"Os mais excitantes contos eróticos"

 

TRANSEI COM UM DESCONHECIDO NA VIAGEM


autor: Ambas
publicado em: 26/08/17
categoria: hetero
leituras: 2244
ver notas


Tudo começou com umas das minhas amigas, me ligando. A Scarlet (apelido) estava me convidando para uma viagem de formatura do 9 ano, na viagem iria eu, ela e mais uma amiga chamada Bárbara. É claro, que eu adolescente de tudo aceitei sem pensar 2 vezes, minha primeira viagem sozinha e eu poderia fazer o que quisesse. Chegamos na cidade de MG, o local em si era bem afastado, era em uma fazenda. Entramos no quarto já era final de tarde, passaram-nos alguns avisos e alguns alertas. A monitora deu ênfase em uma das regras, ela disse que era permanentemente proibido as meninas irem nos quartos dos meninos e vice-versa. Na hora eu olhei meio ingênua para minhas amigas e fingi de ‘’a boba’’. Fomos para um galpão e teve um show de Stand Up. Logo passaram o aviso que daqui a 30 minutos haveria uma festa, para mim a mais esperada. A Festa Fantasia. Eu sai em disparada para o quarto, tentando recuperar o tempo perdido, mas estava até que tranquila já que a festa só terminava as 2:00 da manha.
Quando terminei de me arrumar nem esperei minhas amigas e fui direto para o salão onde ocorreria à festa e quando cheguei lá não tinha muitas pessoas, então sentei em uma das cadeiras esperando minhas amigas, até que um garoto veio falar comigo, ele parecia muito tímido e perguntou como era meu nome e disse que eu era muito bonita, eu o agradeci e disse que meu nome era Thay. Logo em seguida perguntei seu nome e ele me disse que era Nick e ficamos conversando por um bom tempo, até que ele me beijou e eu o beijei de volta e ficamos a festa inteira nos pegamos e quando a festa acabou fomos embora para nossos quartos que por sinal ficava em cima do meu, mas eu não estava satisfeita queria algo a mais.
Eu vi ele subindo e perguntei qual o número do quarto dele, ele disse que era 7. Entrei no meu quarto e quando olhei no relógio era mais de 3 horas da manhã, me arrumei para dormir e quando deitei na cama comecei a pensar no Nick, o beijo dele, corpo no corpo, o calor que subia. Enfim, ele me despertou um desejo enorme de algo a mais, parece loucura,mas, eu sai da minha cama sem fazer muito barulho, abri a porta do quarto e fui em direção ao quarto dele. Logo por serem meninos, a porta era aberta (no Acampamento não existia pessoas com más-intençoes) eu o procurei no quarto e ele estava na beliche de baixo. Me deitei ao lado dele e na hora me passou um zilhão de coisas, realmente, se alguém me pegasse ali eu iria voltar para casa. Mas ignorei tudo, Nick me despertou algo e na mesma hora que eu deitei com ele me subiu um fogo e pensei ‘’Nos beijos que eu não vou ficar’’ eu era virgem, mas o desgraçado mexeu comigo. Ele estava de lado e então eu encostei nele e comecei a acariciar a barriga dele e desci ao pau dele e comecei a massagear, mesmo sem experiência. Ele acordou meio assustado e disse baixo ‘’O que vc tá fazendo aqui?’’ eu falei baixinho ‘’Xiu, só olha’’. Puxei um pouco a calça dele junto com a cueca e comecei a chupar, meio sem ritmo. Nick tinha uma pegada absurda, logo começamos a esquentar e era mão pra cá e pra lá, ele me apalpou toda, sentiu todo meu corpo e disse ‘’Vamos pro banheiro’’ eu levantei e ele tirou 1 camisinha de uma gaveta aonde tinha mais de 15. Na hora eu gelei, mas segui ao banheiro. Ele fechou a porta com cuidado e me fez ajoelhar e voltar a chupar o pau dele. Ele colocou a camisinha e pediu para que eu ficasse de lado, eu soltei baixinho ‘’Cuidado, eu sou virgem’’ ele chegou delicadamente ao meu ouvido e disse ‘’Vai ser a melhor noite da tua vida’’. Ele começou a me dedilhar, eu comecei a gemer e ele me prensou na parede, fazendo meu corpo tocar com a parede fria e dar um choque de temperatura. Ao mesmo tempo da masturbação ele me massageava nos peitos, eu era muito sensível nessa parte e comecei a me segurar total. Ele colou seu pau na minha bunda e me penetrou na vagina, foi bem lento, senti algo me rasgando por dentro. Como se fosse uma mão me puxando de lado a lado. Ele mal tinha enfiado metade do pau e começou a um vai vem delicioso, eu pedi mais força e ele aumentou o ritmo. Me deixando louca, comecei a gemer alto e ele teve que tapar minha boca com a sua mão ate que eu e ele não aguentamos e gozamos juntos. Eu me vesti rápido e dei um beijo nele e voltei para o meu quarto silenciosamente que por sorte quando eu cheguei Scarlet e Barbara estavam dormindo então me deitei e dormi.
Depois de manhã esbarrei com ele no café e soltamos um sorriso malicioso. Nos outros dias teve outras festas, nós ficamos muito, mas, por receio dos monitores resolvemos não arriscar tanto como o outro dia. Trocamos números de celular, mas, ele morava longe demais. Foi isso, espero que gostem até o próximo conto!




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.