"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Um Macho Tesudo


autor: MarcosDotado
publicado em: 17/07/17
categoria: gays
leituras: 837
ver notas


Tudo começou assim:
Eu tinha um amigo chamado Carlos que era muito gente boa, não o via a uns 4 anos mais ou menos, nunca imaginei que ele gostasse de transar com homens. Uma vez no intervalo de aula eu senti um apertão na minha bunda e uma voz dizendo: trabalha por que quer hein?
Quando virei era ele, mas nunca imaginei nada além de brincadeira.
Encontrei o Carlos (agora, depois de 4 anos), ele bateu nas minhas costas na rua perto da minha casa e foi bastante receptivo, só que a primeira coisa que ele me disse foi: Nossa! Sua bunda está cada vez maior... ficamos conversando um pouco e ele me deu seu endereço ele perguntou o que eu iria fazer no sábado, se eu não queria ir na casa dele assistir um filme e que ele morava sozinho, se eu quisesse dormir lá, entre outras coisas que me deixou encucado. Fiquei os dias até chegar sábado imaginando alguma coisa e fiquei com muito tesão.
Bom, chegou sábado e umas nove da noite fui pra casa dele, chegando ele estava com um amigo dele chamado Lucas, depois vi que era muito gente boa também, bebemos umas cervejas, umas batidas e conversamos um pouco.
Vamos assistir um filme? Disse Carlos... então pegou umas 4 fitas e pediu para escolhermos, entre elas havia uma pornô de Travestis e o Lucas disse:
- Olha, eu nunca assisti um filme com Travestis, vamos? Me perguntaram se eu topava e eu disse que sim.
Colocada a fita e começou o tesão subir, vi o traveco gemer com o pau do cara enterrado no traseiro e fiquei morrendo de vontade de dar a minha bunda.
O Lucas era muito discreto, mas o Carlos... eu pude ver o volume que estava na sua calça e ele alisando o pau. Depois de mais ou menos uma hora de filme o Lucas disse que iria até a casa dele (que era do lado) e já voltava.
Quando ele saiu, o Carlos tirou o pau pra fora e me disse: Cara, olha como eu estou! Acho que ele percebeu eu arregalando os olhos e quase babando com aquela visão. Então ele guardou o sua vara e levantou, o tesão era demais, eu estava sentado, ele chegou de pé na minha frente e tirou o pau pra fora, era muito bonito o seu pau... já estava duro feito pedra... aí ele pediu para eu pegar um pouquinho e eu não resisti...
Fiquei punhetando bem devagar sentindo aquela vara na minha mão... enquanto isso ele foi tirando a roupa. Perguntei se ele tinha camisinha e me deu uma que estava numa gaveta, meu coração estava disparado... coloquei no seu pau e comecei a colocá-lo na minha boca, chupei gostoso, o gosto da camisinha era um pouco incomodo... mas sabe como é né?
Precisamos ter segurança. Ele tirou minha roupa e quando foi descendo minhas calças e viu minha bunda ele disse: Nossa! Que delícia! Que bunda grande, dura e carnuda! Hoje eu vou me acabar... e caiu de boca, ele mordiscava, passava a língua em toda ela, no meu cuzinho... eu estava ficando louco, então ele disse: preciso te comer logo!
Não aguento mais! Pegou um KY numa gaveta, pediu pra eu ficar de 4 e começou a lambuzar o meu cuzinho, passou um pouco no pau que já estava com a camisinha e começou a forçar a entrada... aquilo era demais! Depois de mais ou menos 6 anos sem ser penetrado... foi muito gostoso.
Ele colocava com carinho... bem devagar... quando estava colocando a cabeça ele parava pra eu me acostumar e foi colocando o resto, aí foi uma delícia, aquele vai-e-vem maravilhoso, ele metia muito gostoso e dizia:
- Esta é a bunda mais gostosa que já comi em toda minha vida, e gemia muito.
Logo entrou o Lucas na sala e disse:
- Nossa vocês já estão brincando! Posso tirar as minhas fotos? Fiquei sem entender nada, ele não queria transar... apenar tirar fotos. Então ele pegou uma máquina e começou a tirar muitas fotos da gente, eu só pedi pra ele não tirar do rosto e ele pediu pra eu ficar tranquilo que ele não faria isto.
O Carlos continuava socando o seu pau no meu cuzinho e eu gemia feito louco, tirei um pouquinho aquela vara do meu cuzinho e pedi pra ele deitar... então sentei de frente no seu pau e senti cada cm entrando... comecei a cavalgar gostoso, depois mudei de posição, fui de costas pra ele. Eu gozei muito... nunca tinha sentido aquilo. O Carlos pediu pra eu deitar de frente, então ele levantou e dobrou minhas pernas e começou a enfiar, aquilo foi demais eu já não aguentava mais de tesão... não sabia se gritava, se chorava, pois já estava um pouco dolorido, mas ao mesmo tempo muito gostoso, então ele sentindo que iria gozar, tirou o pau, a camisinha e começou jorrar aquela porra no meu rosto... foi uma delícia.
Tomei um banho pois estava com muita porra no rosto e no peito, fiquei analisando o tamanho do estrago que meu amigo fez na minha bandeai quando saí do banho Lucas e Carlos estavam no sofá ambos de pau duro como era de praxe eu chupei os dois e eles gozaram na minha boca. Lucas não me comeu porque tinha marcado com noiva dele de irem para o motel, mas já deixamos para o próximo sábado novo encontro ai sim terei dois machos só para mim a noite toda já estou ansioso esperando este dia chegar.
Carlos me disse que sempre me desejou desde quando estávamos juntos e que valeu apena esperar, pois amou me enrabar. Eu também o queria mas resolvemos deixar pra outra oportunidade. Afinal fui pego de surpresa fazia anos que não tinha foda com macho algum. Aí sim vou me acabar comendo seu rabo gostoso tem que ser na base da troca é muito mais gostoso.

Se você gostou da minha aventura de um UP.





ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.