"Os mais excitantes contos eróticos"

 

O Amigo


autor: Ninfa_sensual
publicado em: 06/07/17
categoria: hetero
leituras: 1052
ver notas


Olá pessoal esse é meu primeiro conto, espero que gostem. Esse fato aconteceu comigo.

Sou morena, tenho 1,60 de altura olhos castanhos e cabelos cacheados. Sou do tipo "corpudinha" seios e bumbum avantajados.
Tudo começou em uma balada encontrei um amigo que a muito tempo não via, ele é branco,olhos claros, 1,75 de altura do tipo "esportista" corpinho definido e um cadete estrondoso trocamos telefone e tudo mais e ficamos na balada. No dia seguinte recebo uma mensagem dele dizendo que queria me ver pra continuar o que começamos ontem eu prontamente atendi o pedido dele tomei um belo banho coloquei minha melhor langerie e fui. Chegando lá sem muito rodeio começamos a nos pegar ele me encostou na parede ali na cozinha mesmo me segurou pela cintura e uma mão na nunca é me beijando intensamente sussurrou ao meu ouvido, hoje vou te comer gostoso sua vadia safada, voce vai fazer tudo que eu mandar ta ouvindo sua puta confesso que fiquei meio assustada pois sempre fiz aquele sexo básico, mas aquilo me excitou demais e só concordei com a cabeça, dali ele me levou pelos cabelos para o quarto e ordenou que eu tirasse toda minha roupa e ficasse de costa para ele, logo eu fiz e perguntei o que ele iria fazer comigo, ele respondeu "vou te comer como nenhum outro homen comeu" "vou te deixar do jeitinho que eu gosto" ele me segurou pelo cabelo e deu três tapas bem fortes na minha bunda e disse é assim que você vai ser tratada, minha puta, porque é isso que você é agora, minha puta e forçou meus braços para baixo fazendo com que eu me ajoelhasse diante dele e tirou seu cacete enorme da cueca boxe, já latejante e disse tá vendo essa rola, é ela que vai te rasgar inteirinha hoje, agora vai engole ela todinha. Na hora fiquei abismada com o tamanha daquilo devia ter uns 23cm, e eu comecei a chupar aquela rola deliciosa e me acabava nela chupava intensamente, fazendo movimentos circulares com as mãos e ele disse olha pra mim eu fiz que não com a cabeça ele interrompeu e me deu um tapa na cara e disse eu não estou pedindo estou mandando e comecou meter freneticamente em minha boca até eu engasgar. Eu fiquei sem reação pois nunca tinha apanhando antes de ninguém, mas o mais estranho pra mim naquela hora era estar gostando de ser tratada assim , me punia mentalmente por passar por aquilo e sentir um tesão descomunal e ele dizia: você gosta né de ser tratada assim, no fundo você é uma vadia mesmo, e eu ? Bom eu não podia negar que estava gostando daquilo e decidi me entregar a ele e não mais me castigar. E depois de um delicioso boquete que o levou ao delírio, ele se dedicou um pouquinho a mim, me presenteou com sua língua dentro de mim aaah que delicia aquela língua me levou ao orgasmo sem muito esforço pois já estava molhada de tanto tesão ele deitou e mandou que eu cavalgasse ah princípio eu obedeci e fui devagar pois aquela rola grande e grossa entraria em mim e quando ia descendo lentamente ele me puxou com força pra baixo dizendo puta minha não tem frescura de ir com calma não, puta minha tem que sentir dor e naquela hora eu senti aquela rola enorme adentrando e me rasgando que tesão aquela dor era maravilhosa eu nunca pensei que sentiria prazer em sentir dor. E ali eu cavalguei bem gosto levando ele ao delírio e dizendo me fode, fode com força ele disse você quer força, então força terá e subiu em cima de mim e começou a bombar freneticamente e mais forte e ritmado tirava tudo deixava a cabecinha na entrada e soca sem pudor e eu gemia de dor e tremia toda e ele batia na minha cara dizendo você gosta né sua vadia, sua puta e me beijava. Depois ordenou que eu ficasse de quatro para ele que fico por alguns segundos admirando meu rabo ali exposto pra ele fazer o que bem queria e enterrou sua língua dentro de mim aquilo me fez gemer loucamente e me contorcer pedindo mais e mais e ele chupava intensamente e mordiscava os lábios e novamente me leva ao ápice e gozo em sua boca ele chupa tudinho sem desperdiçar nada e começa novamente bombar em mim com toda sua força e alternava com muitos tapas em meu rabo dizendo geme minha puta e eu gemia , gemia muito com tudo aquilo dentro de mim era uma explosão de sensações nunca havia me sentido assim. No final ele tirou seu cacete de dentro de mim e jorrou toda sua porra em mru rosto e minha boca, dizendo que uma boa puta engole toda a porra do seu dono e eu como boa puta que sou engoli tudinho sem desperdiçar uma unica gota.

Bom é isso, espero que gostem



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.