"Os mais excitantes contos eróticos"

 

DESEJO PROIBIDO II


autor: Daniii
publicado em: 21/09/15
categoria: hetero
leituras: 2753
ver notas


Enquanto estava viajando nas possibilidades de encontrar ouvi alguém me chamar, fui até a janela do quarto, era a minha amiga Su (vou chama-la assim) me perguntando se eu já estava pronta pois haveria uma festa no club a noite. Eu pedi para ela subi e fui me arrumar torcendo para que ele estivesse por lá também.
Coloquei uma calcinha de renda branca, bermuda jeans também branca que ressaltava a cor da minha pele bronzeada e uma blusa coral (que fica linda em pena morena) de costas nua, uma rasteirinha, um batom e fui com os cabelos soltos (na época meu cabelo estava na cintura).
Minha amiga quando me viu perguntou se eu estava querendo seduzir alguém, eu ri, chamei ela boba e desci mas, na minha mente só vinha a imagem daquele homem na minha cabeça.
Chegamos ao club que era dentro da vila que morava, estava tocando funk. A Su já chegou sensualizando e eu procurando e nada de encontra-lo. Nos juntamos a um grupo de amigos e ficamos dançando e batendo papo.
Eu estava ficando frustrada com a possibilidade de nunca mais vê-lo mas, não quis acabar com a minha festa. Continuei com o pessoal, minha mãe e meu padrasto chegaram por lá e ficamos todos juntos. Teve um momento em que o DJ chamou algumas pessoas para subirem no palco para dançar e eu fui arrastada pelos meus amigos até lá (não sou nenhuma dançarina profissional mas, não faço feio). O DJ colocou um axé e eu comecei a dançar, depois ele colocou funk e por último um samba (que é o meu forte). Ganhava que tivesse o maior número de aplausos e gritaria e nisso meus amigos e minha mãe são ótimos. Mas, algo me chamou a atenção, tinha um grupo de pessoas aplaudindo e adivinha quem estava lá com um mega sorriso de safado..... Fiquei tremula e excitada, queria dança mais porém, já tinha acabado o concurso (MERDA!!)
Ao descer do palco fui até o banheiro me recompor e depois ao bar comprar um refrigerante. Quando encostei para pedir uma bebida olhei para ele e ele estava olhando para o outro lado e na hora eu pensei: Que cara idiota será que ele não percebeu!! E fiquei puta. No mesmo instante um rapaz estava se aproximando, ele se apresentou (eu não queria papo mas, fui educada) disse que eu dancei bem e em seguida me deu um papel dobrado e disse: Ele pediu desculpas por não ter vindo te entregar pessoalmente mas, disse para você ligar o quanto antes....



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.