"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Consultora de TI


autor: Lenhador
publicado em: 16/07/17
categoria: casual
leituras: 891
ver notas


Eliane era uma loira de encher os olhos e ferver a mente de um homem que gosta de mulher cavalona.

Loira e aos 35 anos era dona de um belo corpo com 1,70, 65kg olhos verdes, seios médios e uma bunda deliciosa que combinava com as belas coxas grossas e se movia de forma impactante.

Fora a simpatia e atenção Eliane tinha um grande “defeito” que eu tentava não pensar, pois ela é faz dança do ventre. Imaginá-la dançando já me fez sonhar muito.

Uma vez na semana ela passa na empresa pra atualizar o sistema e sanar os problemas que por ventura tenha em cada setor.

Como estava calor no dia ela estava com saia e uma blusa com os dois primeiros botões desabotoados e cabelo preso deixando exposto um pescoço e uma nuca ambos perfumados e me rendi aos encantos. Enquanto ela tentava resolver o problema que eu tinha detectado no sistema fiquei de pé ao lado cobiçando aqueles seios escondidos pelo sutiã de renda branca e transparente que deixava ver o bico do seio rosado.

_ Teremos de ficar depois do horário, pois vou precisar resolver outros problemas antes do pessoal sair. Comunica ela

_ Sem problemas da minha parte Eliane. Colaboro

Como estava faltando menos de uma hora pra findar o expediente permaneci na sala que ela usava conversando sobre coisas rotineiras pra passar o tempo.

_ Você vai mesmo ficar me fazendo Cia? Pergunta ela

_ Acha que vou te deixar escapar e com isso me enrolar até semana que vem espertinha? Rio e sou acompanhado

_ Nem enrolo. Ela fica mesmo linda sorrindo

_ Acho muito cansativo isso de TI embora o retorno financeiro seja bom. Puxo assunto pra parar de pensar em sacanagem com aquela mulher

_ Concordo, mas compensa. Ela começa a explicar um pouco sobre a rotina de trabalho

_ Mas como você faz pra relaxar? Pratica esporte? Tento conhecer um pouco mais sobre Eliane

_ Só faço dança do ventre e cuido da alimentação. Informa ela

_ Agora compreendo por que você está sempre em forma. Elogio abertamente

_ Obrigada, mas não sou isso tudo não. Ela sorri

_ Ah sim não é mulherão e nem causa engarrafamento nos corredores da empresa. Faço cara de inocente e ela cai na gargalhada

_ Vocês homens não podem ver uma mulher que pensam em sacanagem. Recrimina-a

_ Não penso em sacanagem quando vejo você. Olho-a nos olhos

_ Por que não? O que você pensa a ponto de ser diferente? Ela fica curiosa

_ Você é bonita e tem belo físico, más sexo seria a última coisa que pensaria sobre você. Ligeiramente menti

_ Sério? Não te agrado? Ela agora nem estava mais mexendo no notebook envolvida com o que eu tinha falado

_ Sou do tipo raro que quando está com uma mulher está com ela pra ela e não pra si mesmo ou seja penso no cuidar, dar prazer e satisfazer. Explico

_ Você é mesmo de verdade? Ela pergunta mordendo os lábios e passando a mão pela nuca e pescoço.

Sinal de que a mente estava mesmo fantasiando e eu estava acendendo a tecla tesão dela.

_ Não sou do tipo egoísta que ao estar com uma mulher só pensa em si mesmo, sendo franco sou tipo um artesão criando obra de arte e com isso amo acariciar, beijar e sair explorando o corpo feminino todo sem pressa e de forma bem intensa. Literalmente incendiei a mente da loira

_ Paraaa... você é um perigo. Implora ela

_ Nem fiz nada. Sorrio a fitando abertamente e notando os mamilos durinhos e o rosto já corado pelo desejo

_ Você não precisa tocar em uma mulher para despertar desejo nela. Explica ela

_ Um simples homem como eu não iria despertar desejo em uma mulher tão exigente como você. Uso do que tenho de melhor que é habilidade em palavras

_ Você desperta um tesão diferente onde instiga a mente e não da paz enquanto não te provar. Ela agora me olha como fêmea no cio

Já se tinha passado mais de 1h do expediente normal e nem tínhamos notado a sirene. Ela levanta e vai até a porta olha o corredor já escuro e se volta pra mim soltando o cabelo e ao mesmo tempo tranca a porta.

Sem tirar os olhos de mim começa a dançar lentamente enquanto caminha na minha direção vai tirando a camiseta e depois a saia ficando apenas em peças intimas e senta no meu colo de frente pra mim e me beija e crava as unhas na minha costa causando dor e prazer.

_ Despertou tesão agora me satisfaça moreno. Ordena ela

A pego no colo e coloco sentada na mesa e caio de língua na buceta rosada e lisa com cheiro de pitanga silvestre.

A cada linguada e carinho punha meu empenho em dar o máximo de prazer a bela loira que me excitava ao ponto de ter orgasmo só de sonhar.

_ Vou te lascar toda loira. Aviso-a e ela apenas abre ainda mais a buceta deixando o acesso totalmente livre pra minha língua e dedos habilidosos.

Não demorou veio o primeiro orgasmo fui subindo a língua até os seios e fiquei fascinado com a perfeição deles. Mamilos tão sensíveis que a fiz gozar novamente só acariciando eles com a língua.

Posicionei-me por traz dela e fiquei bolinando o grelo dela até que ela não se contendo teve orgasmo tão forte que ejaculou molhando o chão.

Sem dó atolei o dedo na buceta e depois fiquei lambuzando o cuzinho a deixando em chamas.

_ Safado eu nunca dei o cuzinho. Entrega ela

_ Hoje vai dar minha vadia. Alerto ela

Em seguida a faço ficar empinada na mesa e lambuzo ainda mais o cuzinho rosado e pra facilitar penetro a buceta com breves estocadas pra molhar o cacete e em seguida miro o cuzinho vigem e começo a explorá-lo aos poucos até boa parte do cacete estar dentro dele.

Em movimento bem intuitivo Eliane começa a rebolar enquanto geme de prazer acariciando os seios.

Aumento as estocadas e não demorado gozamos juntos e ela se joga na cadeira exausta, suada e bem gozada.

Continua...









ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.