"Os mais excitantes contos eróticos"

 

EXERCÍCIOS EXTRAS


autor: letty090
publicado em: 27/07/17
categoria: aventura
leituras: 1306
ver notas


Olá meus amigos.

Vou relatar outro conto, provavelmente verdadeiro, decidi compartilhar com vocês.
Eu sou a Letícia, tenho 26 anos, sou casada. Meu marido é um homem maduro, tem 42 anos, mas eu confesso que nunca fui uma esposa fiel a ele, sempre tenho casos e amantes, mas sempre por diversão e passatempo. Então vamos ao relato.

Depois da reforma de nossa casa, decidimos nos mudar para o condomínio, como não tínhamos amizades com as pessoas, decidimos deixar as coisas fluírem o mais natural possível e assim aconteceu. Com o tempo eu comecei a conhecer as pessoas, mas depois que conheci Priscila, confesso que ela foi a porta pra mim conhecer meu antigo personal trainer.

Pricila e eu nos tornamos ótimas amigas, talvez por ela ser 2 anos mais velha eu via nela algo diferente daquelas madames chatas e enjoadas do condomínio, a gente gostava de sair, ir ao shopping, ir ao cinema juntas, nos divertíamos muito.
Certo dia ela e eu decidimos fazer academia, parecia piada, mas foi sério, juntamos nossas roupas de exercícios e fomos motivadas rumo à academia no centro, combinamos que depois daquele dia nenhuma iria desistir, feito isso, conhecemos nossos personal trainer, o meu se apresentou por Fernando, um belo rapaz, alto, forte, tinha um belo sorriso, simpático, deveria ter pouco mais de 30 anos.
O tempo foi passando, a relação entre professor e aluna foi esfriando, certas aulas a gente pulava certos exercícios e ficávamos apenas nas conversas, muitas dessas conversas ele me fez  eu me apaixonar, mas eu sabia que ele era casado, mas não me custava tentar. Durante certos exercícios eu comecei a notar que ele começou a pegar na minha mão e muitas vezes me encoxava, mas eu fazia de conta que não ligava, nem contei a Priscila.
Cerca de 6 meses depois, eu decidi investir nele, comecei a ir de regata com decote, eu percebia que ele olhava de um jeito abusado, aquilo me dava tesão, eu sentia fogo na buceta. Uma certa aula, ele me encoxou, como não havia ninguém na área das esteiras, senti seu pau duro ao roçar minha bunda, ele disfarçou, deve ter ficado envergonhado porque percebi. Logo depois da sessão de esteiras, eu fui sacana, perguntando se ele queria ver meu corpinho nu pra ele, fiz uma cara de safada, ele me olhou de uma maneira que nem precisou responder com palavras, olhei o pau dele por baixo da calça, estava duro feito pedra, com cara de safado disse que haveria mais exercícios, eu estava com tesão, naquela hora o convidei para irmos a outro lugar, ele me encostou atrás de um cartaz, me deu um beijo e com uma mão passou na minha buceta, eu não resisti, me molhei.
Saímos da academia, entramos no meu carro e fomos a um motel, no caminho ele batia punheta, aquele pau me deixava maluca, eu quase bati o carro olhando aquele mastro com veias, ao chegarmos na entrada escolhi a suite mais cara, pois o exercício poderia ser longo e cansativo e queríamos descanso depois. Encostei o carro na garagem, sem descer, eu não me contive, deitei pra chupar o pau dele, ele gemia, fazia carinho em mim, queria gozar no carro mesmo, descemos e entramos no quarto, aos beijos, tiramos nossas roupas e fomos direto pra cama, ele começou a me lamber, chupava meus seios, mordia os bicos, foi me chupando até chegar na minha buceta, ele retirou minha calcinha com a boca, na hora que ela passou pelos pés, ele beijava meus pézinhos, lambia meus dedinhos, foi me beijando até chegar na buceta, eu não resistia, ele começou a brincar com o piercing que eu tinha na buceta, passava a língua, chupava minha buceta, eu fiquei maluca sentindo a boca quente dele, que delicia que foi. Nos levantamos e fomos pra uma mesa de sexo, eu coloquei camisinha no pau dele, naquele momento pude ver que o danado era grande mesmo.
Ele me deitou de barriga pra cima, foi metendo na minha buceta, cm por cm, eu comecei a me contorcer, ele enfiou o possível, eu gritei, com um beijo ele começou o vai e vem, segurava na minha pernas, metia rapidamente, eu gemia, mas de vez em quando era sufocada por beijos, ele sabia me satisfazer naquela hora. Ele me levantou, me pegando nos braços, voltamos a cama, ele me deitou, encaixou na entrada da minha buceta, foi metendo devagar, fomos trocando mais beijos quentes, ele começou a meter, eu entrelaçei minhas pernas nas costas dele, safado soube que eu queria mais prazer, começou a meter mais rápido, estava alucinado, eu gritava vai, ai, nós nos elogiavamos e nos xingavamos, eu estava em êxtase total. Eu pedi pra ficar de quatro, queria receber no cuzinho, ele saiu de cima, eu me levantei, retirei a camisinha e fiz um boquete que aquele homem forte quase morreu de prazer, deixei o pau dele todo babado, ele se deitou, eu sentei no pau dele, ficando de costas, joguei os cabelos no rosto dele, ao sentir o pau dele no meu cuzinho, eu gemia antes mesmo da meteção, eu comecei a cavalgar, ele segurava meus seios, eu toquei uma siririca, enfiava o dedo na buceta, eu me sentia no topo mundo e sendo realizada. Alguns minutos depois ele gozou no meu cuzinho, eu gritei igual louca, nós dois estavamos banhados de suor, exaustos, eu cai sobre ele, senti seu pau amolecer no meu cuzinho e a porta quentinha sair, ficamos ali na cama bufando, dei um beijo nele, fechamos os olhos e como estavamos dormimos, acho que 1h depois que acordamos, fui ao frigobar e peguei algo para bebermos, encontrei uma caixa de moranguinhos, a gente comia e trocava beijos, fomos nos banhar e decidimos fazer um sexo no banheiro, ele meteu na minha buceta, me apertava na parede, eu gemia, ele gozou feito maluco após aquela rapidinha.
Nos vestimos e fomos embora, ele dizia que queria mais, eu fui segurando aquele pau, chegamos na academia, ele desceu e entrou, eu voltei pra casa, sorridente, afinal, os exercícios foram ótimos aquela tarde.

Confesso que tivemos muitas vezes juntos, mas eu publicarei se os caros leitores gostarem e eu estiver com tempo.

Grande beijo da Letícia e até a proxima...





ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.