"Os mais excitantes contos eróticos"

 

À noite junto ao rio


autor: xina
publicado em: 23/03/15
categoria: hetero
leituras: 6504
ver notas


Numa noite em que saímos para ir ao cinema, estávamos a regressar a casa e a minha esposa pergunta-me, queres um broche?, confesso que não estava à espera de um convite desta natureza.
Fiquei entusiasmado com a ideia e comecei a acariciar as pernas dela, estava com uma saia curta, meias de liga e uma tanga transparente, através dela sentia a cona já humedecida, com essa proposta deixaste-me com um tesão enorme, disse-lhe.
Pára o carro ali junto ao rio, para chupar esse pau tesudo, quero senti-lo todo na minha boca de putéfia, ordenou-me!
Conheço um parque onde vários carros costumam parar para foder e outros para verem os casais, outros ainda para fumarem uns charros, é uma zona com alguma iluminação e parece segura.
Chegados ao local já com talvez uns dez carros parados de vidros embaciados, parei o carro e puxei o banco para trás, ela diz-me, põe o pau de fora para o abocanhar, quero mamá-lo todo junto a esta gente, pode ser que alguém esteja a ver-nos! Quero sentir-me uma puta a fazer uma mamada a um cliente!
Para a satisfazer, baixei imediatamente a roupa e ordenei-lhe, chupa-me a piça já minha galdéria, engole-a toda, chupa-a como uma boa profissional!
Enquanto ela me chupava, ia dizendo, que bom caralho, adoro fazer broches, gosto de sentir uma boa piça na boca. Gostava que aparecesse aqui um estranho para lhe fazer também um broche.
Esta última tirada deixou-me ainda mais excitado, gostavas de mamar outro pau à minha frente, minha putéfia, gostavas de pôr os cornos aqui?
Adorava ter outra ou outras piças para chupar enquanto tu ficavas a ver como corno manso! Ficavas a bater uma punheta e eu mamava até eles se esporrarem na minha boca!
Estás a deixar-me muito excitado com essa ideia de te ver a mamar outros!
Então anda lá corno, esporra-te na boca da tua puta antes que fiques a bater uma punheta!
Não aguentei muito mais e enchi a boca dela de leite, foi um orgasmo muito intenso. Como não apareceu nenhum curioso, limpamos tudo e regressamos a casa, para a satisfazer!



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.