"Os mais excitantes contos eróticos"

 

VIZINHA CASADINHA DA BUCETINHA GOSTOS


autor: didão
publicado em: 28/08/17
categoria: hetero
leituras: 1624
ver notas


Sou Marcos 40 anos moro sozinho em São Paulo na zona sul, estava cansado em morar em apartamento resolvi mudar para uma casa.
Procurei umas casas acabei encontrando uma na zona sul de São Paulo.
Acabei achando uma casa bem legal servia pra mim.
Fiz negocio com corretor em 15 dias me mudei, mudei em um final de semana arrumei as coisas no domingo a tarde sai pra comprar alguma coisa pra comer estava morrendo de fome.
Voltei assim que parei pra abrir o portão uma bola bateu no meu carro era de um menino de dois anos de idade,a mãe veio correndo pegou a bola pediu desculpas e começou a brigar com criança, eu falei.
-Senhora não briga com a criança isso e normal, não aconteceu com meu carro.
-Como o senhor chama.
Chamo Marcos e a senhora.
-Chamo me Fabiane moro ao lado da casa do senhor.
-Prazer Fabiane e o garotão como chama?
-O nome dele é Carlos, chamamos ele de Carlinhos tem o nome do pai.
Falei com o garoto.
-Carlinhos o tio tem uma bola legal o tio vai dar de presente.
Fui até em casa peguei uma bola dei de presente ao garoto, a mãe ficou feliz e chamou o marido.
-Bem vem ver que o Carlinhos ganhou.
Vem um rapaz de uns 25 anos só de calção e disse,
-O vizinho desculpa pelo o incomodo esse garoto é arteiro.
-Carlos e brincadeira de criança tá tudo bem.
Entrei pra dentro de casa o resto do domingo foi normal na segunda de manhã sai pra trabalhar trabalhei normal chegando em casa veio Fabiane estava no portão com o filhinho cumprimentei entrei estava fazendo janta batem no portão era Fabiane tinha acabado de tomar banho toda cheirosa com cabelos molhados estava usando um shortinho de lycra bem colado tava pra ver bem a racha de sua bucetinha,um blusinha tomara de caia onde realçava seus seios que seios lindos ela me disse.
-Vizinho tá ocupado.
-Sim estou fazendo janta.
-Hum que homem além de ser lindo e prendado.
-Moro sozinho ten fazer tudo.
-Precisava de um favor seu, meu chuveiro queimou você pode trocar pra mim, meu marido viajou e volta só na sexta.
-Deixa desligar o fogão.
Peguei meu alicate e fui na casa dela chegando entrei no banheiro vi uma calcinha pendurada no registro molhada uma calcinha branquinha transparente, chamei Fabiane e disse.
-Fabiane pega aqui preciso abrir o registro.
-Ela vem e pega e começa a cheirar e fala.
-Ta cheirosa cheira.
Ela me coloca a calcinha no nariz,meu pau deu sinal de vida na hora, ela percebe e diz.
-Hum só de ver minha calcinha fica assim, imagina se ver a que tô usando.
-Menina toma juízo você é casada.
-Sou casada mas parece que sou solteira meu marido viaja e fica dias fora de casa eu fico sem pica todos esse tempo, esse final de semana o corno bebeu esqueceu de fazer a lição de casa.
-Cade seu filho.
-Esta na casa da minha mãe foi passar uns dias com a vó.
O chuveiro não tinha nada emendei os fios soltos e disse,
-Fabiane esta pronto agora preciso ir.
-Ta cedo vizinho você bebe uma cervejinha.
-Bebo sim.
Ela me chama na cozinha pega uma cerveja na geladeira começamos a beber ela me disse.
-Marcos faz 2 meses que não sei que é um pinto em minha buceta, me depilo deito só de calcinha aquele corno deita vira e dorme.
-Conversa com ele quem sabe as coisas melhora.
-Ele fala que mulher que se oferece é puta.
Eu de propósito deixei cair cerveja na minha camisa ela falou.
-Vem cá deixa eu limpar sua camisa.
Ela feio abriu minha camisa e deu um suspiro e fala.
-Nossa que homem.
Começa a passar a mão em peito e desce a mão até meu calção e segura meu pau e tira pra fora da calça e começa a bater uma punheta se ajoelha e começa chupar, fui a loucura tirei seus peitos pra fora da blusa que peitos lindos comecei a chupar ela vai a loucura me pega pelas mãos me arrasta até o quarto me deita na cama e cai de boca de novo na minha rola,desço seu shortinho vejo uma calcinha linda começo a chupar aquela bucetinha ela geme e fala.
-Chupa gostoso faz eu gozar.
Chupo até ela gozar, coloco ela deitada e meto naquela bucetinha que bucetinha apertada ela vai a loucura fico metendo por mais de meia ela solta um gozo, anuncio ela me afasta e cai de boca de novo coloca tudo em sua boca, chupa feito louca eu segurando até não aguentando mais encho sua boca de porra.
Deitamos na cama ela fala.
-Que loucura fizemos nunca tinha dado pra outro homem a não ser pro meu marido.
-Agora deu esta arrependida?
-Não agora quero dar sempre pra voce.
Coloquei ela de quatro pincelei seu cuzinho fui penetrando ela ela geme e fala.
-Nunca dei o cuzinho, você será o primeiro a fuder meu cu vai mete fundo.
Ajeitei fui colocando até que a cabeça entrou dei um tempinho ela da um tranco pra traz e começa a rebolar na minha vara fui metendo devagarinho até que entrou tudo ela chorava gemia resmungava e falava.
-Ai gostoso me fode como um macho de verdade arranca as pregas do meu cu.
Meti por mais de meia hora anuncie o gozo ela grita.
-Fode mais enche meu cu de porra.
Dei uma gozada até que ela cai na cama.
Depois daquele dia fudia sempre minha vizinha um dia o marido estava em casa os dois brincando escuto em tom alto.
-Seu corno você só sabe beber, me comer que é bom nada.
-Porque corno, você nada pulando cerca.
-Quem sabe como diz o ditado quem não tem em casa procura na rua.
Depois daquele dia não vi mais o marido dela, ela sempre me chama em casa hoje acabamos de dar uma foda ela mamou minha rola até eu encher sua boca de porra.
Ela da doida pra morar comigo eu sempre digo a ela.
Eu não quero compromisso se me quiser será assim.



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.