"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Priminho de 12 anos comeu minha amiga


autor: Kate
publicado em: 09/09/17
categoria: incesto
leituras: 6540
ver notas


Erasmo um pirralho criado por minha avó e cheio de mimos. Sempre foi bonito, eu ajudara minha avó a cuidar dele, vi o menino crescer. Ele não é tão alto, é magro porém tem um pau mto grosso. Não é comprido, mas tem uma grossura enorme que despertava admiração em Ana Luísa, minha amiga de escola e vizinha.

Em uma quarta-feira Luísa me convidou pra almoçar em sua casa, pois passava a semana sozinha quando seus pais saiam pra trabalhar. Eu fui e já desconfiando dos olhares dela sob meu primo ela me confessa que queria ser fodida com aquele pau, mas tinha receio por ele ser tão novinho. Eu disse que não tem nada haver, que não seria um namoro e sim só uma transa. Coincidentemente Erasmo estava próximo dali na casa de um amiguinho fazendo trabalho de escola. Falei pra ela que o chamaria pra realizar aquele desejo:
_Amiga, vou ligar pro meu primo. Sei que ele viria aqui e você ficaria com ele. Ele mesmo já falou que te acha muito bonita.
_Será que ele vem mesmo? Sério! Eu fico excitada quando lembro das vezes que vi ele nu na casa da sua avó. Olha só pra você não achar que eu tô exagerando...
Dizendo isso Luísa que estava de saia, abre as pernas e afasta a calcinha pro lado me mostrando sua bucetinha lisinha e muito melada.
_Nossa! Tá meladinha hein
_Tô é com tesão pqp
_Posso te aliviar até meu primo chegar...rs
_Duvido 😒
Minha amiga duvidando de mim? Logo eu viciada em chupar uma xoxotinha...ahhhh
Tirei aquela calcinha e chupei com vontade aquele grelinho quente. Luísa como das outras vezes que ficamos gemia e se contorcia, meti dois dedos em sua bucetinha e continuei chupando seu clitóris, pois eu sabia que daquele jeito ela rápido chegaria a um orgasmo. Minutos depois aquela safada lambuza meus dedos gozando desesperadamente. Lhe dei um beijo e pedi a ela que fosse tomar banho, pois estava anciosa pro meu priminho provar aquela buceta gostosa.

Luísa enquanto estava no banho liguei para Erasmo que me disse que dentro de trinta minutos no máximo estaria lá. Ajudei Luísa a escolher um fio dental e um vestidinho bem sex, apesar da ansiedade e um pouco de nervoso ela estava segura do que queria e assim que a campainha tocou ela saltou da cama...
Fui abrir a porta e Erasmo entrou, já sabendo do que se passava ele tarado como o pai, foi logo partindo pra cima da Luísa e começou a lhe beijar. Com os hormônios a mil, aquela pica grossa ficou logo dura deixando Luísa com mais vontade de ser fodida.

Experiente e safadinha minha amiga tira a bermuda do meu primo e cai de boca no pau que ela tanto desejava. Chupou como uma faminta, engolia tudo e babava naquela cabeça rosada. Erasmo perdeu todos os sentindos com aquele boquete que eu acho que foi o melhor da vida dele até aquele momento. Ele se afastou tirando o pau da boca de Luísa, tirou sua camisa e pegou ela pelo braço lhe deitando na cama.

Desamarrou seu vestido curto e mamava eu seus seios. Luísa estava com o corpo mole, tomada por um tesão enorme que aumentou mais quando Erasmo começou a chupar aquela buceta, eu ali na porta do quarto só observando tudo me aproximei dele e falei em seu ouvido:
_Primo mete essa pica grossa na buceta dela, faz essa putinha gozar no teu pau
Sem hesitar ele imediatamente abre mais as pernas dela e injeta aquela tora que foi engolida só de uma vez pela bucetinha melada de Luísa. Ela se esperneou e gritou:
_Aiiii devagar Erasmo.
_Devagar nada, você pediu pra ser fodida. Agora aguenta! Toma!
Erasmo socava com força naquela buceta. Luísa segurava seus seios e acariciava os biquínhos, a safada queria mais e jogou Erasmo na cama e sentou lentamente com seu cuzinho naquele pau. Rebolava como uma profissional e logo gozaram. Satisfeita com tanta porra em seu cuzinho Luisa parecia exctasiada e cansada demais. Mas tiveram que parar porque os pais de Luísa estavam prestes a chegar. Se recomporam e ficamos assistindo tv. Assim que os pais dela chegaram eu e meu primos saímos. No dia seguinte foi minha vez de dar uma surra naquela gostosa por todo o tesão que ela me causou. Passamos a tarde juntas e tramando uma outra transa dela com Erasmo.

Em casa meu primo me mostrou o pau dele e eu vi o estrago que Luísa fez. Aquela putinha ainda provocava ele mandando fotos e vídeos dela se masturbando. Erasmo sem vergonha batia punheta umas dez vezes por dia. Sei que ele adorou o presentinho que eu lhe dei e pedia pra eu marcar o mais rápido possível um encontro daqueles novamente.



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.