"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Minha primeira "pulada de cerc


autor: Neka
publicado em: 14/11/15
categoria: traição
leituras: 5087
ver notas


Era um dia de semana. Saí do trabalho para buscar um lanche no horário de almoço num Subway ali perto. De repente ouço: _Renata, é tu? Nossa! Há quanto tempo!
Olho para o lado e vejo meu ex noivo, Paulo, que não via há mais ou menos 15 anos.
_Oi. Sou eu! Muito tempo mesmo.
_Tá fazendo o que aqui?
_Trabalho aqui perto. E tu?
_Também. Vamos almoçar?
Fomos ... entramos no carro dele e fomos almoçar um ao outro num motel perto dali, ou diria melhor ... matar as saudades.
Sou morena, olhos verdes, cabelos lisos escuros e longos, 1.65 m altura, 70 kg. Naquele dia estava com uma mini saia jeans, uma blusa de alcinhas rosa e uma sandália estampada de salto fino e bem alto. Paulo olhou prá mim e disse: _o tempo só te deixou mais gostosa!
Chegamos no motel e fomos direto ao que interessava, pois o tempo era curto. Começamos por um 69 bem gostoso até ficarmos, os 2, em ponto de bala. Em seguida Paulo me virou de frente prá ele e eu não esperei que ele pedisse, fui logo sentando naquele caralho que eu conheço tão bem e que sei exatamente como funciona. Cavalguei com vontade, até estremecer todinha e gozar naquele pau maravilhoso. Em seguida Paulo me colocou de 4, se posicionou atrás de mim e começou a bombar o caralhão na minha buceta. Senti ele estremecer e jorrar todo aquele leite na minha buceta latejante. Levantamos da cama, tomamos um banho e ele me largou no trabalho.
Quando entrei, lembrei que eu continuava com fome e que o meu marido, que trabalha comigo, estava esperando pelo almoço que eu havia ido buscar .... eitcha! Danou-se!




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.