"Os mais excitantes contos eróticos"

 

No parque


autor: VadinhoSantos
publicado em: 09/08/17
categoria: gays
leituras: 1017
ver notas


Estava eu matando o tempo no shopping vendo a criançada se divertir no parque de diversões. Eu já tinha feito um lanche, encontrado alguns amigos e amigas, tomado minha cervejinha e estava dando um tempo antes de voltar para casa e me arrumar para ir a uma festa de aniversário de uma amiga.

Já estava quase saindo do parque quando se encostou do lado um garoto e pediu algumas informações, passei-lhe as informações e vi que ele relutava em sair, perguntei-lhe qual era o problema e ele disse "nada não" e saiu.

Quando eu já estava no estacionamento ele estava lá procurando alguma coisa, fiquei com um pé atrás, pensei "esse garoto quer me aprontar alguma". Passei perto dele e ele pediu desculpas e perguntou se podíamos conversar um pouco ali mesmo. Ele disse que estava me seguindo faz um tempão mas estava sem coragem de falar o que queria. Ele disse chamar-se Flavinho e que estava com uma turma de amigos mas que tinha largado-os para me seguir.

Perguntei se ele não "batia bem" para largar os amigos e seguir um estranho. Ele disse que não era um estranho e era filho do Paulo Ricardo que trabalhava comigo. Porque que não logo disse-lhe eu. Ele respondeu que não sabia o que falar pois desde que tinha me visto uma vez num churrasco no clube da empresa tinha gostado de mim.

Perguntei-lhe o que significava este "tinha gostado de mim". Ele abriu o jogo e disse que era gay e queria ficar comigo. Falei que eu não curtia homens e muito menos moleques e ele começou a chorar pedindo desculpas. Levei-o até o meu carro, entramos e comecei a dizer a ele para ficar tranquilo que eu não ia contar a ninguém, ele havia dito que os amigos dele não sabiam e nem mesmo os pais e parentes.

O safado disse que estava certo e que confiava em mim e me abraçou pedindo desculpas novamente e fdputinha segurou no meu pau por cima da calça e aproveitando-se me socou um beijo, tentei empurrá-lo mas o marditinho beijava gostoso demais. Sussurrou no meu amigo, vamos uma vez só, por favor.

Liguei o carro e sai, fui direto para casa e no caminho não falamos nada.

Chegando em casa abracei-o e retribui o beijo dele já tirando a minha camisa e a dele. Ele foi descendo pelo meu peito dando beijinhos, mordidas e chupadas. Tirou a minha calça deixando-me só de cueca e passou a morder o pau já duro por cima da cueca.
Tirei a roupa dele e levei-o para o meu quarto, joguei-o na cama de passei a chupa-lo, alisando e explorando a bundinha lisa dele.

Chupei o cuzinho dele e ele gemia feito uma putinha e pedia pica. Passei um gelzinho no cuzinho dele e no meu pau e coloquei a cabecinha na portinha e comecei a brincar ali, punha e tirava, punha e tirava e fui enfiando a cabecinha e ele rebolava facilitando a entrada, logo a cabeça entrou e o pau foi deslizando para dentro do cu.

Eu tirava o pau quase todo do cu dele e voltava a enfiar socando cada vez mais forte e rápido. A putinha pedia mais e mais e eu dava-lhe. Socava com vontade até que não aguentei mais e disse que ia gozar e ele pede para gozar na cara, tirei rapidamente o pau do cu dele, tirei a camisinha e gozei na cara feliz dele.

Ele começou a chorar de novo e disse que agora era de alegria.

Antes de levá-lo embora para a casa dele ele ainda me fez uma chupeta divina onde gozei de novo na cara dele. Encontrei-o semanas depois em uma festa e ele estava radiante e disse que tinha tomado a decisão de contar aos pais que era gay e isso foi o que ele fez semanas mais tarde e ele me contou por telefone que para surpresa dele os pais já sabiam e só estavam esperando ele assumir.



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.