"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Meu primo comeu meu cu


autor: tinatanya
publicado em: 26/07/17
categoria: incesto
leituras: 4648
ver notas


Eu sempre gostei de sexo. Nem lembro quando foi que comecei a me despertar pra isso mas, o fato é que meu primeiro contato intimo com homem foi aos 14 anos. Eu gostava de passar minhas férias escolares na Fazenda dos meus tios,junto com meus primos. Nos divertíamos muito. Brincávamos de tudo que se possa pensar. A noite, sempre que brincávamos de "pique-esconde", meu primo Júlio Sempre queria se esconder junto comigo. Ele aproveitava pra ficar se esfregando em mim. E eu, claro, adorava sentir o roçar do Pinto dele na minha bunda. As vezes, trocávamos beijos as escondidas. Um dia, fui nadar sozinha no riacho, pois era cedo ainda, minha prima estava dormindo e meus tios tinham ido a cidade fazer compras. Achava que meus dois primos estavam na roça. Chegando no riacho, tirei toda minha roupa, ficando apenas com a calcinha, e sentei numa pedra pra tomar um pouco de sol e esquentar a pele pra poder encarar aquela água fria. De repente, meu primo Júlio surge na minha frente e diz que estava me esperando pois, queria me propor uma brincadeira diferente...Eu fiquei olhando pra ele esperando que ele se explicasse mas, ele resolveu logo agir. Veio com tudo pra cima de mim, beijando minha boca e me pressionando na pedra com seu corpo. Suas mãos rudes apertavam meus peitinhos ainda em desenvolvimento. Não gostei do toque dele. Estava me machucando. Puxei suas mãos pra minha bunda. Acho que ele entendeu errado minha intenção pois, passou a apertar com força minha bunda, parecendo que ia me rasgar ao meio. Senti seu pintinho (pude constatar depois que era um pintinho mesmo, ainda bem kkkk) super duro me cutucando a barriga. Tudo aquilo estava me incomodando... Ele era muito desajeitado. Mas, não sei porque, eu não quis parar. Ele foi descendo aos poucos, até seu pinto ficar de frente com minha bucetinha. Ele abriu o zíper da bermuda e tirou pra fora aquela coisinha minúscula e fina. Pediu pra meter em mim. Eu falei que era virgem. Que nunca tinha feito aquilo com ninguém. Que não queria de jeito nenhum. Foi aí Que ele me contou que tinha um jeito da gente brincar gostoso, sem tirar minha virgindade. Então, resolvi aceitar pra ver se seria gostoso mesmo pois, até agora, não estava gostando nadinha daquela brincadeira. Ele me virou de costas, me deitando sobre a pedra e me pediu pra abrir minha bunda com as duas mãos. Ele fez pontaria bem no meu orifício e empurrou de uma vez só. Senti uma queimação nas preguinhas do meu cuzinho mas, foi só isso. Seu pintinho era mais fino e menor que meu dedo médio. Fiquei esperando pra ver o que aconteceria depois. Ele perguntou se estava doendo,respondi que não. Então, Ele foi fazendo movimentos de entra e sai. Senti ardendo um pouquinho. Logo ele disse que estava gozando. Não entendi nada. Seu pintinho escorregou pra fora do meu cuzinho. Fomos pra riacho nadar. Não sei como foi aquele gozo dele. Não saiu nada de dentro de mim. Nem meu cu ficou machucado. Ele me procurou outras vezes pra gente repetir mas, eu não quis mais. Desde esse dia, fiquei tão desencantada que não quis mais nem trocar beijinhos com ele. Paramos por aí. Bjs!!!!



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.