"Os mais excitantes contos eróticos"

 

ME APAIXONEI PELO MEU CUNHADO


autor: Negaotarado
publicado em: 12/08/17
categoria: hetero
leituras: 2438
ver notas






Bom minha história é a seguinte, me mudei de cidade faz dois anos por conta do desemprego vendemos nossa casa e abrimos um negócio próprio numa cidade pequena e tudo deu certo, meu marido trabalhando e eu em casa com as crianças... Até que meu cunhado Caio, pediu emprego para o meu marido como ele andava sem tempo pra mim e pras crianças concordou que meu cunhado viesse, e ele iria morar com a gente por um tempo até se acostumar com o serviço e cidade e arrumar um canto pra ele... Eu não gostei muito da ideia, afinal eu não me dava muito bem com ele e também a gente não se via há uns cinco anos, quando nos mudamos fazia uns três anos ele estava morando em outra cidade, depois soube que ele voltou pra casa dos pais... Não me interessava muito não afinal, eu não gostava dele então não precisava saber dele!!! E agora ele estava vindo morar na minha casa só concordei porque o Júlio ia ter mais tempo pra mim, as coisas estavam mornas entre a gente é o sexo ficando cada vez mais raro então a ajuda dele com a loja ia ser muito boa!!! Caio tinha a minha idade, era parecido com meu marido, moreno de olhos claros e cabelos pretos e lisos, porém era bem magro, chato irritante, foi mimado demais pela minha sogra, enquanto o Júlio era carinhoso, gentil, um cavalheiro!!!
Chegou o dia marcado pra ele chegar um domingo e meu marido foi buscar o infeliz na rodoviária, e eu fiquei preparando almoço, como tudo era perto vinte minutos depois meu marido me abraça por trás na pia e beija meu pescoço, quando ouço a voz do Caio:
- Oi cunhadinha!! - Quando eu me viro pra olhar, se eu não tivesse encostada no Júlio eu teria caído, Caio tinha se transformado, musculoso, de camisa verde o que fazia com que seus olhos ficassem ainda mais claros, cabelos crescidos, o que fazia com que ele precisasse jogar pra traz estilo o Mariano dá dupla Munhoz e Mariano, mas ele estava muito lindo, calça agarrada nas pernas grossas... Meus Deus fiquei em choque e maravilhada com aquele monumento na minha cozinha!!
- Meu Deus Caio, se não fosse a voz diria que era outra pessoa!!! - Ele riu
- Pois é Anna, se ele não tivesse me chamado eu teria vindo embora sem ele dá rodoviária!! - o Júlio fala e eu fico igual besta olhando
- Não mudei tanto assim não gente, faz o que cinco anos que não nos vemos??
- Pois é cinco anos sem se ver e você tá mudado sim!! - Eu digo e pra provocar e completo - Espero que menos irritante também!!!
- Nada que academia e uns potes de way não resolva, mas irritante eu nunca fui você que é chata!!! - ele devolve
- Ihhh... Não comecem por favor!! - Júlio interrompe a troca de afetos - o almoço tá pronto?? Vamos comer que eu tô com fome!!
- Já, vai chamar as meninas que eu vou por a mesa aproveita e mostra o quarto de hóspedes pro Caio!!
Eles saem eu coloco a mesa, e os quatro voltam as meninas encantadas com o tio, eu e o Júlio temos duas meninas a Mariana de 9, e a Maria de 5... Felizmente o almoço correu em paz o Caio contando suas histórias e todos rimos muito com ele depois do almoço o Júlio foi descansar um pouco, as crianças pra sala assistir tv e eu fiquei sozinha na cozinha com o Caio...
- Vou te ajudar aqui cunhada, pelo visto o Júlio continua folgado como sempre né !!!
- Eu sou dona de casa Caio, pra mim não é problema nenhum e hoje é a única folga que ele tem!!
- Vou te ajudar mas não se acostume amanhã eu começo a trabalhar...- ele provoca
Ele começa a lavar a louça e eu a secar e guardar as vezes meu braço encostava no dele, e a cozinha ia ficando pequena pra nós dois e eu fui ficando incomodada com a presença dele não via a hora de terminar e logo acabamos e ele foi pro quarto disse que ia tomar banho e eu fiquei na sala com as crianças!!
Alguns minutos mais tarde ele aparece de bermuda sem camisa e se deita no sofá as crianças tinham saído pro quintal, e estávamos novamente sozinhos. Aquele tanquinho, braços musculosos tudo em seu devido lugar me atraia cada vez mais e eu sentia a boca salivar de vontade de deslizar as unhas por aquela barriga, pelas costas largas... E eu me remexia no sofá... Até que ele pergunta...
- Você faz academia??
- Não porque??
- Por que seu corpo tá ótimo pra quem tem duas filhas!!
- Eu cuido na alimentação e com caminhada só e não acho tão ótimo assim!!
- Você tá linda e sabe disso o Júlio tem sorte de ter você!!
- Pena que ele não tem tempo de aproveitar! - acabo soltando sem pensar
- Como assim??
- Nada não deixa pra lá - eu digo ele volta a atenção pra tv....
Mais tarde meu marido nos chama pra ir numa pizzaria e eu adoro a ideia de não ter que fazer o jantar, arrumo as meninas, e capricho um pouquinho no visual como um vestido preto com o comprimento um pouco acima dos joelhos e que marcava minha cintura, um decote que não era exagerado mas que deixava a imaginação!! Deixei meu cabelo solto, que era castanho e chegava a cintura, maquiagem leve mas com a boca vermelha que eu adorava, eu sou baixa 1,60, não tinha muito peito, mas a bunda chamava a atenção, modéstia a parte eu adorava!!
Quando cheguei na sala o Caio estava la, lindo de morrer mais uma vez de calça jeans camiseta preta e cabelos molhados penteados pra tras, que lhe dava um charme... Ele me olhou de cima a baixo, mas não falou nada, meu corpo esquentou e eu senti que a presença daquele homem em minha casa não daria muito certo!!!
Saímos mas a noite não foi muito agradável falar de serviço o tempo combinando horários, e o Júlio explicando o funcionamento dá loja!!
Mais tarde já deitada em minha cama, mais uma noite sem fazer amor, e o Júlio roncando ao meu lado meu último pensamento foi o olhar que do Caio pelo meu corpo!!
Assim naquela semana tudo ocorreu sem incidentes ele aprendendo o serviço e os dois chegando muito cansados... eu sempre encontrava os dois na hora do almoço porém em horário diferente, para não ter que fechar a loja. Na sexta feira dia de faxina, eu estava no quarto do Caio colocando umas peças de roupas dele na cômoda, quando achei uma revista comecei a folher, e tinha umas fotos sensuais de homens comecei a estranhar será que ele era gay? Quando páginas depois me deparo com o o próprio em um ensaio na praia completamente nú, me sento na cama e começo a olhar aquilo, embabascada o corpo molhado as vezes escondia o pau, as vezes deixava bem a mostra, e me senti ficando molhada, eu estava tão absorta olhando que dei um pulo quando ouvi a voz dele...
- Está gostando do que tá vendo Anna??
- Que susto, Caio seu desgraçado o que está fazendo aqui essa hora??? - eram dez horas dá manhã...
- Vim buscar meu celular, e umas notas fiscais que o Júlio pediu, mas você não respondeu minha pergunta...
- Vim guardar umas roupas suas e achei isso?? Virou modelo??
- Foi só essa vez, precisava de dinheiro, mas ainda não respondeu gostou ou não??
- Por que quer saber??
- Eu vejo o jeito que me olha Anna, sei que você e o Júlio mal transam... E que você me deseja vai negar!!
- Claro que eu nego, você é meu cunhado...- larguei a revista e saio em direção a porta ele barra a minha passagem.
- Você é mulher e eu sou um homem é normal atração...
- Não, é errado!!! - digo
- Não é... Eu quero provar você ele!! Ele me pega pela cintura, a outra mão enrola no meu cabelo e ele me beija, sem pensar nas consequências, ou no que era certo ou errado me deixei levar, correspondendo com ardor a língua que me invadia a boca e mordiscava meu labios, colei meu corpo ao dele e sucumbi a tentação de enfiar minha mão por baixo dá camisa dele é gemi quando senti o contato da pele dele nos meus dedos, sua boca deslizou pelo meu pescoço, e ele começou a murmurar em meu ouvido o quanto me desejeva, sempre me quis, mas que só agora ele teve coragem de chegar em mim porque viu meu interesse... Minha calcinha foi ficando ensopada, e a mão dele foi deslizando por baixo do meu vestido e espalmou na minha boceta apertando e eu senti as pernas fraquejando!!!
- Anna eu te quero por inteiro, diz que me quer também...
A realidade cai em mim como um choque, eu me afasto dele:
- Não, não podemos o Júlio ... Isso é loucura...Ele abaixa as mãos, a cabeça e pega os celular
- Você vai ser minha um dia Anna.... Você me quer tenho certeza!!!
Eu saio do quarto apressada entro no meu tranco a porta e ouço ele sair de casa.... Como vou encarar os dois a noite??? Que loucura como vai acabar essa história meu Deus??





ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.