"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Minha Esposa me Fez Feliz Fode


autor: Rick
publicado em: 25/03/15
categoria: hetero
leituras: 39294
ver notas


Tudo aconteceu em um domingo, não tenho orgulho de dizer que realmente aconteceu, diferente de nuitos contos que a gente vê por aí. Meu nome é Ricardo, 42anos e minha esposa de 29 anos.
Ela tem por volta de 1,55m, 52kg, cabelos castanhos e compridos, olhos castanhos escuros, morena clara,seios médios,bunda média/grande e uma buceta lisinha, sempre depilada, quente, apertada e cheirosa.

Conversamos sobre sexo,fantasias e outras coisas, fazemos amor praticamente todos os dias,assistimos vídeos e filmes pornôs,gostamos de ler contos eróticos e começamos a imaginar como seria ter outras pessoas em nossa cama.
Começamos a fantasiar e conversar sobre a possibilidade de conhecer um casal pra uma experiência nova, uma transa num mesmo ambiente e até mesmo swing. Mas foi uma outra fantasia que chamou nossa atenção: ménage masculino, ou seja, eu e mais um homem pra foder gostoso a minha esposa.

Deixei que ela escolhesse a pessoa que mais a atraía, que chamasse a atenção dela. Foi quando tive a idéia de chamar um vizinho, o conheci ainda pequeno, o qual de vez em quando eu faço manutenção no computador dele. Conversei com ela e adicionei ele no meu face e ela o adicionou no dela. Então ela começou a seduzir nosso vizinho, mandando fotos da sua bucetinha e também das nossas transas.

O garoto, que tem 18 anos, ficou louco e queria comer minha esposa mais ela impôs uma condição: de que eu participasse. No começo ele ficou meio com receio mais depois de outras conversas ele topou. Na tarde do dia seguinte, ela estava com um tesão enorme (como sempre), quando ela entrou no face e me disse que o rapaz estava on line. Não perdi tempo e perguntei se ela queria experimentar a pica dele naquela hora e ela me deu um beijo como confirmação. Mandei que ela chamasse ele pra vir na nossa casa naquela hora e ela o fez e em seguida foi tomar um banho e eu fui esperar o rapaz no portão. Quando ele chegou e me viu, ficou com vergonha mas eu fui tranqüilizando ele, dizendo pra ele ficar à vontade.

Entramos e o levei para o quarto onde minha esposa estava nos esperando, deitada de bunda pra cima usando apenas uma calcinha bem pequena, toda enfiada naquela bunda maravilhosa. Ela se levantou e se cumprimentaram e eu disse pra ele: “Essa é minha esposa gostosa e ela é toda sua pra comer bem gostoso.” Então dei um beijo na boca dela e disse pra ela: “Agora vc vai ter um cacete diferente, quero que dê bem gostoso pra ele voltar mais vezes.” E saí do quarto pra ver o que rolava. Mas não agüentei ficar de fora e, passado uns 5minutos, entrei e ele estava deitado na cama e ela de 4 mamando a pica do garoto, que é um pouco maior do que a minha. Não resisti e abri a bunda dela e comecei a chupar e lamber aquela bucetinha linda e gostosa, dizendo que estava preparando ela pro meu amigo comer.

Minha esposa mamava a pica dele e gemia gostoso, dizendo que ele tinha uma pica boa de chupar e me chamava de “meu corninho”. Depois de mamar bastante e eu ter deixado sua buceta molhadinha, ela subiu em cima do garoto, ajeitou e pincelou a cabeça daquele caralho bem na porta da buceta, e foi sentando bem devagar até não ficar nada de fora, e foi cadenciando os movimentos de sobe e desce, deixando o cacete dele todo melado do suco da buceta dela e ela gemendo dizendo que o caralho dele era macio e gostoso e que ia querer dar pra ele todos os dias. Eu coloquei meu pau pra fora e dei pra ela mamar o qual ela fez com muito tesão.

Era uma sensação diferente, ver minha bela esposa cavalgando no pau do garoto de 18 anos, 1 ano mais novo do que ela. Assim que ela saiu de cima dele, foi dar mais uma mamada e ficou de 4 e aproveitei pra dar mais umas lambidas naquela xoxota sentindo um gostinho diferente, ainda mais saborosa depois de ter recebido outra pica, me coloquei atrás dela e empurrei meu cacete naquela buceta ainda mais molhada.
Enterrei tudo até o talo, tirei até a ponta da cabeça, e bombei forte na buceta da puta da minha esposa enquanto ela dava um belo trato no cacete do garoto e gemia como uma puta deve gemer, levando o rapaz ao delírio e a mim também.

Não agüentando mais de tanto tesão, esporrei forte na bunda dela, e assim que gozei, o garoto tomou meu meu lugar e fodeu minha esposa de 4, arrancando mais gemidos da minha vadia. Enquanto ele comia ela, eu peguei a câmera e tirei várias fotos e gravei um vídeo dele metendo a rola na minha esposa. Quando ele disse que estava perto de gozar, minha esposa o deitou na cama e começou a mamar aquele caralho novinho, pedindo que ele gozasse na sua boquinha e ele obedeceu e esporrou no fundo na garganta da minha linda putinha.

Era tanta porra que ela chegou a se engasgar, o leite escorria pelo canto da sua boquinha mas ela fez questão de tomar tudinho, me fazendo o corno mais feliz do mundo.
Nos despedimos do nosso amigo e pedimos pra ele guardar nosso segredo se quisesse comer minha esposa mais vezes.

Recebemos ele umas 4 vezes em nossa casa depois, porém deixo pra contarem outra oportunidade

rricardo668@yahoo.com



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.