"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Ele e quem manda.


autor: Lendra Zouchin
publicado em: 10/10/15
categoria: hetero
leituras: 3803
ver notas


Eu não aguentava mais de saudade dele ainda não tínhamos transado, então chegamos em casa e nem consegui passar da porta antes dele me agarrar,era tão maravilhoso eu estava ansiosa pelos seus beijos pelo seu toque,e eram tão quentes que me colocavam e erupção,suas mãos desciam e exploravam meu corpo com muita vontade ,ele foi me empurrando pra dentro do quarto,só queria que ele rasgasse minha roupa e me comesse ,eu já não aguentava mais ,mas ele não era assim afoito,ele ia me provocar só por prazer...
Me jogou na parede ,fechando a porta me pressionou o máximo que podia ele sabia que isso me excitava,todo o trajeto da entrada da casa até o quarto nossas bocas não se desgrudaram,então de repente ele parou de me beijar,colocou o braço na parede e olhando pra mim com cara mais ordinária do mundo deu um sorriso tão safado que apesar de morena fiquei vermelha,ele parou e tirou minha blusa tão devagar que parecia tudo me câmera lenta e foi repetindo o processo com todas as peças até que eu ficasse completamente nua.
Meu tesão já não cabia mais em mim,minha respiração era ofegante,ele me olhava completamente sobre controle eu estava encantada com o jogo de sedução que ele fazia,deu a volta pelo meu corpo me analisando com detalhes,então me abraçou bem forte,e voltou a me beijar daquele jeito gostoso,eu só respirava ele me deixava sem fala,começou a beijar meu pescoço e foi descendo devagar,ele beijava mordiscava e soprava de leve ,só pra me arrepiar,quando chegou a meus seios simultaneamente apertou bem forte minha bunda que não cabia toda na sua mão ,ele experimentava meus seios faminto, eles sumiam em sua boca ele mordia e chupava com voracidade,eu já estava encharcada parecia que eu era virgem de novo,estava excitada e ansiosa .
Ele foi descendo pela minha barriga e chegando bem perto da minha buceta brincou pelas minhas coxas mordia lambia beijava eu sentia seu calor da sua boca era delicioso ele chegava bem perto dela e então subia pra me provocar,comecei a arranha-ló eu já não cabia mais de tesão eu gemia alto ia explodir,ele então subiu até minha boca olhou bem nos meus olhos ,passou a mão por trás das minhas coxas me ergueu me encaixando perfeitamente em seu colo,que tortura eu completamente nua,sentido seu pau somente pela calça jeans que ele vestia,ele me carregou e me atirou na cama,eu não conseguia acreditar naquele controle que ele exercia eu mal conseguia responder a seus carinhos eu estava completamente dominada em transe.
Ele me jogou na cama ,chegou no meu ouvido:
-Quero que você goze na minha língua ,então relaxa pra mim.
Eu só consegui responder com um beijo,ele foi descendo e quando chegou na minha fonte de prazer ,passou a língua de leve no meu grelinho estremeci,ele olhava pra mim enquanto passava a língua nela inteira,me chupava com muita vontade, eu já me contorcia,com ele me sugando,ele então a abriu,foi metendo a língua muito forte e bem fundo me penetrando ,eu já levantava o corpo arqueando as costa para fora da cama,e gemia alto enquanto puxava o lençol,ele não parava ,vendo que eu me empurrava e rebolava na sua boca aumentava a intensidade .
Não aguentei muito tempo assim que ele introduziu dois dedos enquanto me chupava,gozei forte desfaleci na sua boca ele bebeu todo meu liquido ,fiquei mole por uns cinco minutos ,ele me beijava compartilhando meu gosto.

Eu precisa retribuir,quando me recompus era minha vez de tirar sua roupa e explorar seu corpo,eu parecia uma garotinha inexperiente eu demorei a acostumar com seu espírito de macho alfa,e simplesmente não conseguia ser dominadora com ele.
Subi em cima dele e fui tirando sua roupa até deixar ele nu eu babava na visão do seu copro a pele clara as formas tão perfeitas seu corpo de homem me excitava ainda mais ,fui beija-ló esfregando a buceta na cabeça dos eu pau pra brincar com ele ,ele sorria como seu não soubesse oque estava fazendo,ele apertou minha cintura e penetrou de uma vez dei um grito de prazer me arrepiei dos pés a cabeça,ele e quem mandava ,eu só poderia chupa-ló quando ele deixasse,ele então meteu com força olhando no fundo dos meus olhos enquanto eu rebolava eu gozei com uma virgem,ele pressionava minha cintura para ir bem fundo,eu senti ele pulsando ele ia gozar,fui até seu ouvido e sussurrei:
-Goza na minha boca por favor...
Ele abriu um sorriso saiu da cama ficou na minha frente ,me pegou pelos cabelo enfiou o pau no fundo da minha garganta,em segundos ele gozou no fundo da minha garganta eu bebi tudo deliciosamente me sentindo completamente dele ,depois dei um beijo nele pra ele sentir o quanto seu gosto era bom,ficamos nos beijando um bom tempo e nos fazendo carinho naquela tarde,isso e só o começo de nossas aventuras ....



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.