"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Sorte ou destino?


autor: Li Pereira
publicado em: 15/09/15
categoria: hetero
leituras: 2117
ver notas


Tarde da noite eu voltava do trabalho, caia uma chuva intensa e o pneu do carro furou, encostei e desci para olhar, mas não conseguiria fazer a troca e para ajudar meu celular estava sem bateria.
Fiquei ali pensando o que iria fazer, foi quando ao meu lado parou um rapaz com seu carro me oferecendo ajuda, ele estava bem arrumado e perguntei:
- Você trocaria o pneu por gentileza? ele responde:
- Sim, claro! não posso deixar uma mulher sozinha aqui correndo riscos! eu sorri e agradeci.
Ele não demorou muito pra realizar a troca, mas ficou um pouco sujo e totalmente molhado, eu pergunto:
- O que posso fazer para retribuir? ele responde:
- Apenas me indique um bom hotel para que eu tome um banho quente, pois ainda vou viajar alguns kms, estou viajando a trabalho!
Eu fico a pensar... e logo respondo:
- Aceita vir até a minha casa é próximo daqui, só não tenho roupas masculinas para te emprestar! ele responde:
- Sim, se não for incomodo, roupas eu tenho aqui algumas, pois sabia que iria demorar a retornar.
Então ele me seguiu, fiquei no caminho pensando que poderia estar errada em levar um estranho a minha casa, porém, um gesto tão louvável não me parecia alguém que não pudesse confiar.
Chegamos, e logo peguei uma toalha seca, lhe mostrei onde ficava o banheiro, ele muito gentil me disse: vai você primeiro, também está totalmente molhada, pode se resfriar!
Após os dois estarem sequinhos, ofereci lhe uma taça de vinho para esquentar, ele aceitou, e começamos a conversar um pouco, nossa! ele tinha uma conversa muito boa, parecia que nos conhecíamos a anos!
Falamos sobre nossos trabalhos, um pouco de nós, e nisso lá foi uma garrafa inteira de vinho, em meio algumas palavras viajava observando seus lindos olhos, cílios grandes, uma boca atraente, e muito cheiroso!
Após abrirmos a segunda garrafa de vinho, já era de madrugada, mas não havia sono, nem cansaço, somente uma leveza, um bem estar, as horas voavam e estávamos ali completamente relaxados.
Em um momento, ele acaricia meu rosto, colocando meus cabelos atrás da orelha, fico vermelha, ele diz você é linda e muito charmosa!
Retribuí o elogio e afirmei: você também é charmoso e muito atraente!
Nesse momento sua boca vem em direção a minha, nos beijamos, um beijo quente, doce, picante, tudo ao mesmo tempo, passo a língua sobre seus lábios e dou uma leve mordida no final, percebo que ele gostou!
Elevo meu corpo sobre o dele, minha respiração está ofegante, ele vai se deitando no sofá, sinto seu membro grande e excitado, meu coração acelera!
Ele delicadamente coloca suas mãos em meus seios, estou sem lingerie por baixo, ele abre dois botões, estou arrepiada, ele abocanha meus seios, com sua boca quente e molhada, morde os bicos dos seios me fazendo gemer de tesão!
Sem pensar abro o zíper da sua calça, coloco a mão por dentro e sinto que seu pau está molhado e bem duro, não resisto e ponho minha boca, chupo bem gostoso, com volúpia, passo a língua pela cabecinha, sugo seu líquido gostoso que escorre e engulo todo! ele geme e diz nossa que delícia!
Deixo que seu pau entre todo em minha boca, chegando em minha garganta! estou excitadíssima!
Ele se levanta, me deita no sofá e tira minha roupa, minha boceta está totalmente molhada, e passa a língua em volta, chupa gostoso e pede para que eu abra bem minha boceta, enfia sua língua quente me deixando enlouquecida!
Nessas preliminares não aguento segurar e gozo e sua boca! ele adora me ver contorcer, quando estou descontrolada de desejo ele mete bem gostoso seu pau em minha boceta enfiando tudo, é uma mistura de sentidos, uma total loucura!
Eu fico de quatro no sofá, e com a minha mão direita introduzo seu pau em meu cuzinho, ele completa: Nossa fico louco com mulheres que gostam de ser fodida no cuzinho!
Ele introduz bem gostoso, ambos estamos molhados de desejo, então não fica desconfortável, ao contrario é maravilhosa a sensação que tenho nesse momento, enquanto ele me fode por trás pego sua mão deslizo sobre meus seios, minhas curvas e levo até minha boceta, ele enfia seu dedo completando meu prazer! quando tiro o dedo dele de dentro levo até a minha boca e chupo gostoso! ele enlouquece!
Ficamos um bom tempo fodendo gostoso, gozo mais uma vez!
Quando ele está perto de gozar pede para que eu eleve bem o meu cuzinho pois quer vê- lo totalmente aberto, eu adoro essa ideia, ele tira de dentro e diz nossa que delícia de cuzinho!
Passo o dedo para sentir, meu cuzinho está totalmente aberto, introduzo meu dedo e chupo bem gostoso, como uma puta ele adora!
Peço a ele que goze na minha boca, ele mete mais um pouco no meu cuzinho e diz: você que manda eu só obedeço!
Então chega a hora ele pede para que eu me vire, eu abro bem a minha boca e ele esguicha sua porra quente e gostosa, não deixo desperdiçar nenhuma gota, engulo tudo e ainda chupo seu pau tirando o que escorreu por ele!
Foi uma transa inesquecível, e a partir daí sempre que ele pode vem me visitar e tomar um bom vinho!

autor: Li Pereira



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.