"Os mais excitantes contos eróticos"

 

HA QUE SAUDADES DE SAO PAULO (Ela vei


autor: NEGROBOM
publicado em: 03/07/17
categoria: hetero
leituras: 265
ver notas


HA QUE SAUDADES DE SAO PAULO (Ela veio a Salvador me ter.) Primeira parte

Autor: NEGRO BOM DA BAHIA
Categoria: Heterossexual
Data: 012017 01:08:14

Assuntos: entrega., Prazer, gozadas, realização, Sonhos, Desejo,submissão, Sexo Anal, Penetração, Anal, Boquete, zap, net,encontros, Heterossexual


HÁ QUE SAUDADES DE SÃO PAULO!!! (Primeira parte)
(Ela veio pra salvador me ter)
Olá a tod@s desta página (grupo) de contos, eu sou o Gerson (nome fictício), já há um bom tempo gosto de lê e compartilhar contos eróticos, cheguei a ser até o personagem principal de alguns contos inscrito por uma ex.
Sou negro, 1,72cm, 86kls,mediano, tipo bem comum na Bahia, mais as mulheres sempre me diz que o meu sorriso é muito cativante e as que tiveram o prazer de provar, disseram que eu tenho um pau muito gostoso, grande e grosso, coisa que não acho, pois tem somente 17,50cm de comprimento por 08cm de diâmetro, mais isso não vem ao caso, pois é melhor ter um pequeno brincalhão do quer um grande bobalhão.
Mais vamos ao conto, sou diretor de uma instituição, sendo responsável pela comunicação da mesma, assim, utilizo as ferramentas virtuais para uma comunicação mais instantâneas, no início de 2014, o whatsapp passou a ser muito utilizado no Brasil, adquirimos um aparelho para podemos atender e das consultorias e informações nos feriados e finais de semana, no início relutei em usar o zap (ainda não sabia como funcionava direito). Outro diretor começou usar e adicionar todos os contatos do facebook, e-mail, relação de presentes em reuniões e assembleia, após o carnaval eu já estava familiarizado com o tal do zap, foi quando a diretoria decidiu que iria trocar de aparelho, pois este travava muito, passado o aparelho pra mim, troquei a imagem do perfil e o número, passando ser o meu e a minha foto, mais os contatos permaneceram, agora iniciarei o conto de fato.
Ao ligar o aparelho recebo um "BOM DIA NEGRO LINDO DA BAHIA", respondi e perguntei quem era ela (chamarei de Cris) se identificou vir que o seu número era de são Paulo, foi aonde ela me falou sou funcionária pública e líder sindical! Pedi para ser adicionada no facebook da sua entidade, já que estarei em salvador em breve e queria fazer algumas amizades prévias.
Falei que ela iria adorar conhecer Salvador, seus encantos, o que a Bahia tem e este NEGRO LINDO aqui também, ela disse que já conhecia Salvador, mais como das vezes que vieras foi a trabalho e corrida, não poderá conhecer a cidade e tão pouco um Negrão como eu, já que não foge da raça e achava os baianos a melhor referência da África no Brasil, que estava planejando vir a Salvador de folga e ficar uma semana conhecendo o que a Bahia tem e o que “este nego safado” tem e deve saber fazer bem e gostoso, depois disso trocamos outros números, e o face e nos falamos todos os dias, onde dizia os meus gostos sexuais e como gosta de transar.Fiz questão de relatar minuciosamente como há teria e que iria adora enrabar-la.
Ela me disse que eu era muito retado, safado e direto, que não gostava de fazer sexo anal, eu lhe perguntei se o retado que ela estava dizendo era o retado de baiano ou do Ceará, pois lá o está arretado era ficar muito tento sem coisar, eu disse que não seria o meu caso, pois baiano retado não fica arretado, disse a ela que depois que EU Á CHUPASSE BEM GOSTOSO NA POSIÇÃO FRANGO ASSADO, ONDE EU AO MESMO TEMPO EM QUE LHE CHUPASSE O CLITÓRIS IRIA INTRODUZIR DOIS DEDOS NA SUA VAGINA E OUTROS DOIS DA OUTRA MÃO NO SEU ANUS, FAZENDO MOVIMENTO CIRCULARES COM A LÍNGUA E DE ENTRE SAI COM OS DEDOS, VOCÊ IRIA GOZAR MUITO E IMPLORAR PRA QUE EU TE COMESSE LOGO, AÍ EU LHE COMERIA TODINHA, MAIS PRIMEIRO LHE ENRABARIA DO FRANGO ASSADO E SÓ DEPOIS QUE ENCHESSE O SEU CU DE PORRA E QUE LHE FUDERIA A BUCETA.
Ela ficou muda por alguns estantes e depois mudou de assunto, dias depois me mandou uma msg no zap, onde dizia Nego estou indo a salvador e quero ser sua. Falei que seria tranquilo e ela me pediu pra ver hotel ou pousada que fosse legal e batatinha no centro, já que as que lhe indicaram a ela, era em Itapoan/ Stela Mares e ficaria longe do meu trabalho, vir três opções e ela preferiu um hotel no centro, próximo ao campo grande, passado uns dias recebo uma msg dela, dizendo, nego embarco na terça, chego por volta de meu dia.Eu já tinha esquecido-me da vinda dela e estava uma semana de corre.
Cris é uma mulher negra, mineira, mais que mora em são Paulo há bastante tempo, seios fartos e bem rígidos e naturais (coisa que me chamou a atenção, pois aparentava ter mais de 50 anos, não me disse a idade nem sobre tortura anal), bunda de meia pra grande e dura, uma boca de veludo, um pouco acima do peso, mais não era gorda, coxas grossas e um enorme apetite (que só fui descobrir em Sampa).
Digo a Cris, poxa nega esta semana está punk, não poderei sair pra ele mostrar a cidade mais irei às noites ficar com vc! Ela chega as 13 hs e me avisa, cheguei e estou indo para o hotel,vou almoçar e da uma volta, vc me disse que há dois shoppings próximo, depois vou descansar um pouco e lhe esperar. As 17hs ela me manda uma msg, Gerson, meu Negro Bom da Bahia, vou tomar banho e descansar um pouco, não demore estou no quatro tal, seu nome está como hospede. Não consigo sair cedo, por voltas das 19:40 quando estou chegando no hotel ela me liga,
Paixão Kdvc, vai me deixar sozinha, eu digo calma delícia tou atravessando a rua, entrando no hotel, me identifico e subo, bato na porta e ela vem abrir de toalha, disse que tinha acabado de acordar, entro ela começa a me beijar e examinar-me cada centímetro e diz, nego vc é exatamente como esperava! Tocamos mais alguns beijos e ela com volúpia começa a tira toda minha roupa, se abaixa, toca, beija, cheira, lambe o meu pau e começa a me chupar que nem um bezerro desmamado, eu a seguro pela cabeça e digo calma, deixa eu tomar um banho, saiu do banheiro e ela está me esperando de toalha e duas taças com cerveja e diz, como não sabia se gostava de vinho, peguei cerveja, brindamos e depois coloco o pau dentro do copo e mando ela me chupar, ela gosta da ideia e toma toda a cerveja assim, depois volta a me chupar com volúpia me fazendo gozar fartamente e como ela não estava esperando o meu gozo, deixa a minha porra melar toda a cara dela, cabelo e seios, ela fica paralisada como se não soubesse o que fazer, coloco o meu pau na boca dela de novo e digo não era pra ter deixado cair uma gota, que isso não torne acontecer e lhe dou dois tapas na cara, assim acabei ligando a puta que estava meio de adormecida dentro dela.
Ela começa a implorar pra eu meter nela, dizendo me come, me come, há como quero sentir este pau na minha buceta, eu lhe digo agora não, já te falei sou metódico e há uma ordem, um ritual, me levanto e pego o óleo de amêndoas na mochila e começo a lhe fazer uma massagem nos pés e falo vc está muito tensa, vou lhe massagear toda e depois lhe meterei e saciarei a sua fome, massageou as pernas e coxas, braços, seios, ombros e barriga, mais não toco na perseguida, faço Cris vira de costa e repito à massagem dos pés a cabeça, ela relaxa, daí me concentro nas partes internas das coxas e lentamente começo a lhe tocar a buceta, primeiro nos grandes lábios e depois introduzo um e depois dois e três dedos, quando sinto ela ofegante e preste a gozar, coloco mais óleo de amêndoas sobre a sua bunda e introduzo tbm dois dedos no seu ânus e a fodo de dedos até ela gozar, viro ela de frente, mando ficar no frango assado, passo um pouco de óleo em meu pau que está duro feito uma rocha e sem ela perceber, introduzo de uma só vez no seu cu, sinto ela temer, solta um urro e diz, amor me enraba, me come, mais com muito carinho pois já tem anos que não dou o meu cu.
Depois de umas cinco bobadas a safada já me pedia pra meter com força e implorando pra eu não gozar logo, depois de uns dez minutos metendo com força e bem ritmado, passei há cadência as metidas e introduzir dois dedos de uma mão na buceta e com a outra lhe dava tapinhas na cara, depois passei há bulinar o seu pinguelo, a fazendo falar palavras desconexas, temer e urra, gozando freneticamente, acelerei as bombadas e gozo tbm no cu dela .
Fico imóvel deitado sobre ela até o meu pau já meio mole ser expulso pelo cu dela, ela se levanta meio torta e cambaleando, sentar no vaso expele a minha porra que minutos atrás inundava o seu rabo e depois toma banho, abro outra cerveja e bebo na garrafa mesmo e relaxo, ela sai e eu entro no banheiro, tomo banho, lavo bem o meu pau e falo se quiser pica na buceta me chupe e depois me coma (venha por cima de me). Ela como uma cadela no cio doida pra sentir a minha caceta pulsando em sua buceta, de pronto se posicionou de ajoelho e votou a me chupar.
Ao sentir que o meu caralho já estava a ponto de bala novamente me empurra pra cama pega uma das camisinhas que eu tinha deixado na cabeceira da cama, e se senta em minha madeira que apontava por teto, usando as mãos ela afasta os grandes lábios sentando de uma só vez, para, respira fundo e diz, Gerson vc é mesmo muito do retado, safado, vc não imagina o quando eu desejei, sonhei em ter este seu pau delicioso dentro da minha xaninha, ansiando estar pelaprimeira vez sentado, que eu lhe daria assim, nisso sinto a sua buceta mastigando o meu caralho que estava muito duro e pulsando na mesma sintonia do meu coração, lhe dou dois tapas na cara e digo, cala a boca sua puta, safada e come o seu macho, só quero ouvir agora os seus gritos, urros e grunidos de prazer, de quando for gozar.
Ela começa a me cavalgar, subindo e descendo bem lentamente no início saboreando todos os centímetros da minha rola, depois de uns três minutos assim, ela vai acelerando os movimentos e em estante já está pulando que nem pipoca na panela quente,
AOS URROS E GRITOS ELA ANUNCIA,AÍ NEGO TOU GOZANDO, HAAAAAAAA, TOU GOZANDO, UIIII UIIIIIIII UIIIIIII, GO GO GOZEIIIIIIIII E CAI SOBRE ME, sinto o seu coração disparado, e penso, agora vou matar de vez, deixar a minha marca, saiu de baixo dela, que deita de buço com a mão na buceta que ainda pulsa do seu gozo, DEITO SOBRE ELA E REINTRODUZO A MINHA CACETA DURA NA SUA BUCETÃO JÁ DILACERADA, ELA TEM UM CHOQUE DE 220VOLTS E AGORA PASSA A TER ORGASMOS MÚLTIPLOS, GRITANDO, URRANDO E CHORANDO, DIZENDO PALAVRAS INCOMPREENSÍVEIS, TAMPO LHE A BOCA, ENROSCO O MEU BRAÇO POR BAIXO DO DELA E SEGURANDO NO OMBRO DOU VÁRIAS ESTOCADAS COM BASTANTE FORÇA, FAZENDO-A TREMER EM GOZOS COPIOSOS, METO ASSIM POR UNS CINCO MINUTOS, VOU DIMINUÍDO O RITMO AO MESMO TEMPO QUE ELA VAI PARANDO DE CHORAR.
FICO EM PÉ, TIRO A CAMISINHA E ME MASTURBO, NÃO DEMORO E GOZO SOBRE A BUNDA DELA, QUE SE ARREPIA TODA AO SENTIR A MINHA PORRA ESCORRENDO EM DIREÇÃO AO SEU CU, E A SUA BUCETA! ESPALHO TODA MINHA GALA NAS SUAS COSTA E BUNDA, lhe dou um beijo bem demorado e vou tomar banho, deixando ela desfalecida na cama. Me visto, pego o meu kit de sobrevivência (varias camisinha tamanho extra G, sabonete liquido, gel lubrificante, óleo de amêndoas, pomada de xilocaína,desodorante, pasta e escovas de dentes. (P.s preciso compra um brinquedopara fazer DP nas mais fogosas) eremédios para dores de cabeça). Coloco na mochila, acordo ela com um beijo e digo tenho que ir minha delícia, gostosa, se prepare pra amanhã,
Ela levanta de um só pulo, fica torta e cai sobre a cama, me implorando pra eu ficar, lhe digo,vc já sabia que não poderia ficar, estou sem hálibe pra esta semana, calço os pés, ela me trás ate a porta, nos beijamos e saiu
Acordo no dia seguinte como está msg de Cris "BOM DIA MEU NEGRO LINDO, MEU DEUS DO EBANO, DORMIU BEM, SENTIRA SUA FALTA, QUERIA TOMAR LEITINHO AO ACORDA, VAI FICAR ME DEVENDO"
Eu, riu e lhe digo, mais tarde te darei o seu leitinho, ela fala negro vc é bem melhor do que pensava, adorei (mesmo toda dolorida e sentindo um certo incomodo) ser enrabada por vc, nego o que vc fez comigo, nunca tinha gozando tanto e não intenso, fiquei com medo de ter um troço, um ataque cardíaco.
Nego, quando vir a sua foto e que você era de Salvador, não tive dúvidas que a essência africana estava em vc! Riu muito e repetiu que eu teria a“ESSÊNCIA AFRICANA”, vc quer dizer o quer com isso!!!, Épor que tenho uma boa pegada, pois o meu pau é picorucho, tem só 17,50cm de comprimento por 08cm de diâmetro, ela rir e diz, VOCÊ É UM NEGRÃO DE ESSÊNCIA AFRICANA, E ESPADAÚDO, NÃO TEM MENOS DO QUER 20CM DE PICA, BOA E GOSTOSA. E TEM MAIS, VOCÊ SABE USAR O SEU BRINQUEDO COM MAESTRIA, COISA DE PROFISSA, NÃO É O SEU CASO, NÃO NÉ, EM, MEU NEGRO BOM DA BAHIA!
Tenho uma crise de riso e lhe digo que não, que somente sou um curioso e amante de uma boa trepada, e como um bom aluno, tiro aprendizado em tudo, contos, vídeos, conversas, o que sei e faço, aprendi fazendo e ouvindo com atenção às minhas parceiras, aonde descobrir que “O MEU MAIOR PRAZER VIRIA EM DA PRAZER”, nos despedimos e acertamos pra mais tarde continuarmos a nossa festinha.
Durante o dia ela resolve visitar uma família amiga que mora num bairro próximo ao aeroporto e depois iria ao Mercado Modelo compra algumas lembranças da Bahia,
As 17hs lhe mando uma msg dizendo "OI MINHA PUTINHA DELICIOSA, BOQUETEIRA SAFADA, O SEU MACHO VAI CHEGAR AS 18HS, ME ESPERE JA SEM CALCINHA E SEM SUTIEN, OU MELHOR FIQUE LOGO NUA, POIS CHEGAREI COM FOME."
Chego no hotel, subo para o quarto, bato na porta, ela a abre só de toalha com um sorrisão na cara e diz, já que meu macho me disse que estaria com fome, pedi o jantar pra nos dois, e me diz, meu macho gostoso vai querer jantar agora ou depois, eu lhe digo primeiro quero comer e depois janto e comerei de novo, sou guloso, tenho um bom apetite.
Faço-a sentar na cama, boto o pau pra fora e ordeno que me chupe, ela como uma putinha obediente que era, passa a lamber a glande do meu pau fazendo movimento circulares com a língua e depois de deixar todo salivado enfia todo na boca, faz movimentos rápidos de vai e vem no maior frenesi, chegando até se engasgar! Tira o meu pau da boca e com os olhos cheio de lágrimas, me diz, eu precisei dele aqui de manhã pra escovar os dentes e depois tomar leitinho, começa a beijar, lamber todo o meu pau da glande até a base junto aos ovos, enfia de novo na boca e chupa gulosamente, sinto que vou gozar, seguro ela pelas laterais do rosto e a suspendo, dou alguns tapas na cara e digo está gostando do pau duro e gostoso do seu macho, beijo-a,ao mesmo tempo que tiro toda minha roupa, deito-a na cama, beijo-lhe a boca, chupo seus seios com energia, lhe tirando gritinhos e suspiros de prazer, vou lentamente seguindo em direção a sua bucetona, chupo-a com volúpia, fazendo ela tremer e urra de prazer, me segurando pela cabeça e puxando pra dentro da sua vagina, após alguns minutos ela goza e tem uma crise de risos, me levanto do chão (estava de joelhos),
DEITO NA CAMA E CHAMO-A PRA CIMA DE MIM, ELA DE PRONTO SE POSICIONA PRA SENTAR NO MEU CARALHO DURO, DIGO AINDA NÃO, QUERO QUE SENTE NA MINHA BOCA, CHUPO OS GRANDES LÁBIOS VAGINAIS E DEPOIS ME CONCENTRO DO PINGUELO QUE ESTÁ DURO QUE NEM MEU PAU, RECEBO QUE ESTAR PRA GOZAR, FAÇO A VIRÁ E INICIAMOS UM GOSTOSO 69, APÓS ALGUNS MINUTOS ELA GOZA E TENTA SE LEVANTAR, EU NÃO DEIXO.CONTINUO A LHE CHUPAR E FAÇO MOVIMENTO PRA ELA CONTINUA A ME CHUPAR TBM, FICAMOS ASSIM POR MAIS ALGUNS MINUTOS E ELA VOLTA A TER OUTRO ORGASMO, SAIU DE BAIXO DELA, ABRO AS SUAS PERNAS NA POSIÇÃO FRANGO ASSADO, COLOCO A CAMISINHA, LHE BEIJO COM MUITO FERVOR, ONDE ELA ACHA QUE VOU FUDER A SUA BUCETA, INTRODUZO MINHA PICA TODA DE UMA SÓ VEZ NA BUCETONA DELA SOMENTE PARA LUBRIFICAR E DEPOIS TIRO E METO DE UMA SÓ VEZ NO CU, ELA CHORAMINGA E ME DIZ POXA NEGO EU LHE PEDIR QUE COMESSE O MEU CU COM CARINHO, POIS TEM MUITO TEMPO QUE NÃO DOU, PERGUNTEI SE QUERIA QUE TIRASSE E ELA DIZ QUE NÃO, POIS SEI QUE VAI QUERER COMER DEPOIS, SÓ QUERO QUE FIQUE PARADO PRA EU RELAXAR E ME ACOSTUMAR, DEPOIS DE UM MINUTO SINTO O MEU PAU SENDO SUGADO, OLHO NOS OLHOS DELA E FALO A MINHA VADIA NÃO CONSEGUIU FICA IMÓVEL, GOSTA DE MASTIGAR O CACETÃO DO SEU MACHO NÉ CADELA, PASSO A BOMBAR O SEU CU E AO MESMO TEMPO A BEIJANDO E ACARICIANDO SEUS SEIOS E ELA SE SIRIRICANDO, VOU GRADATIVAMENTE AUMENTANDO A VELOCIDADE DAS ESTOCADAS ATÉ QUE ELA COMEÇA A REBOLAR NO MEU PAU, URRANDO, GEMENDO E DIZENDO QUE IRIA GOZAR E QUE QUERIA QUE EU GOZASSE JUNTO, METO COM MAIS FORÇA E ELA TEMENDO QUE NEM VARA VERDE GOZA E MORDE A MÃO PRA NÃO GRITAR MUITO ALTO. APÓS ELA GOZAR, INTENSIFICO AS BOMBADAS E GOZO GOSTOSO, ENCHENDO O SEU CU COM A MINHA PORRA,
Ela se levanta e vai ate o banheiro, sentar no vaso expulsa a minha porra que momentos atrás eu tinha gozadono seu rabo e depois toma banho,eu abro uma garrafa de vinho e tomo uma taça enquanto a espero pra jantar, ela sai do banheiro, eu tomo um banho rápido, só tendo o cuidado de lavar bem o pau, Cris, põe o jantar, enche as taças, saiu do banheiro e ele me diz, paixão, eu pedir frango grelhado com purê, arroz e legumes, comida bem leve pra não atrapalhar a nossa noite, jantamos, tomamos a garrafa de vinho e rimos muito, pôs ela me contou como foi o seu dia e as cantadas que andou recebendo, ela disse que na quinta queria jantar fora, onde eu falei que ali bem perto tinha um bar e restaurante bem legal, que inclusive, estava participando do concurso “COMIDA DE BUTECO” que poderíamos escolher o prato concorrente e votar, ao terminar o jantar, ligo a tevê e vejo um filme onde um cara esta metendo em uma negona que estar de 4, ela olha e diz, ele tem a mesma essência africana que vc tem, olha como ela grita de prazer, será que ele esta enrabando ela ou comento a buceta, eu digo, esta enrabando, igual como vou fazer com vc amanha, deixe mudar o ângulo da câmara e vc vai ver, ela rir e pegando no meu pau, diz, vc acabou com o meu cu ontem e hoje, não sei se conseguirei lhe da amanha, fala isso e já vai colocando o meu pau na boca e diz, quero que vc me coma de 4 e depois meta como fez ontem na hora que eu esta gozando e quase desmalhei, nisso me chupa com bastante volúpia e ao sentir o meu pau bem duro, já fica de 4 pra eu meter, meto muito por uns dez minutos e depois gozo e caiu por cima dela, ainda com o meu pau dentro, coloco ela de lado e passo a beijar a sua nuca e acariciar os seus seios e pinguelo, ela começa a fica ofegante, passo a me movimentar metendo e tirando ate gozarmos juntos de ladinho, adormecemos assim, grudado com o meu pau ainda dentro, acordo assustado com o despertador que já marcava 23hs, tomo um banho rápido, lhe dou um beijo e vou pra casa.
Na quinta, chego as 19hs e ela esta já me esperando na recepção, estava deslumbrante num vestido longo bem solto, com um decote generoso que teimava em deixar um dos seios quase todo a vista, usava um sutiem, um perfume bem gostoso, batom discreto e me disse ao ouvindo, estou sem calcinha, quero que na volta vc me coma no corredor, naquela janela que da pra ver a baia de tosos santos e os navios iluminados ao fundo, há digo, que isso seria tranquilo, pois acho que não terá ninguém circulado no corredor, ela quer pegar um taxi, onde eu digo, não precisa, é depois da esquina, viramos e descemos, ela pergunta, mais não é perigoso, eu a tranquilizo dizendo, que o restaurante é quase enfrente a um completo de delegacia e que os agentes e delegado, frequentavam este restaurante, chegando la, pedimos ao garçom duas skol bem gelada e o prato da comida de buteco, o garçom diz, senhor a cerveja é 600ml, eu digo eu sei, trás duas logo, bebemos e rimos juntos, o bar estava cheio, pegamos um mesa bem longe da cozinha e no canto, o garçom demorava muito pra vir a mesa, ela diz, agora entende o pq que vc pediu logo duas cervejas, nisso ela começa a alisar o meu pau, sobre a calca, depois pega a minha mão e passa na sua buceta, nem vir quando ela levantou o vestido, enquanto nos beijava, fui metendo os dedos na vagina dela já toda encharcada, que se contorcia de prazer, depois de longos 15min, o garçom vem com outra cerveja e diz, o prato sai em 15 mim senhor, oferecendo pastel de feijoada e de frutos do mar como entrada, aceitamos e chega em 3 mim junto com a cerveja, ela vai ao sanitário e ao volta me diz, que três homens tentaram lhe cantar e já dentro do banheiro uma mulher elogiou os seios dela e a bunda, onde ela disse que a mulher a falou, que Negão de sorte este, bem que eu adoraria poder mamar estes seus seios e a sua bucetona, ela disse que só riu e saiu rapidamente do banheiro, o nosso jantar já tinha chegado, jantamos, tomamos mais uma cerveja, fui ao banheiro e quando volto e peço a conta, ela diz, eu já paguei, vamos que com os olhares dos três homens que se insinuaram e da mulher que disse que queria fuder com ela, la no banheiro ela esta pegando fogo, saímos e subimos para o hotel, ao pegar o elevador ela já segura o meu pau e acaricia, peço o andar e já saiu do elevador com o pau pra fora da calca, vamos ate a janela no corredor que dava pra baia de todos os santos, ela se abaixa e enfia o meu pau todo na boca, suga com vontade, chegando se engasgar, deixando todo babado, eu mando ela vira de costa, debruçar na janela, levantar o vestido e meto de vez, ela da um gritinho e começa a me empurrar com a bunda e rebolando ao mesmo tempo, eu a seguro pelos ombros e dou estocadas fortes e profundas, ela treme e goza, me pedindo pra gozar tbm, eu passo a acariciar o seu pinguelo e cadencio as bombadas, ouvimos passos, ela goza novamente e nos recompomos e saímos rindo para o quatro, entramos e ela diz, poxa amor, vc não gozou, nisso ela senta na cama e me puxa, abre a minha braguilha, pega o meu pau e beija, lambe, sente o seu gosto e me chupa, fazendo eu gozar, aviso antes que ia gozar e ela diz, vc esta me devendo leitinho, esqueceu, quero beber todinho, ela continua com o um pau na boca e depois de engule todo o meu leite, volta a me chupar, meu pau fica duro de novo e eu sem lhe tira o vestido, introduzo o meu pau num frango assado (desta vez na buceta), beijo-a, depois afasto o meu rosto do dela e fico olhado as suas caras e bocas a cada estocada de eu dou, ficando assim por dez minutos, depois mando ela fica de 4, subo na cama e montado na costa dela, dou uns oito socadas e gozo, caindo ao seu lado, meu coração neste momento não batia mais e sim apanhava, quase saindo da minha boca, ela começa a me fazer carinhoe diz, cansou meu negro lindo, a noite nem começo, eu fico ali deitado descansando, e levando, tomo um banho e há digo, tenho que ir nega e amanha não poderei vir, terei uma reunião e não sei que horas vai acabar, ela diz poxa nego, vc não vai dormir comigo , nem um dia, estou indo sábado a tarde, quero vc de café da manha, almoço e lanche da tarde, eu digo, hummmmmmmmmmm, pro café não vai dá, mais vamos ver por almoço e lanche, lhe dou um beijo na sua boca ainda com gosto do meu esperma e vou embora.
No sábado só chego as 13;30 ela já fez as malas e me esperava já com o almoço, pelo ela pelo pescoço dou um beijo bem demorado e depois direciono a sua cabeça para o meu pau, pego o celular e começo a filma, ela diz, vcta filmando nego, eu falo pra guardar de lembrança, não de preocupe, não vai aparecer o seu rosto todo, só a sua boca, gostosa, ela me faz gozar, almoçamos e tomamos um vinho, depois de alguns minutos, digo que as imagens não ficaram boas e ela terá que repetir, só que agora, eu gravarei pelo celular dela e já no meu zap, ela volta a me chupar e depois de uns três minutos, há coloco no frango assado e fodo a sua buceta, fazendo ela gozar fartamente, ficamos um pouco deitados, ate que ela levanta e diz quero tomar cerveja num deu pau gostoso, abre a cerveja, põem no copo e vai botando o meu pau dentro e chupando o meu pau ate beber dois copos de cerveja assim, eu pego o celular dela novamente pra filma e digo agora quero lhe enrabar de 4 e filmar, ela reluta num inicio, eu lhe dou dois tapas e lhe digo, já te falei que puta minha tem que ser obediente, ela me coloca a camisinha, se posiciona e eu meto nela no cu ate eu gozar, deixando tudo filmado.
Tomamos mais duas cervejas e o hotel interfone avisando que já fechou a conta e o taxi estava chegando, peço pra ir com ela ate o aeroporto, ela me diz, não nego, não gosto de despedidas e este não será o nosso ultimo encontro.
Fomos conversando por telefone ate ela chegar ao aeroporto e neste meio tempo, eu fui andando da casa d’Itália ate o pelourinho, tirando fotos de pontos legais e turísticos e mandando pra ela, ao chegar em são Paulo ela me mandou um zap dizendo que adorou tudo e amor as fotos, pena que não pode passeia em salvador comigo.
Três dias depois ela me manda o zap, dizendo que já estava com saudades, que queria muito eu naquele momento com ela, e que embora tenha gostado, sentiu falta de poder ter dormido comigo, eu falei pra ela que na próxima eu dormiria, foi ai que ela teve o estalo, nego se eu lhe mandar as passagens vc vem passar um final de semana comigo, eu disse mais é claro, só que eu teria que ir numa quarta ou quinta, ela diz, certo vou providenciar, com dois dias ela me liga e diz em maio, vc poderia vir quando, eu disse só não poderia na semana do dia 16, pois seria o niver no meu filho. Ela viu as passagens pra semana seguinte, depois fui em junho pra virada cultural (niver dela) e setembro na semana da independência, mais ai relatarei estas fodas, num outro conto, pois este ficou muito longo.
Beijossssssssss deste Negro Bom da Bahia espero que tenha gostado!!!
Se gostou comente ai ou no email;negrobom35@hotmail.com




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.