"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Uma noite para se lembrar


autor: odeflor
publicado em: 24/07/17
categoria: aventura
leituras: 911
ver notas


Tenho uma amiga que sempre pede opiniões sobre seus namorados, ficantes e muitas vezes contas detalhes quentes de seus encontros, outro dia ela me confessou que saia com um rapaz bem mais jovem que ela e na hora H ele ficou todo atrapalhado e não sabia o que fazer e ela ajudou o coitadinho e deu uma aula de buceta a ele, ensinando o que uma mulher gosta na cama.

Ela é uma mulher com seus trintas e poucos anos e gosta de garotos mais jovens vive me perguntando do que eu acho do seus namorados. Eu como sempre ouço a não faço objeções afinal gosto é gosto mas eu prefiro da minha idade para não parecer que peguei para criar uma aventura até vai agora namorar fica mais difícil. Outro dia tinha uma festa na casa dela me convidou e falou que ia apresentar um amigo do seu namorado que gosta de mulher mais velha e que era um gato e mais jovem que eu.

Não estava muito interessada, como naquele final de semana ia ficar em casa sozinha resolvi aceitar, mas pedi para ela não ficar empurrando o rapaz para min. Cheguei no local por volta das 20hs a festa já estava rolando tinha umas 20 pessoas entre parente e amigos dela. Ela foi simpática me apresentou a todos por último e em especial e tal amigo que gosta de mulher mais velha o “Reinaldo”. Realmente era um gato um loiro cabelos curtinhos um pouco acima do peso umas tatuagens no braço e simpático, minha amiga apresentou e já nos deixou sozinhos na sala.

Eu fui de calça jeans apertada onde deixa em evidencia minhas saliências bunda coxas e uma blusa casual amarela, cor na qual gosto e me sinto bem com ela e claro sem sutiã, a blusa por ser fina deixava meus seios em evidencias coisa que os homens adora fica olhando.

Conversa vai conversa vem ele fala um pouco da sua vida eu falo um pouco da minha ele sempre me servindo cerveja petiscos e não aguento e pergunto a sua idade ele me fala que tem 26 anos bem vividos, gosta de conversar e estar com pessoas de maior idade que a dele acha as meninas da sua idade muito chatas e gosta das mais maduras e riu, acho que estava me cantando.

Logo a mão boba dele já estava na minha coxa que fiz questão de tirar e falei que não gosto de pessoas abusadas que avança o sinal, ele pediu desculpa e assim ficamos no bate papos e nada além disso.

Na hora de ir embora despedi do pessoal já era quase 01 hs da madruga ele fez questão de me levar até o carro pegou meu telefone e me roubou um beijo na boca de despedida, não gostei mas para quem estava sozinha na noite já estava no lucro.

No outro dia ao acordar por volta das 9hs meu celular já estava com mensagem dele agradecendo a noite desejando um bom dia, nem respondi fiquei na minha sabia que se respondesse ele ia ficar no meu pé imaginando que dei bola oportunidade para ele ficar em cima.

No final do dia ele novamente mandou mensagens e convidou para sair, estava disposta a não aceitar mas logo liga essa minha amiga dando uma de cupido e falando para sairmos os quatros juntos, eu ele ela e seu namorado irmos em uma pizzaria que iria inaugurar naquele dia e era de um amigo dela, falei que não ia ser uma boa mas ela insistiu e acabei aceitando, as 20hs passaram em casa e me pegaram.

Dessa vez não me arrumei para não provocar sabia que isso não ia acabar bem coloquei uma roupa básica, batom e perfume, somente o trivial para não chamar a atenção. Passaram em casa me pegaram e fomos uma pizzaria maravilhosa um vinho bom acho que até exagerei e assim foi, não rolou nada entre nós.

No final da noite me levaram em casa, cheguei meio bêbada acho que tomei vinho demais minha amiga me deixou na porta do prédio e o Reinaldo subiu comigo para não deixar eu sozinha e dispensou a carona, pois minha amiga ia dar uma esticadinha acho que ia no motel se divertir com seu namorado e o Reinaldo ia embora de taxi.

Entramos no meu apartamento eu meio tonta ofereci agua, cerveja para ele e queria mesmo era cair na cama e dormir descansar para ver se a mal estar passava logo, afinal amanhã era outro dia domingo e tinha muita coisa para fazer. O Reinaldo aceitou uma latinha de cerveja e sentou no sofá e ficou puxando papo comigo, falei que não estava afim e queria dormir já ia para cama ele podia tomar a cerveja e sair bater a porta sem problema.

Então despedi dele e fui para o quarto deitei na cama com a roupa e tudo, não vi mais nada só acordei no outro dia com o sol batendo na janela me acordando dando as boas vindas para minha surpresa e desespero estava pelada minha roupa toda jogada no chão a cama bagunçada fiquei apavorada o que tinha acontecido levantei olhei no espelho meus seios com marca de mordida e dolorido minhas coxas lado de dentro com marca de mordidas, passo a não na coxa tem algo sujo, passo na buceta esta melecada, camisinha jogada no chão, pego para ver esta suja acho que é de esperma de quem, entro em pânico quem estava comigo no quarto, vou até a porta esta trancada por dentro vou até o guarda roupa pego um roupão me cubro vou até a porta destranco e vejo na sala o Reinaldo dormindo só de cueca no sofá ai começo a tentar entender tudo devo ter feito sexo com esse garoto mas como se não me lembro de nada, vou até ele acordo ele toma um susto se levanta tenta me beijar não deixo e começo a fazer as perguntas uma atrás da outra.

Eu - O que houve aqui Reinaldo, fala o que aconteceu.

Reinaldo - Calma não houve nada de mais.

Eu - O que não é nada de mais para você, fizemos sexo como foi.

Reinaldo – Fizemos sim e foi uma delicia, que mulher quente insaciável.

Eu – Seu cachorro você se aproveitou que eu estava bêbada e me abusou.

Reinaldo – Foi nada, você que apareceu aqui na sala veio me beijando e tirando minha roupa.

Eu- Para com isso você esta me confundindo, esta tentando fazer com que eu acredito nisso.

Reinaldo – Claro que não tenho até gravado no meu celular você fazendo strip-tease em cima da cama.

Eu - Seu cachorro você me abusou, se eu tiver gravida vai ter que assumir não adianta sair fora.

Enfim todas as perguntas e resposta levavam para um mesmo caminho, fiz besteira agora não adianta chorar sobre o leite derramado é saber o que houve e consertar se é que dá para fazer isso.

Pedi para ele se vestir voltei para o quarto fui para o banheiro tomei um banho onde pude ver direito meu corpo e o estado que ficou depois da noite de sexo, mordida sei lá mais o que, depois fui preparar um café para nós e tentei entender o que tinha acontecido, pedi para ver o filme que ele tinha gravado no celular.

E foi verdade mesmo eu estava uma loba, acho que ele colocou algo na bebida que me deixou assim com aquele tesão e sem lembrar de nada do acontecido.

O filme começa assim eu estava em cima da cama com roupa dançando e mandando beijo para ele e tirando minha roupa ele me ajudando até uma hora que fico nua e começo a tirar a roupa dele. Ele me beija aperta meus seios me chama de vagabunda ai que vergonha uma mulher na minha idade fazendo isso, enfio a mão na sua cueca pego no seu pinto bato uma punheta começo a chupar enfio tudo na boca, ele geme e pede para eu parar senão vai gozar, paro fico de quatro peço para ele me penetrar sem camisinha e digo assim bem alto o som fica perfeito na gravação.

Eu- Vai seu moleque me come com esse pinto gostoso engravida a mulata, enche minha buceta de porra quentinha, aposto que nunca comeu uma mulher gostosa assim com esse bundão todo arrebitado para você, vem que estou com muito tesão.

Ele então enfia na minha buceta consigo ver meu corpo balançando ao receber aquelas estocadas do pinto dentro de min.

Ele aperta minha bunda minha coxa logo vejo ele gozando na minha bunda porra saindo daquele pinto e caindo na minha bunda escorrendo pelas costas coxas e batendo o pinto na minha bunda e falando assim.

Reinaldo- Que buceta quente apertada pensei que não ia conseguir tirar e encher essa buceta com minha gala, você é uma delicia esse bundão quero mais, a próxima quero no seus seios rosto mulata gostosa fogosa.

Assisto o filme e fico cada vez mais preocupada o que ele vai fazer com esse filme, o que fizemos a noite toda, o filme acabou o resto não sei o que aconteceu resolvi perguntei a ele o que mais aconteceu.

Reinaldo – Mulata foi uma noite maravilhosa vou contar tudo afinal você tem que saber de tudo, vai prepara o café para gente tomar que temos que recuperar as forças gasta na noite.

Nisso vou até a cozinha e começo a preparar o café ele senta na cadeira fica me olhando e fala.

Reinaldo – Nem no sonho ia imaginar o acontecido, foi muito bom que fogo de mulher, que corpo quente.

Eu- Vamos conta tudo quero saber detalhes por detalhes, depois vou ver o que fazer.

Assim ele começa a falar.

Reinaldo- Uma noite para se lembrar . . . . . . . Parte II





ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.