de fértil, sugeriu uma brincadeira:

-Bilinha, vamos apostar uma coisa?!!..

- Escolho uma música pra tu, e tu escolhe uma pra mim, quem acertar mais, ganha!! Só que eu vou te chupar enquanto tu joga e depois tu me chupa em quanto eu jogo... Tá valendo?!!

-Mozi!! Quem ganhar, leva o quê?!!

-Ué! Bilinha!!! Escolhe uma coisa ae... Vou escolher o que eu quero!!!

Fred só me fez aquela proposta porque tinha um objetivo. O moleque estava louco pra inaugurar meu cuzinho virgem. Eu percebia que ele ficava louco quando me comia de quatro e olhava meu cuzinho fazendo “biquinho” pra ele.

No nosso guitar hero tinham algumas músicas que eu não jogava bem. Fred sabia disso, mas ele sabia também que eu ia tentar vencê-lo de qualquer jeito. Ele era um expert e jogava com facilidade todas as músicas. Claro que entre eu e ele a desvantagem era minha!! Aquela aposta tinha mais motivos para dar certo pra ele e eu ser obrigada a ceder o cuzinho, mas mesmo assim aceitei a brincadeira. Então, mesmo sabendo a resposta, perguntei:

- Mô!... O que vai querer se por acaso tu me vencer??!!

- Claro que é seu cuzinho!!!

- Ahhh!...sabia que tu queria isso!!.. Safado!!... Se eu ganhar, quero tu e o Puro Osso juntos na cama!!!

Puro Osso era um vizinho quarentão gostoso que morava sozinho no Ap acima do meu.

- Mas tu é uma vadia mesmo, heim!! Não aceito te dividir com ninguém, se tu quer o cara vai lá e dá pra ele então pow!!... Safada vagabunda!!

Furioso, Fred levantou do sofá e foi pra cozinha beber água. Fui atrás. Enquanto ele bebia água eu o abracei por trás, acariciei de levinho seu peitoral, dei uns beijinhos em suas costelas e bem dengosa falei:

- Meu amor!! É só uma brincadeira!!...

Boladão ele disse:

- Sibila! Vamu pra porra do jogo então!!... Mas se te pego trocando ideia com Puro Osso, não vai prestar...

- Relaxa, amor!!... Sou inteirinha sua, só sua!!

-Tá bom, Sibila, vamos!!... Vou acabar com você nesse jogo é agora!!!...

Voltamos pra sala pra começar o joguinho erótico com o meu amorzinho me abraçando por trás roçando sua piroca dura na minha bunda. Aquela brincadeirinha pelo corredor até a sala me molhou a xoxota.

Par ou ímpar!?... Quem começa?

Puta que o pariu!! Logo eu pow!! Já estava com tesão, poxa!! Queria começar no jogo com a buceta calminha e a danada estava latejando. Mas tudo bem, tirei o pijama, fiquei nua do jeito que ele gostava. O Bichinho era doido com meus seios durinhos pulando enquanto eu me movimentava.

Sentei no sofá com as pernas arreganhadas para o meu delicioso adversário. Ele sentou no tapete da sala entre minhas coxas e esperou que eu iniciasse na música. Ai meu deus!!! Fiquei tensa. Era meu cuzinho em jogo. Hora da disputa!!

- Mozi, seja generoso comigo e escolha uma música que sou boa, tá!!

- Sibila, escolho pra tu: “Jessica” - Allman Brothers Band

- Porra!! Logo essa!!... Amoooo essa música mas é difícil pra caralho!!!

Start... Meu coração disparou junto com o início da música e a primeira lambida. Meu namorado muito empenhado em vencer, começou melhor que podia. Sua chupada estava mais perfeita do que nunca.

Impossível focar num jogo que exige concentração e destreza recebendo uma chupada perfeita. Lógico e evidente que iria sucumbir!! O safado foi muito esperto escolhendo uma música longa.

Como tentei resistir aquela chupada!! Mas não deu!! Me contorci de tesão e errei uma sequência inteira de notas. Na mesma hora pensei: “Que se foda!!!! Eu quero é gozar gostoso”!! Não resisti aos seis minutos no joguinho da safadeza e gozei na boca do meu namorado.

Que buceta tesuda filha da puta essa minha!! Não podia aguentar a uma chupadinha de merda!?! Fred me fez perder o rumo e o jogo. Meu amorzinho malvado ria sem parar. Festejava antes mesmo de jogar.

- Ahhh! Tá rindo neh, seu viadinho!! Tu num jogou ainda!! Falei ofegante depois da gozada que acabara de ter.

- Perdeu Sibila, perdeu!! É hoje que como esse anelzinho!!

Isso me deixou ainda mais intimidada, teria que apelar pra vencê-lo. Então escolhi uma música curta porém com sequências muito difíceis: Misirlou!!

A única coisa que me salvaria seria caprichar num boquete dos deuses, daqueles de deixar o garoto sem forças. Em seguida, meu loirinho lindo se preparou pra sua jogada tirando a cueca e sentando no sofá. Imediatamente joelhei em frente aquele mastro rígido e imponente do meu mozi e esperei o start.

Quando ele iniciou o jogo, chupei o pau dele com gosto. Fiz o melhor que pude, mas Fred se manteve firme na jogada, poucas vezes escutei o som das notas falhadas. Mesmo se contorcendo de tesão o bravo guerreio resistiu. Não deu outra! Meu amor me venceu de lavada. O filho da puta conseguiu segurar a gozada!!

Puta que o pariu!! Eu não tinha pra onde correr. Na mesma hora Fred ordenou:

- Sibila, é agora!! Fica de quatro aqui no sofá pra mim!!

Ai meu deus!! Me deu um friozinho na barriga quando ouvi aquilo, mas obedeci e fiquei na posição pra ele. Fred fissurado pra invadir meu rabinho deu uma bela cuspida no meu rego babando bastante meu buraquinho virgem. Segurou minha cintura botou a cabeça na portinha lacrada e empurrou seu pau com força.

Não vou negar que mesmo doendo, senti um tesão do cacete, a bucetinha esquentou! Porém, não entrava nada no meu cuzinho, quanto mais ele forçava, mais eu trancava o botão. Nesse momento falei exaltada com ele:

- Para mozi que tá doendo!!!

- Relaxa que vai!!... Vou devagarzinho agora...

Mas num foi isso que ele fez. O filho da puta me segurou com muita força pela cintura e empurrou com violência. Gritei horrores!! Nem liguei se os vizinhos iam escutar meu escândalo, a cabeça tinha entrado um pouquinho e senti as pregas rebentando. Doeu pra caralho!! Gritei mesmo!

-PARAAA!!... NUM AGUENTANDO NÃO!!...TÁ DEMAIS!! CHEGA MOZZI!!

Dei um pulo do sofá, Fred não conseguiu me segurar e fui pro meio da sala com a boca arreganhada chorando de dor. Eu não estava aguentado o pau dele no meu cu não!! Meu namorado entesado me abraçou, enxugou meu rosto e insistiu:

-Poxa Bilinha!! Deixa vai, pela última vez... Prometo que quando doer eu tiro!!... Por favor!!

-Não acredito mais em você Fred, meu cuzinho tá muito dolorido, hoje num vou deixar mais não, nem tenta...

Mas como tem coisa que só acontece comigo. A campainha tocou naquele exato momento. Meu cuzinho tadinho, judiado pelo pauzão do meu namorado foi salvo pela campainha!! Fred ficou muito puto e correu pelado pra dentro do Ap.

Fui pro olho mágico e vi que era Andrea, a vizinha e amiga que tinha chupado minha bucetinha com perfeição pouco antes de eu começar o namoro com Fred. Como éramos íntimas, ela foi até meu Ap totalmente à vontade como se ainda estivesse dentro de sua própria casa, vestida só de camisolinha. Então abri a porta totalmente nua e com um sorriso cheio de malícia pra ela, que me disse:

-Vim saber o motivo do escândalo!! Deu pra ouvir a gritaria lá de casa! Mas pelo visto, é putaria neh safada!!... Tô indo...

-Nãoooo!!... num vai agora não!!... Falei isso bem baixinho e puxando-a pra dentro pelo braço.

Andrea, entrou e sentou. Fechei a porta. Para provoca-la, sentei no braço do sofá e abri as pernas pra amiga. Deixei minha buceta bem exposta pra ela.

Nessas alturas, Fred deveria estar muito puto. Mal ele sabia que as coisas iam dar uma guinada em favor dele, pois meus objetivos se tornaram os mais devassos. Então disse a ela:

-Andrea, perdi meu cu pro Fred no jogo!! Mas doeu tanto que corri do pau!!

Minha amiga era mais velha que a gente e bem mais experiente, disse me sacaneando:

-Se deu mal no joguinho da safadeza heim!!!... Usaram gel pelo menos?!

-Só saliva e melzinho de buceta!!... Andrea!! Por que tu não ensina pra gente como mete no cu?!!...

-Só dou aulas práticas meu anjo!! Mas... deixa ver seu cuzinho, Sibila!!...

Disse Andrea, enfiando a mão no meio das minhas pernas. Ela sentia tesão só de ficar olhando, mexendo devagar na minha bucetinha. Porém diante da situação, ela quis examinar o meu botaõzinho. Deitei no sofá arreganhei as pernas o máximo que pude pra ela:

-Tá vermelhinho!! Tá dodói tá? Deixa eu dar um beijinho?!!

-Andrea! Esqueceu de Fred é?

-Chama ele, que vou mostrar como é que se faz!!!...

Levantei rapidinho e fui atrás de Fred. O tarado estava com o pau duro na mão, atrás da porta do corredor, observando, escutando toda conversa com Andrea, então disse a ele baixinho:

-Te peguei safado?!!... Escutando tudo quietinho aí heim!!!...

E ele me agarrou com vontade e todo assanhado me deu uns beijos e disse:

-Te amo, Sibila!! Era tudo que sempre quis!!... Meter em duas gostosas!!

O safado do Fred, mal chegou perto de Andrea, tascou um beijaço na boca dela e pegou em sua bunda gostosa com as duas mãos. Abracei meu amorzinho por trás e dei uns beijos chupadinhos em suas costas. Peguei e massageei seu pau duríssimo. Foi quando ele nos pediu:

-Chupa!!! As duas... Quero as duas chupando meu pau!!...

Eu e Andrea sentamos no sofá uma ao lado da outra. O taradinho sortudo ficou de pé em nossa frente e matamos ele de tesão com uma chupada sincronizada. As bocas macias, molhadas deslizavam no pau todinho, da cabeça a sua base.

O bichinho estava que não se aguentava!! Quando chupamos a cabeça de seu pau e nossas línguas se entrelaçaram misturando a chupada com nosso beijo. O safado foi ao delírio!! Gemia alto!!

Eu e Andrea nos alternamos entre chupar aquela pica todinha, as bolas e a cabeça. Deixamos o pau muito babado. As pernas de Fred tremiam, seu tesão era demais então disse sussurrando:

-Bilinhaa!! Posso colocar a camisinha?!!...

Me fez esse pedido olhando em direção ao rabão de Andrea. Amei ele me pedindo pra meter nela!!

Andrea entendeu logo o recado, se deitou no sofá com a bunda na beirada do sofá e as pernas pro alto ficando toda arreganhada. Deixou sua xoxota e cuzinho totalmente expostos.

Caí de língua na bucetinha depilada de Andrea!! Esfreguei a cara na xoxota suculenta e quente dela. Chupei, chupei com vontade aquela delícia rosada que rebolava na minha língua. Fred ficou louco vendo a cena, e enfiou a mão por trás na minha buceta e dedilhou meu grelo.

Andrea gemia de prazer, provocando ainda mais meu Fred, que estava no limite de excitação e desesperado pra invadir o interior daquele anelzinho apertado.

Aproveitei para besuntar e massagear bastante o cu de Andrea com um dedo. Quando estava no ponto, peguei o pau duríssimo de meu namorado, conduzi ao cuzinho de Andrea e fiquei observando. Foi coisa de tirar do sério!! Ver o pau de Fred entrando naquele cuzinho apertado e Andrea se contorcendo de tesão me deixou louca.

A carinha dele!! Minha nossa!! Vê-lo foi a melhor parte, foi delicioso. Minha bucetinha tinha um coração próprio!! Como latejava!! Como babava!!

Aos poucos Fred fez com Andrea o que deveria ter feito comigo. Ele forçava a pica e tirava e tornava a forçar pra enfiar mais fundo. Assim ele foi metendo seu pau todinho dentro do cuzinho dela até começar a estocar com vontade. Que loucura!!! Ele parecia um animal urrando de tesão!

Eu esfregava meu grelo com vontade. Minha buceta estava inchada. Que delícia!!! Tão macia, tão úmida, tão quente e latejante!! Impressionante como ela é capaz de me causar sensações tão deliciosas... Amo amo amo minha xoxota tesuda!! Ela é demais!!!

Aquela visão de Andrea concentrada esfregando seu grelo freneticamente durante naquele anal perfeito, provocava em minha bucetinha uma intensidade sensações enlouquecedoras. O cheiro delicioso de sexo infestado no ambiente e mexia ainda mais com meus instintos de fêmea no cio.

De repente Andrea começou a se contorcer e gemer alto, exaltada. A safada estava gozando, Fred se entregou e gozou como um touro dentro do cuzinho da minha amiga.

“Ai Fred!! Que delícia você!!! Tu gozando é a perfeição!! A coisa mais linda de se ver, de sentir”...

Eu não resisti vendo os dois em êxtase e esfreguei com mais intensidade meu grelo teso. O clímax do meu tesão trouxe de dentro de minhas entranhas as mais deliciosas pulsações de minha buceta. Aquelas deliciosas contrações desordenadas consumiram todas as minhas forças e me deixaram de pernas bambas, boca seca e coração disparado!!

Naquela tarde passamos longas horas trepando como animais na sala do meu Ap. Foram gozadas intensas, perfeitas. Quando acabamos, estávamos exaustos.

Enfim, mesmo sentindo um desejo louco por um anal, morrendo de vontade e tesão ainda não consegui fazer...

Depois disso Fred continuava subindo as minhas escadas, porém entrava na porta da frente a porta do Ap da safada da Andrea que tomou meu namorado com aquele cuzão gostoso dela.

Mas, tudo bem! Encontrar namorado nunca foi um problema pra mim. Afinal são poucos os que resistem as investidas de uma ninfeta voluntariosa, imprevisível, voluptuosa e de cuzinho virgem, como, Sibila...





ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.