"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Meu padrasto me comeu e minha mãe viu


autor: princesadesampa
publicado em: 24/07/17
categoria: hetero
leituras: 7410
ver notas


Sou Cintia tenho 19 anos, sou gostosa, corpo bem sexy, pernas grossas, peitos médios e macios, uma bunda bem gostosa com marquinha de biquini, durinha, cabelos longos castanhos, adoro sexo safado e quente. Perdi a virgindade aos 16 anos com meu ex namorado, mas minha mãe pensa que ainda sou virgem, não tive coragem de contar. Tenho um padrasto desde meus 15 anos, muito gostoso, sensual e uma cara de safado que me deixa louca, vivo me exibindo para ele, com minhas roupas curtas e transparentes, como quem não quer nada, porém eu sei que ele adora, pois vive me olhando, mas continua me respeitando, sei que ele gosta que eu seja assim, isso o excita, pois toda vez que ele percebe que estou me exibindo, ele me elogia sem que me minha veja. Seu nome é Roberto ele tem 34 anos é muito divertido, é mais novo que minha mãe.
Numa dessas noites, minha mãe ainda não havia chegado do trabalho, eu aproveitei para me exibir para Roberto, coloquei uma saia bem curtinha, uma blusinha curta mostrando minha barriga, fiquei sem sutiã assim meus peitos ficariam bem aparentes, deitei no sofá e fiquei mexendo no celular, percebia que Roberto olhava para a Tv e me olhava disfarçadamente, eu estava adorando, cruzada as pernas e deixava minha blusinha bem colada no corpo para ,marcar bem meus seios, que já estavam com os biquinhos durinhos. Comecei a conversar com ele que me tratou com muita atenção e me encheu de elogios, eu estava toda cheia de más intenções e como Roberto não se manifestava fui logo partindo para o que eu queria, sentei ao seu lado para que ele me ajudasse em um APP no meu celular, disfarcei e passei a mão em seu peito por cima da camiseta, Roberto me olhou com uma cara de vergonha, mas com muito desejo. Eu puxei seu pescoço, dei lhe um beijo bem quente e molhado, fui mordendo seu pescoço, lambendo sua orelha, na hora seu pau subiu.
-Cintia, você é doida, sua mãe vai chegar daqui a pouco, não posso fazer isso!
-Bem você é quem sabe, pois eu estou doidinha por você há muito tempo e não estou aguentando mais!
-Você ainda é virgem, não posso fazer isso!
-Você que pensa, meu querido, já fiz coisas que você nem imagina, quer que eu te mostre!

Percebi que Roberto estremeceu e ficou com um olhar de lobo mau para mim, adorei, sentei em seu colo e continuei a te beijar, fui deslizando minhas mãos pelo seu peito até chegar no seu ziper e tirei sua bermuda, cai de boca no seu pau, comecei a chupar bem gostoso, me ajoelhei em sua frente e apalva suas bolas e colocava se pau na boca, até a garganta, sentia sua cabeça grande encher minha boca, Roberto gemia e se contorcia no sofá, segurava minha cabeça e acariciava meu cabelo, chupei e lambi toda sua pica, ele ficou doido, seu pau era enorme e bem gostoso, ele me puxou e começou para voltar ao seu colo, começou a me acariciar nas pernas, barriga e subiu até meus peitos, passava a mão e apertava, enquanto eu rebolava no seu colo, até que ele puxou minha blusa deixou meu seios bem na sua cara e começou a chupá-los, mordiscava e sugava meu mamilos, ao mesmo tempo apertava minha bunda, subindo suas mãos por baixo da minha saia, sentindo minha calcinha fio dental, que me deixava bem safada.
Ele perguntou se eu tinha certeza, eu disse a ele que continuasse. Continuamos, tirei sua camiseta, apertei suas costas e chupei seus mamilos, acariciei seu pau, apertava e acariciava sua pica, ele me colocou no sofá, arrancou minha saia e minha calcinha e me chupou com muita vontade, lambia toda minha xoxota, eu olhava todo seu desempenho com minhas pernas bem abertas, ele subia e descia sua língua quente e úmida esfregando meu grelinho com força, eu delirava, e apertava meus seios de tanto tesão. Eu queria mais, queria seu pau na minha boca, pedi para ele subir no sofá e fizemos em um 69 delicioso, sentindo aquela língua gostosa me lambendo e eu sugando seu pau, chupava inteirinho até o fim, apertava e sugava, eu já estava toda molhada, pedi para ele me foder:
- Me fode, soca seu pau na minha bucetinha, estou louca de tesão.
Fiquei de quatro no sofá enquanto ele colocava toda aquela pica enorme na minha buceta, neste momento percebi que minha mãe estava na janela olhando tudo, mas continuei, olhava para a cara do minha mãe e disfarçava, mas ela continuava a me olhar, eu sabia que ele estava doida de tesão e que a vontade dela naquele momento era de participar também, aquilo me deixava ainda com mais tesão.
Enquanto isso meu padrasto me fodia gostoso, eu rebolava no seu pau, ele sentou e eu fiquei de costas para ele com as pernas bem abertas e sentei naquele caralho grosso, eu subia e descia, ele apertava e batia na minha bunda, meus peitos pulavam, ele me colocou de frente, sentada em seu colo e chupou meus peitinhos bem devagar e foi colocando seu pau na minha xoxota bem devagar e depois socou com força, fez isso por várias vezes.
-Como você é gostosa! Que delícia de buceta!
-Me fode, gostoso, me fode muito. Estou adorando seu pau!
Que loucura de homem, ele me deitou abriu minhas pernas e socou e socou muito, eu estava doida para gozar, louca de tesão, ele alisava meu grelinho, dava uns tapinhas bem gostoso na minha bucetinha e continuava, socava seu pau, abria minha xoxota e esfregava meu grelinho, me alisava e socava, eu fiquei anestesiada e gozei, ele socou e bombou ainda mais depois que gozei e ele também gozou bem gostoso, me virei e olhei para a janela e minha mãe estava lá bem quietinha olhando tudo!
Corri para meu quarto e percebi que minha mãe depois de algum tempo entrou no meu quarto.
-Você não era mias virgem né?
-Não eu já tinha transado antes com meu ex namorado o Daniel.
-Escute, espero que tenha sido a primeira é a última vez que você e o Roberto transaram, não quero mais ver isso aqui em casa.
-Está certo mãe, isso nunca mais irá acontecer, foi a primeira e a última vez, eu prometo!




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.