"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Amizade que virou colorida


autor: ster92
publicado em: 30/10/15
categoria: hetero
leituras: 4232
ver notas


Conheci quando eu tinha 16 anos,pegávamos o mesmo ônibus e trabalhávamos na mesma rua,porem havia minha amiga Talita,que também trabalhava na mesma rua que nós,porem os 3 era de empresas diferentes,mas o dela era super parecido com o meu,claro que conhecia ela primeiro e foi por ela que eu conheci ele,Renato,branco,olhos verdes,forte,um pouquinho mais alto que eu,mesma idade que a minha,seus lábios são bem carnudos,o que me chamava mais atenção,pois homem com boca carnuda acho muito bonito. Foi ate estranho quando nos conhecemos,eu pegava o ônibus sempre com a Talita,mas nunca o tinha vista,de repente eu entrei no ônibus e achei que estava atrasada,fui pro fundo e sem querer encontro minha amiga sentada ao lado da janela,conversamos e percebi que havia um rapaz que parecia estar dormindo ao seu lado,foi quando do nada ela da um toque nele e ele abriu os olhos,nossa,paralisei e fiquei sem reação por uns segundos,ate que Talita me fez voltar a realidade,descemos as 2 enquanto ele seguiu seu caminho. Na ida ao nosso trabalho eu olho para ela e disse
-Tata,seu amiga é bonito ne
-Sim,todas acham isso
-E você nunca ficou com ele?(fazendo perguntas maliciosas)
-Não só somos amigos,nunca o vi com outros olhos
-Hum...entendi...mas ele tem lindos olhos(falei disfarçando o interesse)
Logo cada uma indo em direção diferentes,no dia seguinte eu resolvi pegar um outro ônibus,mas pra minha sorte ele fez o trajeto(que não era dele)do ônibus que eu pegava sempre,e eles entraram(moravam no mesmo prédio,então aproveitavam e iam juntos pro trabalho)e sentaram no meio do ônibus,enquanto eu estava La no fundo,após passar o terminal,eu resolvi ir ate eles como se tivesse subido naquela hora,mas deixei sem querer escapar que eu já estava ali um bom tempo e que tinha visto eles entrando,nisso vi que Renato estava de olhos fechados,foi quando Talita disse
-Amiga olha nos olhos do Renato -Eu olhei daí ela
-São lindos né?-Eu fiquei sem graça e respondi-uhum
Descemos dessa vez os 3 e fomos conversando ate onde nos separaríamos para cada um ir para seu trabalho,foi quando de repente eu estava falando e quando percebi so estava eu e Renato andando,olhei para trás e vi minha amiga parada olhando a gente e dando um sorriso malicioso querendo deixar a gente só
-Talita,vem po-Eu estava com muita vergonha e percebi a intenção dela
Ela voltou pro nosso lado e continuamos a conversa,quando chegou numa praça,onde cada um ia pra cada lado diferente,ela deu um beijo no rosto dele e eu so dei tchau com a mão,e daí eu ouvi
-Para de palhaçada e da um beijo no menino
Minha vontade foi de esganá-la mas fui ate ele e dei um beijo no rosto e fomos embora,no caminho eu falei
-Da próxima eu te mato
-Ah Ster para com isso,vai me dizer que você não queria?
-Queria,mas sei la,acho que não faço seu tipo
-Vamos ver-e deu uma risada sarcástica
Dias se passavam e isso tornou a nossa rotina,mas não via mais Renato,minha amiga dizendo que ele estava entrando mais cedo no trampo,ate que próximo do dia dos namorados de 2009 ela me diz que Renato queria ficar cmg,mas como não me encontrou mais,uma menina pediu pra ficar com ele e ele ficou e começou a namorar a menina(não entendi muito essa parte mas relevei)Fiquei triste com a noticia mas claro que a amizade não mudaria,uns 3 ou 4 meses se passaram e ela me contou que Renato tinha terminado o namoro,eu não fiquei muito feliz pois já não o via a muito tempo,deixei pra lá. Quase 2 semanas depois(eu tinha brigado com a minha amiga uma semana antes)eu estava indo trabalhar e estava pensando na minha amiga de PE no onibus olhando pro nada quando de repente escuto
-Ster? (olho pro lado e vejo Renato)
-Oi Renato,tudo bem,você sumiu..
-Verdade,meu horário não estava coincidindo com o de vocês,estava entrando mais cedo mais agora voltei o meu de antes
Aquilo foi um alivio,foi muito legal ver meu amigo que a tanto tempo não o via,viramos amigos claro,percebi que não ia rolar nada então aceitei a amizade apenas,eu já sabendo que ele não estava mais namorando,queria algo pra comentar só pra não dizer que eu soube da minha amiga Tata,foi quando sua mão direita estava a minha frente,apoiando-se,e ai foi que eu comentei
-Ué Renato,cadê sua aliança? Com tom de quem não sabia de nada e brincando-levou pra relojoaria e vai trocar por outra? Dando risada,brincando
-Não...é que eu não estou mais namorando
Minha cara foi de quem ficou sem graça,surpresa com a resposta,claro tudo encenação,conversamos e quando o ônibus esvaziou sentamos,quando eu estava prestes a descer,me levantei e fui ate seu ouvido
-Se eu pedisse pra ficar com você,você ficaria?
Na hora sua cara foi de surpreso,acho que não esperaria essa minha atitude,mas me disse que sim,me perguntando quando é que eu ia pegar novamente aquela linha de ônibus,dizendo que no dia seguinte mesmo,que ai sim poderíamos ficar,mas infelizmente no dia seguinte eu não consegui pegar a mesma linha que ele e por muito tempo ficamos sem nos ver novamente,pois meu tio começou a me levar porque era caminho do trampo dele também. Dias se passaram e eu não me conformava que eu não tinha conseguido ficar com aquele garoto,e como eu trabalhava também de entregar documentos na rua,resolvi que aquele dia pelo menos alguma coisa tinha que sair,quando deu 16:30 eu sai para finalizar meu trabalho(eu saio as 18:00 hrs) e enfim ficar mais sossegada. Fui em direção onde era o seu trabalho,mas não sabia qual prédio e fiquei esperando ele sair,fiquei uns 25 minutos e vi um rapaz muito parecido com ele e fui atrás,era ele mesmo,chamei pelo seu nome e quando se virou ficou espantado por me ver
-Nossa,esta perdida? O que faz por aqui a essa hora?
-Eu fui ate a empresa de logística para entregar a documentação(mentira) e agora vou entregar mais outro e vou voltar para a minha rotina RS
Ele me pediu para esperar pois já estava indo pra casa,esperei e ele sai com um amigo que logo me cumprimenta e saímos os 3 juntos para que pudessem ir embora,pensei que novamente eu tinha perdido a chance,mas fiquei esperando um momento certo ate eu poder dar um pequeno passo,paramos no ponto e falei que ia embora,pois meu horário também já estava dando,deu um beijo no rosto do seu amigo que por sinal era simpático(alias ele que me deu) e quando fui dar tchau ao Renato,dei um selinho e sai andando com vergonha do que eu fiz,sei La,achei que foi muito rápido,no caminho eu fiquei pensando,será que ele gostou,o que sera que seu amigo comentou... Varias coisas se passaram na minha cabeça.
Desde aquele dia então não havia nos encontrado,foi decepcionante pois achei que tinha estragado a nossa amizade,pois ele so conversava comigo somente em redes sociais,nada mais.
Ele serviu o exercito e como eu acho ter dito,casei e tive um filho,mas depois me separei,e mesmo assim sempre com aquela vontade de descobrir algo sobre ele...ate que vi suas postagens em facebook,coisa simples,chamei no bate papo,e conversamos normalmente quando ele me disse que estava solteiro novamente,bem dessa vez eu fingi que não liguei e disse que sairia pois estava indo buscar meu filho,conversa vem conversa vai,quando de repente num dia acordei com a coragem de dizer o que eu realmente queria,confesso que fiquei com medo de sua resposta mas já era tarde,pois já tinha chego a resposta,disse que na época era muito inocente e não imaginava que eu queria ficar com ele tanto assim,eu comecei a falar coisas e ele foi se revelando um verdadeiro safado,aquilo foi mexendo com a minha imaginação,queria de qualquer jeito,nem que fosse apenas um beijo,foi quando em me disse
-Só um beijo? Eu gosto de usar a mao...
-Hum e onde gosta de passar a mao(inocente...)
-Em tudo-continuamos a nossa conversa e foi quando eu disse
-Vem aqui em casa que eu resolvo isso rapidinho-ele disse que ficou euforico,mas que naquele momento não poderia sair,pois estava ocupadíssimo,mas tarde,depois que eu busquei o meu filho,já La pelas 21:30,meu filho já dormindo,eu sem sono e foi quando eu disse o que minha amiga tinha dito meia hora antes e mandei pra ele
-Minha amiga disse que vai chamar o bombeiro(ele fez o curso) e disse que chamara você pra apagar o meu fogo-e esperei,não demorou muito e ele respondeu
-Meu pai acabou de chegar com o carro,estou indo ai
Fiquei ansiosa,tomei um banho demorado,me arrumei toda e em 30 minutos estava ele estacionando o carro,abro a porta e um sorriso me encanta,ele entra em meu apartamento,se senta e começamos a conversar para relaxar,foi quando ele se levantou,pegou a minha Mao e me puxou,me dando um beijo doce,sua Mao percorria o meu corpo e as minha sobre o dele,tiro a sua blusa,ele tira a minha,tira o meu sutiã e eu ai tiro a sua bermuda,reparo que esta sem cueca(já veio preparado) e ele tenta tirar o meu short,mas não conseguiu por ser diferente a localização dos botões,então eu mesma tirei,claro que eu também não coloquei calcinha alguma,já pra facilitar as coisas,estávamos na sala e então o direciono para ele sentar no sofá,me ajoelhando e indo de boca em seu pau duro e delicioso,não era muito grande,também nem muito pequeno,estava na medida certa,perfeito,pois como sou pequena,ia conseguir engolir tudinho,comecei devagar e fui aumentando,ele apoiou sua Mao na minha cabeça e fui fazendo um boquete que deixou-o todo arrepiado,senti em suas pernas grossas,como eu não queria perder muito tempo,fui para cima dele com ele ainda sentado e comecei a cavalgar,enquanto ele puxava o meu cabelo que estava molhado ainda,fui cavalgando e ele se levantou com ele ainda dentro de mim e me colocou ao contrario e foi socando,eu fui ao delírio,seu corpo suava e o meu tremia de tanto tesao,foi socando,fui gemendo,ele foi me apertando e eu estava arranhando-o,uma loucura,me pediu para ficar de 4 e assim o fiz,e foi sem dó,sem frescura,pois não gosto disso,gosto que fazem com que eu goze gostoso,correspondendo ao que eu queria,pra finalizar voltei a minha posição de cavalo,só que de costas para ele,e assim ele gozou gostoso,tomamos um banho e ele teve que ir,mas depois me deixou uma mensagem dizendo que quer repetir a dose




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.