"Os mais excitantes contos eróticos"

 

A Tia !


autor: GuiGui
publicado em: 29/03/15
categoria: hetero
leituras: 62006
ver notas


Olá, tudo o que irei escrever aqui realmente aconteceu, por mais impossível do que pareça.

Quando eu tinha 17 anos, eu e minha família, junto com minha tia fomos viajar para a praia.
Acabou sendo que minha tia levou muitas coisas e o carro ficou pequeno pra família.
Minha tia é uma mulher maravilhosa, pele branquinha, cabelo negro, olhos castanhos, bunda durinha, seios que pareciam uma bola de handebol e ela era santa ... Pelo menos era o que eu imaginava.

Minha tia estava vestindo uma blusa que não chegava a tampar a barriga, mal tampava os seus maravilhosos seios, ela também estava usando um short muito, mas muito curto, era um short rosa pink e estava enterrado na sua bunda.

Adivinhem ? Com o carro tão apertado, sim, acho que vocês já adivinharam, minha tia precisou sentar no meu colo.

-- Espera, a tia vai sentar no meu colo ? Eu perguntei a minha família.

-- Sim, relaxe, ela é sua tia. -- Me responderam.

--Então ta né.

Sentei no carro, logo em seguida minha tia sentou no colo .. um abre aspas para o que pensei quando ela botou sua maravilhosa bunda em meu colo : ''Caralho, que bunda dura e gostosa, meu Deus, a viagem é tão longa, como não ficar excitado ??? Meu Deus me ajude.''

Começamos a viagem, pra piorar a situação a rua tinha muitos buracos, ou seja, as vezes a tia ''pulava'' no meu colo, eu estava louco, comecei a ficar de pau duro, estava com medo que a ia percebesse isso, eu estava com calção de futebol, de repente a tia da uma olhada pra trás, e vê eu olhando para aquela maravilhosa bunda, eu percebi que ela olhou e logo eu pensei .. ''putz .. fudeu'', a tia deu um leve sorriso de canto de boca .. então eu pensei : ''será que ela gostou ? O que eu faço ? Tento algo mais ousado ?''.

Conforme a viagem foi seguindo eu fui criando mais coragem, até o certo ponto em que, coloquei minhas duas mãos na cintura de minha tia, e comecei a fazer o movimento de vai e vem, quando fiz isso logo pensei que ia me ferrar bonito, mas o resultado foi bem diferente.

Conforme minha tia e minha família iam conversando dentro do carro, eu roçava sem parar na bunda da minha tia, mas felicidade de pobre dura pouco, logo chegamos na praia, descemos do carro, e fiquei pensando em uma desculpa parar dar a minha tia. Não tive oportunidade de me explicar, por que começamos a tirar as coisas do carro e definir nossos quartos, na casa da praia as portas dos quartos e dos banheiros não tem tranca para fecha-las, apenas encostar a porta.

Então finalmente encontrei um momento em que minha tia esteja sozinha.

-- Ei tia, sobre aquilo no carro ... eu ... bem ..

-- Psiu .. não fale nada meu anjo, sei que você não tem intensão, peço desculpas, faz tempo que não sentava em colo de um homem. Me perdoe querido.

-- Ta .. tudo bem então .. mas isso quer dizer que você gostou ?

-- Meu anjo, muito tempo que não sinto um pau duro por trás de mim .. Acha que não gostei ? Eu amei, mas você é meu sobrinho, não podemos fazer isso novamente, ok ?

-- Ta ... tudo bem, vou la tomar um banho.

--Certo sobrinho, bom banho.

No banho eu comecei a pensar no que aconteceu entre mim e a tia no carro, fiquei de pau duro rapidinho, comecei a me masturbar maravilhosamente, meu pau estava duro feito pedra, latejando bem rosado, a masturbação estava ótima, mas então, algo aconteceu. Eu ouvi a porta abrindo e fechando, eu parei a masturbação e rezei para não abrirem a cortina do chuveiro e me virem daquele estado.

-- Gui ? É você ?

-- O que ? Tia ? O que você ta fazendo aqui ?

-- Eu queria falar com você, sobre o que aconteceu no carro.

-- Mas agora ? Estou tomando banho.

-- Eu pego sua cueca e entrego pra você, sente-se aqui no vaso, por favor.

-- Ta bem tia, um minuto.

Fiz o que minha tia pediu, de cueca box é difícil esconder o pau duro, ainda mais como o meu estava latejando, mas fui.

-- Gui .. sobre o que aconteceu no carro ... eu .. eu .. quero te pedir uma coisa.

-- O que foi tia ? Pode pedir.

-- Gui .. eu quero que você me foda, transe comigo, me enrabe, goze em mim.

-- Tia, nós somos parentes, não podemos.

-- Gui, seu pau la no carro disse outra coisa ...

-- Bem .. eu ... mmm .. ta bom tia, eu faço sexo com você.

Na hora minha tia tirou minha cueca que ja tava melada com o pré gozo que saía do meu pau, ela colocou sua mãozinha delicada em volta do meu pau e começou a me masturbar devagar .. suavemente, acariciava minhas bolas enquanto olhava pra mim com cara de safada, então ela parou de me masturbar e colocou sua maravilhosa boca no meu pau.

-- Oooh tia isso, nossa que delícia,bota tudo na sua boca, isso assim.

-- Você gosta assim Gui ? Ta gostoso ?

-- Está sim tia, por favor não pare.

Depois de me chupar por mais ou menos 5 minutos, minha tia começou a tirar sua roupa, e devo dizer, eu estava certo, o corpo dela era um tesão, ela ficou de 4 com os joelhos em cima do vaso, e comecei a chupar aquela buceta dela, nossa .. Aquela bucetinha, huumm, labios carnudos, toda molhadinha, estava até pingando. Então eu saí da buceta dela, me ajeitei, e comecei a penetrar a sua linda xoxotinha.

-- Ai ai isso mete, enfia todo seu piru em mim ... Aiiiiiiiiiiiiii !!!!!!

-- Tia fala baixo minha família está la em baixo.

-- Eu não quero saber, vai me fode seu pauzudo, aiii isso assiim, oooohhhh !!!!

Meu pau entrava e saía daquela bucetinha que estava toda melada, meu pau ja estava todo branco por causa da buceta melada, quanto mais eu metia, mais ela pedia e mais gemia, o tesão se misturou com medo de ser pego pela minha família, o que acabou deixando tudo mais gostoso.


-- Tia eu vou gozar, não aguento mais.

-- Goza dentro da titia, solta todo seu esperma dentro de mim, quero sentir você entrando.

-- Aqui vai tiaaaaaa, toma todo meu leiteeeee, Mmmmmmmmmmmmmm !!!!!!!!!!!!!!1

-- Ooooooooohhhhhh !!! Isssoooo !! Consigo sentir seu esperma dentro de mim, aaaahhh !!!


Depois de transar no banheiro, fomos pra sala, onde estavam todos. Depois disso tudo agradeço por minha tia ter tomado os remédios para não engravidar.

Essa foi a melhor viagem da minha vida.




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.