"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Finalmente ela aceitou transar com o


autor: kaplan
publicado em: 05/07/17
categoria: hetero
leituras: 1317
ver notas



(escrito por Kaplan)

Ah, Vanusa... como você fez o Amadeu sofrer! Pobre rapaz, louco para ter uma linda noite ou tarde, ou manhã, o horário não importava, mas queria transar com você, afinal já tinham oito meses de namoro... e você ficou fazendo cera, enrolando... coitado!
Eu conhecia os dois e fiquei sabendo, por ele, da recusa dela. Ele começou a insistir desde o terceiro mês de namoro. Já tinham feito tudo que se podia fazer sem chegar às vias de fato. Ela já tinha pegado no pau dele, até dado uma chupadinha ligeira, ele já pegara nos seios dela, mamara gostoso neles uma noite, escondidos na escuridão do jardim da casa em que ela morava.
E ela o provocava, andando sempre de minissaias ou shortinhos, exibindo suas belas pernas, torneadas, queimadas de sol. Na casa dela tinha piscina, pequena, mas era legal e volta e meia ele era convidado para churrascos feitos pelo sogro. E o sofrimento dele, vendo a namorada em biquínis não muito pequenos, mas que o faziam suspirar pensando no que haveria por baixo daqueles pedaços de pano...
E aí, felizmente para ele, depois de oito meses, ela, finalmente, concordou. E foi uma surpresa, porque ele não sabia que os pais dela tinham viajado num fim de semana e ela ficara sozinha em casa. Quando ela telefonou para dizer que o pai o tinha convidado para mais um churrasco, ela estava nua, quase se masturbando, porque tinha resolvido que ia transar. Não era a primeira vez dela, ela não era mais virgem, outros namorados já tinham rolado com ela na cama. Mas era a primeira vez dela com o Amadeu, e o tesão entre os dois estava no máximo possível, daí sua mão esquerda estar “passeando” pela xotinha enquanto ela segurava o telefone com a mão direita.
Ele concordou, jamais diria não a um convite do futuro sogro, que acreditava ser o maior e melhor churrasqueiro da cidade.
Ela se aliviou um pouco, depois entrou para um banho, perfumou-se toda e colocou uma lingerie para receber o namorado. Que quase caiu duro quando ela abriu a porta e ele a viu só de calcinha e sutiã na sua frente.
- Mas o que é isso, Vanusa?
- Estou sozinha em casa, meus pais viajaram e só voltam amanhã. Estou aproveitando a chance para te dizer que hoje eu quero transar com você. Quer?
- Não brinque comigo, sabe que é o que eu mais quero.
- Então deixe eu tirar sua roupa.
E começou, ele assistindo extasiado, sem acreditar que estava acontecendo. E ela, pegando no pau dele, chupou-o com a vontade de um tesão reprimido por oito meses. Deixou o pau dele todo babado. Amadeu não se cansava de passar a mão nos cabelos dela, e murmurar coisas que ela mal conseguia ouvir, de tão baixo ele falava.
Ele se deliciava com o primeiro boquete de verdade que ela lhe fazia. Tirou o sutiã dela, os seios eram deliciosos, ele sabia disso e não perdeu tempo em mamar neles. Mas lá embaixo ainda era um segredo e por isso, ele se apressou a tirar a calcinha dela. Era a primeira vez que a via inteiramente nua. E babou de admiração! Que gostosura era a sua namorada!
Foi conhecer as áreas ainda não exploradas. Beijou-lhe a xotinha e depois deu um trato dos bons, lambendo, chupando e enfiando seus dedos nela, arrancando os primeiros gemidos da Vanusa.
Comeu-a, em seguida, do jeito que ela queria: frango assado. Ela gozou, e ele logo depois também gozou.
- Tem certeza de que seus pais não virão?
- Tenho, eles só chegarão amanhã.
- Então, vamos passar o dia inteiro, assim, pelados e transando?
- Este é o plano!
Foram mais três ao longo daquele dia. E ele ainda dormiu lá, só foi embora no domingo cedo, antes que a cidade despertasse e ele fosse visto saindo da casa da namorada.





ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.