"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Fodendo em frente a igreja


autor: mateuscwbnov
publicado em: 12/09/17
categoria: hetero
leituras: 1580
ver notas


Oi, meu nome é Mateus, tenho 20 anos e vou contar uma das minhas melhores fodas. Sempre fui uma pessoa muito religiosa, apesar de ser viciado em sexo, e contudo, sempre consegui conciliar as duas coisas.
Um dia, um amigo meu convidou para ir em um culto perto da sua casa, e logo aceitei. Acabando o culto, logo vi uma moça quase da minha idade gostosa, porém em minha inocência na época fiquei só nos pensamentos, e como meu amigo tinha combinado de ir jantar junto com sua esposa em sua casa, acabou chamando a menina que eu já estava comendo com os olhos.
Chegando lá tivemos um almoço muito agradável, e logo percebi que o casal estava querendo que eu ficasse com a menina, e ficavam fazendo aquelas brincadeirinhas e nos só riamos com isso.
Logo após, depois de muita conversa, tivemos a ideia de brincar de alguma coisa, e é claro que, com a safadeza que rolava a brincadeira escolhida foi verdade e desafio. No decorrer da brincadeira a garrafa parou entre eu e a esposa do meu amigo, e ela disse:
- te desafio a beijar a Flávia.
Já que nós dois queríamos isso no fundo, nos beijamos bem gostoso. Depois fiquei sabendo, quando eu e ela conversamos sobre esse dia, que ela ficou molhadinha só com o beijo, de tesão em dar pra mim.
Se beijamos mais umas duas vezes e como já estava tarde, bateu o horário de ir embora. Como bom cavalheiro e louco pra comer ela, ofereci carrona e ela aceitou. Conversa vai e conversa vem logo emboquei o carro em um lugar tranquilo e ela me disse:
- por que paramos?
- preciso te dar mais um beijo.
E beijei ela, estava uma delícia, e logo fui passando a mão em seu corpo, nos peitos, na cintura, na bunda, e fui descendo e ela deixando, ela gostava. E cheguei na sua coxa e fui enviando a mão entre as pernas dela e comecei a a massagear a bucetinha dela por cima da calcinha.
Como sempre, eu e o grupo de amigos da igreja na maioria é virgem antes do casamento. Eu não era porém na inocência achei que ela era. Para descobrir peguei com o dedo a calcinha e puxei de lado. Estava super molhada, e comecei a meter o dedo fundo, e logo percebi que de virgem essa menina não tinha nada. Pensei comigo, e hoje.
Como não conhecia muito bem o bairro, e pela vontade imensa que estava, nem percebi que havia parado o carro em frente a igreja, mais danisse, era ali que aquela curia iria levar ferro.
Logo tirei meu pau pra fora, que aliás, tem 18 cm e é grossa e mandei ela bater uma punha enquanto eu metia o dedo na sua buceta e beijava ela deliciosamente.
Não aguentando mais peguei ela pelo cabelo e fiz ela chupar meu pau. Posso garantir que aquela boquinha sinto saudades até hoje, chupava com vontade.
Não aguentando mais peguei ela pela cintura e joguei ela por cima de mim.Ela me disse.
- o que vc vai fazer?
- nada não, relaxa.
Na mesma hora comecei a roçar a cabeça do meu pau na porta da sua bocetinha que já pingava de tesão.E fui metendo bem devagarinho até o talo, e ela gemia.
O carro q eu estava era bem grande, então depois de alguns minutos pulamos para o banco de trás, joguei ela deitada e comecei a chupar sua bucetinha carnuda, e ela gozava na minha boca aquele mel que só um homem de verdade sabe o quanto é gostoso. Depois de chupar muito ela, peguei seu cabelo e comecei a foder a sua boca, do qual sem resistência, ela deixava meter até a garganta. Ela era uma puta muito obediênte. Logo mandei ela subir e comecei a meter gostoso nela, metemos de todas as posições possíveis, não é a toa quando eu disse que o carro era grande, metemos tanto que o vidro do carro escorria de suor. Tentei meter em seu cuzinho, mais ela não aguentou, apesar que em outro momento eu conto a vez em que saímos e meti por horas em seu cu sendo o melhor anal que fiz em uma mulher.
Depois de meter por umas 2 horas e meia, sem exagero, ficamos todo esse tempo metendo e chupando um ao outro de tanto tesão que estávamos, eu disse:
- eu estou quase gozando.
- então goze na minha boca, quero engolir tudo.
Quando ouvi isso me encheu de tesão, e tirei o pau e ela começou a mamar enquanto eu metia o dedo em sua buceta e a outra estava em sua cabeça. Até que chegou a hora e não aguentei, gozei igual a um cavalo na sua boca, gozei muito, jatos e jatos, e ela como uma boa puta engoliu tudo.
Ficamos impressionados por ter fodido por 3 horas diretas. E depois de ter nos arrumados a deixei em casa. Essa foi uma das minhas melhores fodas e espero que tenham gostado, e se alguma menina de Curitiba quiser igual, só mandar msg.
Abraços.




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.