"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Dando o Troco na Esposa do Car


autor: Camilinha
publicado em: 07/10/15
categoria: hetero
leituras: 8295
ver notas


Sou uma morena de 1,68 de altura, tenho 55 quilos, olhos verdes e cabelos longos e ondulados. Seios fartos siliconados e meu maior orgulho, uma bunda empinada e dura que termina em coxas bem grossas e torneadas. Tudo isso conquistado em anos de treino de artes marciais. Conservo marquinhas de bikinis bem provocantes e sempre uso roupas que mesmo sendo pra trabalho, mostram alguns detalhes do meu corpo, o que atrai bastante atenção no meu trabalho.

Trabalho no departamento financeiro de uma grande multinacional com sede em Porto Alegre e sou uma das poucas mulheres em meu setor. Tenho um cargo de influência na empresa e sou muito amiga de todos os meus colegas e sou bastante querida por todos.

Um destes meus colegas é Carlos, que chamamos de Carlão, porque é um homem de 1,93 de altura, com um perfil bem corpulento de quem já jogou volley na juventude. É um cara bem conservado, sempre perfumado e muito bem vestido, além de ser gentil e amigável com todos. Sempre achei ele um tesão, mas como ele era casado nunca tentamos nada. Somos muito amigos e temos o hábito de fazer várias coisas juntos fora da empresa.

Carlos descobriu que a esposa dele por quem ele era perdidamente apaixonado estava traindo-o e passou a sofrer bastante com isso. Alguém tinha que fazer algo pra ajudar.

Numa sexta-feira, resolvi chamar o Carlos pra ir até a minha casa e falar um pouco sobre isso. Pedimos comida chinesa e jantamos juntos, bebemos vinho e conversamos até que consegui faze-lo esquecer dos problemas com a esposa.

Fomos pro sofá da sala e ficamos vendo uns filmes. Disse a ele que iria colocar uma roupa mais confortável e volvei pra sala com uma camisola preta transparente bem provocante sem mais nada por baixo. Carlos ficou babando quando passei na frente dele e ele percebeu que eu estava sem calcinha. Sentei ao lado dele como se nada tivesse acontecido.

Coloquei em um filme não muito interessante e sentei bem perto dele, retomamos alguns assuntos do trabalho até que interrompi uma fala dele acariciando a coxa dele e o pau por cima da calça e falando no seu ouvido:

- Vamos dar o troco naquela puta! Eu e você! Agora?

Carlos se assustou, mas acabou cedendo e senti suas mãos me envolvendo e me puxando pra cima dele. Sentei no colo dele enquanto nos beijávamos e eu arrancava a sua camisa. As mãos enormes dele me bolinavam toda, apertavam meus seios e minha bunda como se ele não acreditasse que aquilo era real.

Ele tirou minha camisola e a calça dele, e voltei pro colo dele, dessa vez mordendo seu pescoço e arranhando seu peito enquanto ele me apertava todinha! A essa altura eu já estava muito molhada e doidinha pra meter com ele. Então, fui descendo dando beijos e mordidas no peito dele, na barriga, tudo seguido de arranhões até ficar de joelhos na frente dele. Arranquei a cueca dele e me deparei com um pau que fazia jus ao apelido de Carlão. Fiquei maravilhada com aquela pica e caí de boca na hora!!!

Chupei o pau dele encarando ele nos olhos, enquanto ele dizia:
- Ah Camila! Eu sempre quis te comer! Você é meu sonho de consumo!! Você é muito melhor do que eu imaginava!! Chupa meu pau minha delicia! Chupa!!!

Ele gemia enquanto eu lambia e mordiscava as bolas e o pau dele e arranhava suas coxas com vontade. Chupei até sentir aquele pau latejando na minha boca, então escalei aquele homem enorme e sentei novamente no seu colo, de frente pra ele e roçando minha bucetinha no seu pau.

Ele mamava nos meus seios e olhava maravilhado pra eles enquanto apertava minha bunda.

Continuei rebolando e esfregando minha buceta meladinha no cacete de Carlos enquanto ele enfiava os dedos no meu cuzinho. Quando entrou o segundo dedo eu deixei o pau entrar na minha buceta e gemi alto, me agarrando no sofa. Sentei até fazer o cacete sumir!

Carlos gemeu também e comecei a rebolar com aquele pau gostoso dentro de mim! Quanto mais eu rebolava mais tesão eu sentia! Carlos tinha uma pegada deliciosa, apertava minha bunda com força, penetrava meu cu com os dedos e dava tapas fortes na minha bunda enquanto chupava meus seios e beijava minha boca.

Não demorou nada e gozei no pau e nos dedos dele.

Carlos se levantou, me segurando por baixo das pernas e me colocou contra a parede suspensa no ar. Senti aquele pau me arrombar toda por dentro! Gemi alto e me agarrei nele enquanto ele metia cada vez mais forte e mais rápido na minha bucetinha, me chamando de puta safada e socando cada vez mais!

Aos poucos ele foi aumentando o ritmo até que estava socando com tanta força que meu corpo batia contra a parede e ele me espremia toda nela! ADOREI AQUILO! Me senti uma cadela e comecei a gemer mais alto ainda, pedindo MAIS! FODE MAIS! METE MAIS NA TUA PUTA! TODINHA TUA!!!

Gozamos os dois ao mesmo tempo, os jatos de porra não paravam de sair e ele inundou a minha bucetinha.

Então, Carlos me levou pro quarto e me colocou de 4 na cama e enterrou a vara na minha buceta mais uma vez, dando tapas na minha bunda e metendo os dedos no meu cuzinho ele começou a me comer de novo e eu nem tinha me recuperado da gozada anterior ainda.

Carlos puxou meus cabelos pra trás e aumentou o ritmo das estocadas mais uma vez. A cada metida aquele pau parecia maior e mais delicioso, eu queria e pedia MAIS a cada penetrada dele. E quanto mais eu pedia, mais pica ele me dava! Fui ao delírio!!!

Rebolei naqueles dedos e naquele pau feito uma cadela e era assim que ele me chamava! Dava tapas na minha bunda e segurava minha cintura como um homem de verdade. E que homem! Carlos me levou a um terceiro orgasmo onde eu apertava os dedos dele com o cu tão forte que jurei que podia quebra-los.

Depois que eu gozei ele tirou o pau da minha buceta, me puxou pelo cabelo e me mandou chupar o pau dele de novo porque queria gozar na minha boca.

E assim o fiz, mamei na rola dele alí, de 4 feito uma putinha enquanto ele puxava meu rosto em direção ao seu pau. Chupei deliciosamente aquele mastro até que ele gozou na minha boca e no meu rosto. Tratei de engolir tudinho, cada gota do rosto e do pau dele.

Depois nos beijamos e tomamos um banho juntos.

Hoje Carlos se separou e é meu vizinho de prédio. Sempre que sentimos saudades desse nosso troco nos encontramos pra mais uma foda deliciosa!

Sem contar no trabalho, quando achamos um cantinho pra nos divertir, mas essas já são outras histórias.

Se vocês gostarem eu conto mais!
Beijos e lambidas da Camilinha!!!



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.