"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Pai tirando o cabacinho da fil


autor: bernard
publicado em: 01/10/15
categoria: hetero
leituras: 32381
ver notas


Mayara estudava de manhã e à tarde ficava em casa. A mãe trabalhava no comércio e o pai em uma indústria de bebidas e tinha dois dias de folga na semana pois trabalhava em sistema de rodízio, a noite todos estavam em casa. Nos dias de folga do seu pai, muitas vezes ao chegar em casa Mayara pegava-o só de cuecas, as vezes na cozinha, as vezes no sofá da sala assistindo tv. Muitas vezes ela percebia que ele estava de pau duro por causa do volume que se formava na sua cueca, e pela silhueta percebia que era grande, o que a deixava com água na boca e com a xaninha molhada, mas logo ele ia para o quarto e colocava uma bermuda, voltava, ou, as vezes ficava lá mesmo no seu computador. Mayara, já era bem safadinha e começou a sonhar com a possibilidade de fazer seu pai come-la, mas não queria simplesmente se oferecer para ele, e dizer pai me come, precisava que as coisas acontecessem naturalmente e para isso tinha que criar um clima, uma situação. Numa tarde, Mayara saiu para ir à casa de uma amiga, fazer um trabalho escolar, mas como não à encontrou voltou para casa e percebeu que seu pai estava tomando banho, e ao passar pelo seu quarto vendo que a parta estava aberta e o computador ligado, deu uma olhadinha rápida e viu que ele estava teclando numa sala de bate papo, e viu o site, o número da sala e o apelido que usava, “Rola grande”. A Safadinha viu aí a oportunidade que estava esperando e achou que essa seria uma ótima oportunidade de pôr o seu plano em prática.
Foi para o seu quarto e ligou o seu notebook, entrou no site e na mesma sala de bate papo, e usou o apelido de “Cabacinho”. Tão logo ele saiu do banho e foi para o quarto, ela fez contato!!!. Olá, é grande mesmo, rsrsrs? Ele respondeu: vinte cm.!!!. Casado?!!! Sim, e vc?!!! Solteirinha e novinha.!!! É cabacinho mesmo?!!! Sim, sou, na frente e atrás,!!!!! Ai delicia,!!!!! Vc gosta de novinha?!!!!!! Todo homem gosta, mas o que você procura aqui?!!! Aventura com alguém experiente e quem sabe perder o cabacinho de traz. !!! E o da frente?!!!!! Esse é do meu pai, to guardando para ele.!!!!. porque pra ele?!!! Porque adoro ele, e sinto muito tesão, quero que ele seja o primeiro homem a fuder minha bucetinha,.!!!! Ele sabe disso? Ainda não mas logo ele vai saber.!!!Por falar em pai, você é pai também?!!! Sim, sou, tenho uma filha linda.!!!! Já sentiu tesão por ela?!!! Claro que sim, ate me masturbo todos os dias cheirando as calcinhas delas e quando faço sexo com mãe dela, fantasio ser ela recebendo meu cacete, me chupando, bebendo meu leitinho, mas não sei como fazer para ela perceber.!!!! Ah é? Você é bem safado hem!!! Ai se eu tivesse um pai assim, daria para ele todos os dias e seria a putinha dele. Ela ainda é virgem?!!!!! Sim, tenho certeza, ela é muito caseira e nunca teve namorado.!!!! Vc já tentou fazer ela perceber que vc sente tesão por ela?!!! As vezes deixo ela me pegar de cueca, e fico de pau duro só de imaginar o que passa pela cabeça dela quando me vê assim, já notei que ela olha pro meu pau, ela deve sentir alguma coisa, mas eu logo coloco uma bermuda para não dá muita bandeira.!!!! Vc costuma abraçar sua filha?!!!!Não sei quanto tempo eu não faço isso.!!! Um abraço pode ser um bom começo, faça elogios a ela, abrace-a, e nesse abraço faça ela sentir seu pau endurecer e force ele um pouquinho contra a xaninha dela, e vê como ele reage. Se ela se afastar, deixa mas continue elogiando e conquistando cada vês mais a confiança dela que ela volta, se ela ficar quieta é sinal de que gostou, continue abraçado e da outra forçadinha para ter certeza. Olha, gostei do papo com vc, mas tenho que sair, entra amanhã nesta sala, neste mesmo horário, com o mesmo nick e eu te procuro. Talvez eu te peça para você fazer uma exibição do seu pau só para eu conferir se é grande mesmo e se eu gostar a gente pode até marcar um encontro e eu deixo você tirar meu cabacinho, mas só o de trás. Combinado eu entro. Mayara saiu do seu quarto toda empolgada, pois agora sabia que seu pai sentia tesão por ela e ficava de cueca de propósito. Mal ela podia esperar o dia seguinte para poder entrar de novo na sala de bate papo para dar continuidade ao seu plano de ter aquela pica de vinte centímetros cravada na sua bucetinha virgem, e no seu cuzinho.
Também queria ver a reação do seu pai com ela depois dos conselhos da “Cabacinho” na sala de bate papo. Mais tarde foi para o banho e quando saiu colocou uma roupinha leve, shortinho de tecido de algodão e uma blusinha bem fininha, sem sutiã, deixando os peitinhos bem animadinhos e quando entrou na cozinha seu pai estava passando o café, logo que a viu disse: Nossa filha você ta linda, ou melhor você é linda, posso te dar um abraço.!!!!! Demorou!!!! quanto tempo você não me faz um elogio, nem me dá um abraço, eu tava sentindo falta disso, vem, vem abraçar a sua filhinha, em seguida sentiu os braços do pai envolvendo-a e amassando seus seios em seu tórax nu, sentindo o pau crescer e espetar sua bucetinha. Quase deu uma gemidinha de tanto tesão que sentiu, mas se conteve e olhando nos olhos do pai demostrando que estava sentindo muito tesão disse: Aiiii Papai que delícia, e fechando os olhos, apertou seu corpo junto ao dele dando uma forçadinha com a xaninha de encontro ao seu pau e para não deixar nenhuma dúvida pediu: papai me abrace sempre assim, é gostoso demais sentir seu perfume, e ficaram assim por uns bons minutos e antes de se desvencilhar dos braços do pai Mayara deu-lhe um selinho na boca dele e falou: o café vai esfriar. Riram muito e se sentaram à mesa como pai e filha, mas algo novo estava no ar. No dia seguinte, ao sai para o colégio, disse ao pai que não iria chegar para o almoço, pois iria na casa de uma colega fazer um trabalho escolar, porém sabendo que o pai não estaria em casa, chegou do colégio mais cedo do que de costume, foi logo para o seu quarto se disfarçar: fez maquiagem escurecendo um pouco a pele, colocou uma peruca de cabelos pretos, um boné, óculos, uma pinta no rosto, algumas tatuagens no corpo dessas que saem com o banho, colocou um pano na parede juntamente com um quadro, para, na hora de ligar a web cam, não deixar que o pai reconhecesse seu quarto. O disfarce estava perfeito, era só esperar. Tão logo o pai chegou, percebeu que foi para o seu quarto. Ela aguardou uns dez minutos e ligou seu note, entrou na sala e procurou por “rola grande”, o apelido do pai na sala e assim que o encontrou, “cabacinho” entrou em ação. Ola, como vai, se lembra de mim? Estou bem, claro que me lembro, e vc com est?!!!! Eu, com muita vontade de ver sua rola grande e ver vc se masturbar para mim na cam!!!! Será que rola? Claro que sim. Já estou com ele bem durinho na minha mão. E ai como foi com sua filha!!!!! Maravilha deu tudo certo, elogiei e abracei-a como você havia sugerido. Fiz ela sentir meu pau duro, acho que ela gostou, ficamos abraçados um tempinho e ela disse que era uma delícia sentir aquilo, e pediu para eu sempre abraçá-la daquele jeito!!!!. Você é boa nisso hem? Qual o próximo passo???? Bem se ela gostou, deixa agora ela ver o seu pau, mas de maneira discreta, para ela não achar que você quer ataca-la, se ela gostar do que vai ver tenho certeza que ainda essa semana você vai tirar o cabaçinho dela, comer sua bucetinha deliciosa. Faça isso ainda hoje, a noite eu entro para saber como foi. Agora liga a cam, quero ver seu cacete grande e duro. E assim, pai e filha estavam se exibindo um para o outro pela web cam sem que ele desconfiasse que estava se exibindo para a sua própria filha a qual deixava a mostra somente a xaninha se masturbando e se contorcendo como se fosse uma serpente de tanto prazer ao ver a rola dura e grande do próprio pai enquanto ele do outro lado da tela também se desmanchava de tanto prazer por ver uma bucetinha virgem e com a esperança de um dia, quem sabe experimentá-la ao vivo e a cores. Depois de gozar abundantemente Mayara disse que estava saindo, mas que a noite retornaria. Desligou seu note, passou um pano úmido na xaninha, tirou a maquiagem , colocou uma calcinha vermelha minúscula e uma sainha curta e saiu de mansinho do seu quarto e foi para a cozinha, alguns minutos depois ele saiu do seu quarto e entrou no banheiro e antes de ligar o chuveiro, Mayara correu na porta e ouviu o pai falando o nome dela entre gemidos e sussurros, na certeza que estava se masturbando e ficou ali do lado de fora com a mão por dentro da calcinha imaginando toda aquela tora a sua disposição. Ao sair do banheiro só de cueca e com a toalha pendurada no pescoço, surpreso viu a filha na cozinha e disse: ué filha, você havia dito que ia demorar? O que aconteceu? Ah, minha amiga ficou indisposta e adiamos o trabalho para outro dia, o senhor quer café? Ele disse que sim e começou a tomar de pé mesmo, enquanto Mayara olhava fixo para seu cacete, para vê-lo endurecer. Não demorou muito para ele começar a crescer, e enquanto olhava parecia que a sua pressão subia junto, e o seu coração batia mais rápido. Ai que calor, ela disse se levantando e indo para a sala, se sentou no sofá e logo seu pai veio e se sentou também. Ela ficou olhando na direção do seu pau, e ele foi se ajeitando até deixar a cabecinha saído para fora da cueca. Ela se virou para ele deixando suas pernas entre abertas, facilitando para que ele visse sua calcinha vermelha molhadinha e seus pelinhos ralos saindo para fora. Ele por sua vez foi fazendo seu pau sair cada vês mais até ficar totalmente de fora com aquela cabeça grande e vermelha brilhando. Realmente deveria ter uns vinte centímetros, pensou Mayara, passando a língua entre os lábios e continuava olhando fixamente aquela vara, com o desejo de cair de boca e mamar aquela vara naquele mesmo instante e sentir seu leitinho inundar sua boca, mas se conteve e apenas disse: papai você tem uma pica linda. Mais alguns minutos e seu pai teria tirado seu cabacinho ali mesmo, naquele sofá, mas olhando no relógio viu que estava na hora da sua esposa chegar e cada um se levantou rapidamente indo cada um para seu quarto se recompor.
A noite, enquanto minha mãe assistia sua novela na sala, e vendo que seu pai estava no quarto, Mayara, disfarçou e também foi para o seu, ligou o note e entrou na sala que ele estava. Olá, alguma novidade???? Sim , ela viu, ficou só olhando e pude ver sua calcinha bem molhada, depois ela disse papai você tem uma pica linda, mas como estava na hora de minha esposa chegar do trabalho então não deu para continuar. Puxa que azar hem? Se não fosse horário da sua esposa chegar teria sido hoje, com certeza, a putinha ta louquinha pra dar. Se ela viu e disse isso é porque ela gostou, não tem mais como evitar, você vai tirar o cabacinho dela amanhã com certeza!!!!! Você acha que ela vai deixar ????? E o meu cabacinho você vai querer ??? Quero, lógico, só o cuzinho??? Vou dar só o cuzinho para você, a bucetinha vai ser do meu pai!!!! Adorei ver o seu cacete pela web cam e me masturbei várias vezes durante a tarde e a noite só pensando vc me comendo gostoso. Você tem local? Sim tenho. Pode ser aqui em casa, na minha cama ou no quarto da minha filha, assim eu te como pensando nela. Oba, então vamos marcar para amanhã cedo, eu finjo que vou para escola e nos encontramos, me pega no terceiro ponto de ônibus depois da pracinha!!!! Como vou te reconhecer, tem muitas estudantes pegando condução no mesmo ponto...... Estarei com uniforme da escola e com uma flor na mão, quero ver se essa (rola grande) vai dar conta de mim. !!!! Ok vou levar minha esposa no trabalho e deixo minha filha no colégio dela que fica bem perto dessa pracinha e te pego ai às sete e meia... Combinado vou ficar ansiosa. Ah! Não esquece de me levar um presentinho. Bjssss. No dia seguinte saíram os três, o pai, a mãe Mayara no banco de traz. Seu pai deixou a mãe no trabalho e ia em direção ao colégio, quando Mayara disse: pai para! Que foi filha, esqueceu alguma coisa??? Meu trabalho de escola, vale nota, eu esqueci no meu quarto, me leva de volta, preciso pega-lo. Tá bom mas não demore eu tenho um compromisso daqui apouco. Param no portão da casa e Mayara entrou correndo direto para seu quarto, tirou toda a roupa e ficou peladinha, morrendo de tesão só de imaginar aquela linda pica que viu no dia anterior na web cam e depois ao vivo e a cores invadir todos os seus buracos, poder mamar seu leitinho quente e delicioso. Passava a mão na bucetinha e já sentia aquela babinha molhar seus dedos, sentia arrepios por todo o seu corpinho de ninfetinha tarada que em instantes estaria sendo explorado pelo seu pai que iria ter o prazer de tirar seus dois cabacinhos de uma só vez. Ela alisava os seios arrepiados com os mamilos durinhos, o dedo molhado do seu liquido lubrificava seu anelzinho, já preparando-o para ser deflorado, e nisso ouviu a buzina do carro, era seu pai que não queria se atrasar para o seu compromisso, e ela ansiosa para ele vir atrás dela. Não demorou e ele saiu do carro e foi ver o que estava acontecendo pois Mayara estava demorando muito, e quando ele bateu na porta do seu quarto chamando-a ela disse: Entra pai!!!! Ele empurrou a porta e!!!!! Vem pai, vem terminar o que começamos ontem antes da mamãe chegar. Vem, vem, vem logo, fode meu cu bem gostoso, guardei ele e a minha bucetinha para você, vem papai eu sou toda sua, me arromba com essa sua rola grande, vem rasgar minha buceta, me faz mulher, hoje quero ser sua putihaaaa, foi um tormento para mim vê-lo todos os dias de cueca, vem me comer gostosoooo.!!!!!! Enquanto ouvia a filha se insinuar, o pai ia tirando a roupa e disse: vou te fuder sua putinhaaa, sempre sonhei por este dia chegar e hoje vc não me escapa. Ontem meti a noite inteira na sua mãe pensando em vc sua safadinha. A beijou com um beijo de língua e jogou de bruços na cama e lambeu o cuzinho dela com vontade até deixá-lo bem lubrificado, se posicionou atrás dela e segurando sua rola com uma mão foi empurrando no seu anelzinho, tirava, cuspia no cuzinho e enterrava de novo, aquilo ia rasgando, ardendo..... Aiiii paaai ta doendooooo, ta me rasgando, mais devagar!!!!!! Ce não tava querendo uma rola sua putinha, agora aguenta, ou ta arrependida!!! Não, to não, mete forte me fode com força me fode gostoso. ... Puta que pariu! Aaaaaaiiiiiii... Aaaaaaaiiiiiiii....E aquela rola foi escorregando pra dentro do seu cu, e se acomodando, e o pai socando, socando, como socava na sua mulher. Aaaiiiii DE VVAAAGAAARRRR, TÁ ME“AAAHHHH, - Oh filha!”, Aaaaahuuuuuummmmm, que cuzinho gostozzooooo, EU ESTTTOOUUU GOOOZZAAAANNNNDDOOOOOO!” “AAAHHH QuE delicia... e despejou todo estoque de porra no cuzinho dela, que sentiu como se aquela porra fosse caldo de pimenta de tanto que ardia seu cuzinho. Depois que ele tirou sua pica de dentro é que ela viu sangue, ele rasgou seu cuzinho literalmente, mas ela estava satisfeita e seu pai mais ainda por ter tirado seu cabacinho do cu. Mas como ela havia imaginado que o cabacinho da buceta seria dele, que ele seria seu primeiro macho, aquele que iria lhe fazer mulher, depois de um descanso ela disse: papai vem, fode logo minha bucetinha, quero sentir sua pica dentro de mim, vem romper meu lacre. Ele a beijou carinhosamente, chupou seus peitinhos e foi descendo, passou pelo seu umbigo, desceu até os pelos ralinhos da xaninha até colocar sua língua na entradinha dela e bolinar seu grelinho já entumecido. Depois de brincar bastante e vasculhar a rachinha de cima a baixo com sua língua quentinha, com os polegares das duas mãos abriu sua grutinha, como que para conferir se era mesmo virgem e disse: Caramba filha, você tem certeza que quer que eu tire sua virgindade, não quer pensar melhor?... Não pai, não quero pensar melhor, eu guardei meu selinho para você, é meu sonho dar minha bucetinha para você, me come logo me fode gostoso. Ele passou a língua de novo em toda a extensão da grutinha, depois se posicionou e foi introduzindo sua pica na buceta dela até alcançar seu lacre. Ela se arrepiava todinha, e sentia calafrios por todo o meu corpo. O pai foi forçando sua pica duríssima e uma ardência na sua rachinha indicava que o seu selinho estava se rompendo, aquela dorzinha aumentou e a xaninha formigava até que ela sentir aquele caralho ir escorregando para dentro tocando lá no fundo. Agora sim ela já era mulher, transou suas pernas em seu quadril enquanto ele socava com vontade a grutinha e ela sentia suas bolas tocarem sua bunda. Ele foi aumentando seu ritmo enquanto falava de maneira gostosa; - Oh filha!”, Aaaaahuuuuuummmmm!... deliciaa huuuuuumm que bucetinha gostosa você tem!!!!! Então fode gostoso sua putinhaaaa,,,, quero sentir esse caralho tocar meu estômago Aaaaaaaiiiiiiii....Delicciiiiaaaa Que caralho gostoso papai! - Tá gostando, cadelinhaaaa? Toma! Toma! – ele dizia. Vou gozar na sua bucetinha vou encher ela de porra!!!! IIIIIII!”. Mayara estava trêmula e dizia entre gemidos..AAAIII,vou gozar também papai vamos gozar juntos!!!! “OOOOHHHHH! GOOOSSSS TTOOOO SSSSOOOOSSSSS! EUUU GOOO SSEEE IIIIIII!”, “AAAHHHH, que delicia de buceta filha, vou querer mais!!! Ela será sempre sua papai, pode comer minha buceta quando quiser!!! Vou adorar!!! Depois que o pai tirou o cacete da sua buceta ela lambeu gostoso aquela pica que a inaugurou, até ela ficar dura de novo e encher sua boca com seu leite grosso e suculento. Pai e filha fodem sempre e estão planejando visitar um motel no dia do niver dela. Ela adora a pica do pai no seu cú, na sua buceta e sacia a sua vontade de tomar leitinho quente. Agora que você leu e com certeza gozou muito, dê uma nota para este conto, faça um comentário e se desejar entre em contato comigo pelo e-mail: bernard3320@live.com





ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.