"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Fui comida de quatro na academia!


autor: princesadesampa
publicado em: 25/08/17
categoria: hetero
leituras: 3305
ver notas


Oi, sou a Flávia tenho 19 anos, tenho um corpo bem sensual, bunda gostosa, grande, redonda, durinha, uso calcinha fio dental para ficar bem gostosa, minhas pernas são grossas e meus seios são médios e bem firmes. Tenho cabelo longo, castanhos, uso roupas que mostram bem o meu corpo e adoro chamar a atenção. Tenho um amigo chamado Gustavo, ele é lindo, muito extrovertido, forte, alto, com um sorriso encantados ele tem 24 anos, malhamos na mesma academia. Sempre que estamos juntos faço de tudo para chamar sua atenção, mas ele finge que não é com ele, apesar de eu saber que ele está me olhando e disfarçando.
Neste sábado estava eu na academia quando ele chegou, conversamos um pouquinho e continuei a treinar, ele me olhava e eu fazia de tudo para ver os olhos dele no meu corpo, me desejando, fiquei de quatro bem na sua frente e comecei a fazer glúteos, a cada levatanda de perna ele me olhava e eu empinava mais ainda minha bunda, eu deixava que ele olhasse bem gostoso para minha bunda, com meu shorts apertadinho e mostrando a polpa, depois me virei e deitei no chão abri minhas pernas e comecei a fazer abdominal, e ele continuava me olhando. A academia ficou vazia, já estava quase na hora de fechar, ficamos só nós dois e a recepcionista no andar de baixo, ela não tinha visão de nós.
-Nossa, vamos fechar a academia hoje? Disse Gustavo.
-Pois é, acho que sim! Respondi e sorri. Nisso Gustavo foi para um cantinho onde a recepcionista não podia nos ver, sentou em um banco e me chamou para perto dele.
-Vou te falar uma coisinha, você está linda, com um corpo bem definido, estava te olhando e você está muito gostosa, desculpe a sinceridade.
-Sério, você acha mesmo?
-Se acho, você está de parara o trânsito, de enlouquecer qualquer homem, até eu! Nisso ele foi se aproximando de mim.
-Bem se eu te enlouqueço, então está ótimo, pois é o quero, enlouquecer você.
Nisso Gustavo já estava bem perto de mim, estávamos cara a cara, ele me pegou pela cintura e me puxou com força, coisa que eu adorei, seus braços me apertavam de uma forma tão excitante, fiquei doidinha já naquele momento. Ele sentou no bando e eu me sentei com as pernas abertas de frente para ele, me ancaixei em seu corpo, senti seu pau duro esfrando na minha xoxota, me deu um tesão danado. Gustava me beijava, ele apertava minha bunda e moriscava meus peitos por cima do top, fiquei tão excitada que meus mamilos saltaram, ele mordiscava um de cada vez e apertava minha bunda, eu rebolava no seu colo sentindo sua pica grossa me esquentar no meio das pernas.
-Você é muito delíciosa! Te como com os olhos aqui na academia e depois bato uma punheta em casa pensando em você, na sua bunda, nos seus peitos macios, na sua boceta quente, molhada de tesão.
-Delícia! Eu não via a hora de você me comer, ficava imaginando seu pau fodendo, você me lambendo, eu já estava ficando doida.
Então, ele me deitou no banco ali mesmo, tirou meu shorts e minha calcinha, abriu minhas pernas e me lambeu bem gostoso, ele abria minhas pernas e esfregava sua língua quente e úmida na minha boceta, eu gemia bem baixinho para a recepcionista não ouvir, apesar de ela estar no andar de baixo eu tinha receio que ele visse. Tirei meu top e Gustavo chupou também meus peitos, puxava com os dentes e dava leves mordidinhas nos meus mamilos, enquanto ele esfregava com os dedos minha boceta que estava toda ensopada, ele abria minha xoxota e com o dedo médio ele esfregava meu grelinho e chupanva meus peitos, quase não aguentei de tanto tesão. Ele ficou de pé na minha frente e baixou seu shorts.
-Chupa meu pau, enfia ele todinho nessa boquinha de puta.
-Claro, eu naõ via a hora de chupá-lo bem gostoso!
Enfiei aquele pau enorme devagar e aos poucos na minha boca enquanto ia massageando e engolindo a cabeça, grande e rosada, chupava, lambia e engolia até chegar na minha garganta. Gustavo fechava os olhos, jogava a cabeça para traz e gemia bem baixinho, segura va meus cabelos e se inclinava para que eu enfiasse seu pau todinho na minha boca. Eu engolia e chupava, massageando o tempo todo.
-Para, se não eu vou gozar. Eu quero te comer você bem gostoso. Disse Gustavo.
-Então vem, senão a academia vai fechar e eu quero esse pau dentro de mim.
Deitei no banco e ele veio por cima de mim, eu abri minhas pernas e ele colocou bem gostoso, bem devagar, eu senti cada pedacinho daquela pica entrando na minha boceta, eu lambia meus próprios lábios de tesão, Gustavo, me beijou e colocou tudo de uma vez, bombou e socou, do jeito que eu gosto, rápido e com força.
-Que delícia! Por que eu não te comi antes?
-Agora está comendo e espero que não seja só agora, pois eu estou adorando seu pau. Enfia tudo com força, vai, vai, vai!
Ele socou mais um pouquinho e me pediu uma coisinha.
-Satisfaz meu desejo, fica de quatro na minha frente e malhe seus glúteos, eu quero ver você nessa posição, isso me enlouquece.
-Claro! Com prazer.
Fiquei de quatro na frente dele e comecei a malhar, subia a perna e ele olhava, apertando seu pau e me olhando, subia a perna, eu olhava tudo pelo espelho, fui ficando toda molhada de vê-lo com todo aquele tesão, me comendo com os olhos, fiz isso por uns minutinhos, até que ele não aguentou e se aljoelhou atrás de mim e socou seu pau na minha boceta, me puxou pela cintura e socou, muito gostoso, com força, ele me puxava e socava, meus peito balançavam a cada socada, eu gemia baixinho, arrebitava a minha bunda, ele bombou e bombou e eu gozei, ele também, foi uma loucura e uma delícia! Ele correu para o banheiro, eu também, depois fomos embora, juntos, conversando, cobinamos de nos ver novamente, tenho certeza que será muito bom!




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.