"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Fim de semana dos sonhos - parte 2


autor: tinatanya
publicado em: 08/07/17
categoria: hetero
leituras: 925
ver notas


Conforme narrei no conto anterior, eu sabia que o Stuart gostava de praticar sexo selvagem mas, nunca me passou pela cabeça que ele fosse adepto da prática de BDSM.
Pois bem! Após aquela pequena demonstração de preliminares tão intensas, tomamos um banho delicioso pra que eu pudesse me refazer do prazer sentido minutos antes, voltamos para o quarto nos agarrando, nos esfregando, como se quiséssemos entrar um dentro do outro.
Ele me mandou deitar na cama, amarrou meus pés e mãos bem esticados nos quatro cantos da cama e me mandou relaxar. Pegou um balde de gelo e foi passando por todo meu corpo, demorando-se mais nos lábios, nos bicos dos seios e no clitóris, onde fazia questão de alternar o gelo com o calor dos lábios dele. Eu apenas gemia e me contorcia, ali presa naquela cama, enquanto ele, explorava meu corpo com as mãos como eu jamais havia sentido antes. Eu já estava a ponto de explodir de gozo mas, ele sabia muito bem o que estava fazendo. Continuava aquela tortura erótica e sempre parava no momento certo, não me permitindo gozar. Depois foi a vez dos óleos. Ele começou a fazer uma massagem especial no meu corpo, começando pelos pés. Era muito sensual . Foi subindo aos poucos. Passou nas minhas virilhas, abriu meus lábios vaginais e deixou cair um pingo apenas bem em cima do meu grelo. Ficou esperando alguns segundos olhando de forma profunda nos meus olhos. Senti um calor queimando toda minha buceta. Esse calor subiu pra meu rosto. Minha buceta estava no limite. Pulsava e se molhava cada vez mais. Ele foi com os dedos espalhando esses líquidos por toda extensão da buceta até chegar no meu cuzinho. Ele foi acariciando meu grelo e socando um dedo no meu rabinho. Eu já estava fora de mim. Pedia pra ele terminar logo com aquilo. Ele parou ficou me olhando todo sério, foi no criado mudo, pegou um jogo de bolinhas tailandesas e foi socando na minha buceta uma uma. Depois, desamarou meus pés, levantou minhas pernas, me dobrando ao meio e passou a pincelar meu cu com o cacete já todo babado dos seus próprios líquidos que escorriam. Ele foi penetrando a cabeça do pau e tirando. Fez isso várias. Depois, sem me avisar, empurrou o cacete todo de um vez. Eu gozei imediatamente. O atrito do pau no meu cu com as bolinhas na minha xana me deixavam louca. Ele não parou. Ao contrário, acelerou mais ainda os movimentos. Parecia que estava desesperado. Gemia como um bicho no cio. Falava do quanto estava realizado. Dizia que meu cu era o mais gostoso, quente e apertado que ele já tinha entrado. Eu também fui ficando acelerada outra vez. Gemia alto e pedia pra soltar minhas mãos. Queria puxar seus cabelos. Apertar seus músculos, unhar suas costas...
Ele me soltou mas, me virou de costas, me colocando de 4. Pegou um gelo que tinha no balde em formato de pênis, Passou nos meus lábios, mandou que eu chupasse um pouco pra afinar a ponta e depois colocou no meu cu e foi socando lentamente. Tirava e socava. Tirava e socava. Eu lhe disse que ia gozar outra vez. Ele então , empurrou o gelo até o fundo com a ajuda do seu dedo médio que foi junto... juntou e apertou minhas nádegas por alguns segundos. Seu pau estava quase gozando sem ele sentir. Saía jatos de líquido dele. Meteu no meu cuzinho de novo. Ele de pé, por trás de mim , segurando minhas ancas e me fodendo com força, eu estava me sentindo no céu. Ele anunciou seu gozo. Sua voz saiu mais sensual ainda. Gemia alto e rouco. Falava palavrões sem sentido. Seu pau inchando no meu cu. Senti quando "cuspiu litros" de porra lá dentro que se juntaram com a água do gelo derretendo, fazendo um barulho estranho. Aí, Eu não resisti. Gritei bem alto:
- Me segura forte, Stuart, que vou ter o maior gozo da história.
Creiam amigos, foi mesmo. Gozei como jamais pensei que fosse capaz gozar pelo cu. Ele puxou as bolinhas da minha buceta e foi a sensação mais devastadora que ja tive. Caímos inertes na cama e ficamos deitados de conchinha por um bom tempo. Tomamos banho, fomos na cozinha comer alguma coisa, e voltamos pra cama, dando continuidade aos "trabalhos" daquele fim de semana que prometia ser inesquecível. Bjs!




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.