"Os mais excitantes contos eróticos"

 

enrabando amiga da esposa


autor: mcsouza
publicado em: 09/07/17
categoria: hetero
leituras: 5178
ver notas


Na maioria das vezes que minha esposa apresentou suas amigas eu comi algumas delas vou destacar esta ultima, “mês passado” ela se chama Eliane, baixinha + ou – 1,60 de altura, casada,43 anos, uma Bundinha bem empinada, cabelos loiros que chega na cintura, como ela começou a vim direto em casa e nas conversas, sempre sobre sacanagem, um dia ela comentou que estava precisando de 100 reais emprestado, e naquele clima de sacanagem, eu disse: te empresto se vc vim aqui amanha a tarde, minha esposa disse: toma cuidado ele vai estar sozinho e vai te comer, ela sorriu, e minha esposa, no clima da sacanagem disse: ta vendo “ li” ele esta querendo te comer se quiser pode vim que não vai ter ninguém em casa elas deram risadas e no outro dia quando foi umas 13 horas estava almoçando, quando chamaram no portão a minha esposa, fui atender e era ela Com a desculpa, perguntando se minha esposa estava, eu disse que não e pedi qe entrasse, ela entrou rápido e pediu um gole de agua, qe estava com a boca seca, servir- lhe agua e, quando foi colocar o copo na pia agarrei a por traz e abraçei bem forte pra ela sentir a pica que estava a ponto de bala, então ela virou pra mim e disse; estou precisando do dinheiro vc vai me emprestar? Balanceia a cabeça qe sim e fui pegando em seus peitos levantei sua camisa e agarrei naqueles peitos e comecei a chupa-los, ela disse; não sou nenhuma puta pra trepar por dinheiro e qe estou precisando muito e doida pra dar “uma” estou subindo pela parede de tanto tesão, mas não pensa qe sou puta, eu disse; fica calma não estou pensando nada, já fui descendo a mão pra sua bucetinha e mamava bem gostoso aqueles peitinhos, meti o dedo na buceta que estava toda melada, fui tirando sua camisa, beijei sua boquinha bem gostoso, metia o dedo dentro da buceta, ela gemia se torcia de tesão, tirei sua calca, deixando só de calcinha, era bem pequena preta, ela meteu a mão no zíper da minha calca e abriu, desceu ficando cara a cara com minha pica, tirou de dentro da calca pegou ficou olhando, abaixou a pele da cabeça, pondo- a pra fora e deu uma lambida,e colocou na boca, segurou no saco alisando as bolas e ficou chupando da cabeça até o saco, mas uma chupada alucinante com muita experiência e lambia a cabeça e descia ate o saco, ela chupava gostoso, ela deu uma olhada pra mim e disse goza na minha boca, quero sentir o gosto da pica na boca, vai amor, goza gostoso, mata minha sede de leite, não aguentando gozei uma quantidade enorme na boca dela que escorreu pelo canto da boca, deu aquela passada de língua nos lábios limpando o canto da boca e disse nossa amor, quanta porra, deitei- a no sofá, coloquei a calcinha de lado, enfiei a língua na bucetinha, toda lisinha, cheirosa, chupei o grelo que era enorme, nunca tinha visto um grelo tão grande, como uma mulher tão baixinha pode ter uma buceta carnuda com os lábios pra fora e aquele enorme grelo, uma buceta grande demais pro tamanho dela e chupava, enfiava a língua dentro, e sugando aquele grelo e néctar, desci pro cuzinho, chupei, enfiei a língua naquele monumento de buceta, enfiei um, depois dois dedos no cu, ela ficou louca e começou a gemer apertar as pernas, vai amor, vai, enfia tudo, vai, qe língua gostosa, vai amor, que vou fazer o mesmo qe vc fez comigo, gozou na minha boca agora é a minha vez, vai mais rápido qe vou lambuzar toda sua cara com meu melado, segurou minha cabeça apertando de encontro com sua buceta esfregava a buceta na minha cara até que gozou e deixou minha cara toda melada, sossegou por uns minutos e começou a chupar minha pica qe logo deu sinal de vida e pediu vem amor come meu cu primeiro, eu adoro uma pica no cu, gosto dele cheio de porra, coloquei ela deitada de barriga pra cima levantei sua perna deixando de frango assado e soquei no cu dela devagar e fui aumentando as socadas, ela gemia feito louca, colocou a mão na boca pra abafar os gemidos e dizia, vai amor, come gostoso meu cu, soca vai, quero tudo dentro, fiquei socando por uns cinco minutos gemia muito e disse; sai amor e deita na cama, fiz o qe me mandou, sentou em cima pegou na pica e colocou na entrada do cuzinho e foi descendo até entrar toda a pica, parou pra se acostumar, e começou a quicar quando cansava sentava e se esfregava na pica atolada inteira no cu, suava, gemia e começou a gritar, amor vou gozar, vou gozar e acelerou os movimento e pedia, vai soca com forca, arromba meu cu, vai qe tou gozando, acelerei as socadas com mais forca até, cair em cima de mim,gemendo, com sua respiração acelerada, coloquei ela de quatro e soquei na buceta, gemia bastante quase sem forca e dizia; não goza dentro amor, goza no cu, quero ele cheio, quando for gozar enfia no cu e enche de porra, comecei a socar com forca qe o barulho das batidas na bunda dela era alto quando estava pra gozar tirei e soquei duma vez e forte no cu, deu um grito, de tão forte a socada no cu, ai amor vc rasgou meu cu, vai goza enche ele de porra dei mais umas socadas forte e segurei na cintura dela com tudo atolado dentro parado pra não gozar, ela percebendo começou a rebolar forte, vai goza, não segura, goza quero sentir vc gozando, enche meu cu de porra, ai não aguentei aquela reboladas e comecei a gozar forte e dentro do cu ,gozei bastante e cai em cima dela sem forcas ela deitou comigo, eu por cima com a pica enterrada inteira no cu dela qe foi amolecendo e ser expelido daquele cu cheio de porra, descansamos e fomos tomar uma ducha onde comi de novo o cu dela, se vestiu e disse; a próxima vez vai ser melhor, pegou o dinheiro e disse dia 10 eu venho pagar, deu um sorriso e foi embora, cara, ô baixinha pra ter fogo, se ela quisesse mais não sei o qe faria teria que chamar um delivery da farmácia pra trazer um azulzinho kkkkkk baixinha pra ter fogo levei uma surra, estava exausto.



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.