"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Intenso - Sexo de verdade!


autor: D_lisboa
publicado em: 17/12/15
categoria: hetero
leituras: 5374
ver notas






Gabriela esta na varanda. O cigarro em sua mão lhe faz sentir-se poderosa, seu hobby longo de seda transparente toca o chão, é possível ver sua bunda lisa e gostosa, sua calcinha fio dental vermelha é a única peça que esconde sua boceta delícia.
Ela sai da varanda e atravessa a sala, anda pelo corredor e vira à direita, para em frente á porta. Seu companheiro esta deitado na cama, com uma cueca branca, e o celular nas mãos , o note book ao seu lado esta a rodar um filme pornô. Gabriela sorri : Você é muito tarado.Ela esta chegando?
- Disse que talvez não venha , ainda esta no trabalho.
Ele senta na cama e coça a cabeça com um sorriso de safado na cara.
Na porta,Gabriela está em uma posição sensual, ele olha e gosta do que vê.
Principalmente os seios fartos e bonitos, ela o encara e da um trago no cigarro, ele caminha na direção dela, é fim de tarde e o sol começa a cair , a luz que entra pela janela da um clima a mais para o ambiente, quando Igor chega próximo o suficiente ele usa sua mão grande com calos dos exercícios da academia para trazê-la até ele.
Ele a puxa com força, Gabriela resiste,coloca sua mão contra a barriga do gato estabelecendo um limite , é quando ela sente os gomos definidos da barriga dele, ela fica na ponta dos pés para que os dois possam se olhar olho no olho,sem que ele baixe a cabeça, Igor desce com a mão e aperta a bunda dela com força.
Gabriela vira o rosto, fecha os olhos e respira fundo em busca de encontrar forças para se controlar, então da um trago no cigarro, Igor a coloca contra o batente da porta e beija seu pescoço, os poucos pelos que a garota tem no braço se arrepiam, com a mesma mão que ela segura o cigarro ela pega no pau dele, que esta a beijar o seu pescoço , quando ela sente aquela vara dura em sua mão, molha toda sua calcinha.
Igor agora segura firme com uma de suas mãos o pescoço dela, a outra ele deixa apoiada na cintura, ele a encara, olha atentamente aquele rosto que mais parece uma pintura, então beija aqueles lábios molhados e carnudos.
Gabriela já esta louca para que ele a arraste para a cama e enfie bem gostoso aquele pau duro que a pouco ela estava nas mãos dentro dela.
-Quer uma taça de vinho? Ele .
-Não, vamos para a cama. - Ela sussurra em seu ouvido.
-Relaxa, temos todo o tempo do mundo.
Gabriela respira fundo, não consegue se acostumar de jeito nenhum, com o jeito calmo dele, mas não se chateia,os múltiplos orgasmos que ele a proporciona são únicos e, por isso vale a pena.
Igor a deixa só , em frente a porta do quarto e sai pelo corredor, entra na primeira a direita e chega na cozinha, quando abre a geleira sente um vento gelado, então coloca a mão dentro da cueca para arrumar o meninão que sentiu um friozinho, da geladeira ele tira uma garrafa de vinho, ele pega três taças,as enche e, volta para o quarto meio que fazendo um malabarismo.
Gabriela esta em frente ao espelho contemplando suas tatuagens e seu corpo escultural.
Igor prepara tudo em frente a uma mesinha que fica ao pé da cama, após tudo estar do seu jeito, ele se deita, quando a gata o vê tão sensual não pensa duas vezes, vai até o guarda roupas e pega um dos chicotes que esta lá dentro.
Igor a segue com os olhos, quando ela volta, ele sorri, ela também. Então caminha com o chicote batendo em umas de suas mãos, carinhosamente ela o acerta na barriga- Se você levantar serei obrigada a usar a força.
Ela começa a passar os lábios em sua barriga, conforme desce começa a tocá-lo com a língua, ele ainda com a cueca. Ela aperta bem forte a rola dura dele, que apenas a observa com a cabeça levemente erguida. Com os olhos ele a desafia.
Ela em busca de proporcionar a ele o mesmo prazer que sente quando ele a fode, com força e sem dó, pega uma das taças com vinho e despeja em sua cueca, passa a língua em cima percorrendo toda extensão da sua rola dura , ele respira fundo, ela segue com leves mordidas, ele cheio de tesão começa a subir em direção a cabeceira da cama, ainda abaixada ela o acerta com o chicote que esta em uma de suas mãos.
Ele se ajeita e ela tira sua cueca, começa a passar a mão no monumento que esta lisinho sem nenhum pelo, ela enche a mão e brinca com as bolas, ela olha para ele e vê que ele esta cheio de tesão, de leve ela acerta o pau dele com o chicote , ele segura a mão dela, ela solta o chicote sobre a cama, agora com as duas mãos livres ela sorri com as bolas do gato na boca, ela usa umas das mãos para chacoalhar o seu brinquedo de uma lado para o outro , ela lambe os lábios e começa a subir passando a língua no pau, ela bate com ele em seu rosto : goza em mim.
Quando sua língua chega à cabecinha ela apenas ameaça colocar na boca, e bate de novo a rola dura em seu rosto.
Igor respira fundo, segura firme o lençol, seus olhos chegam a virar. Ele esta todo arrepiado.
-Hoje você vai me foder gostoso?
- Eu gozo, eu fodo,Faço tudo o que você quiser- ele murmura em busca de manter o controle.
Ela enfia o pau dele na boca,lentamente ela o engole por inteiro,vai o mais fundo que consegue,até engasgar ao senti- lo em sua garganta. Ele já esta prestes a explodir,então resolve assumir o controle.
- Agora é minha vez de brincar.
Gabriela fica de joelhos sobre a cama, Igor fica sentado .
Mas de repente . Se levanta bruscamente na direção dela, segura em sua nuca com força e entrelaça os dedos em seus cabelos ele a joga na cama. – Agora é minha vez!
Com a respiração um tanto ofegante ele segura o chicote que esta na cama em suas mãos e com bem menos sutileza que sua parceira ele a acerta na perna, ela faz uma cara de safada enquanto tira o hobby , fica apenas de calcinha e salto alto.
Igor começa a tocar suas pernas enquanto sobe para beijar o seu pescoço, ele roça a sua barba levemente no corpo dela que mais uma vez se sente arrepiada, Igor usa uma de suas mãos para tocar o clitóris de Gabi que começa a gemer, a outra mão ele usa para acariciar um dos seios da gata, ele vai descendo com a língua e chupa aquele outro peito gostoso.
Gabriela se enverga na cama, retorce as pernas ao sentir aqueles dedos começando a penetrá-la, Igor continua a explorar a escultura que tem nas mãos , faz questão de deixá-la molhada, com os olhos ele pode perceber que ela esta adorando aquilo, com os dentes ele segura a calcinha e a puxa para cima, na direção do umbigo, atolando o máximo que pode,fazendo com que ela deixe a boceta vermelha e gostosa da garota partida ao meio, ele se afasta um pouco para ver a cena, sua boca enche d’água ao ver apenas alguns pelinhos na testa da danada, mas o que lhe chama mesmo a atenção é o clitóris com um piercing sendo amaçado pela calcinha .
Enfia logo- ela sussurra.
Igor aperta suas coxas e desce, Gabriela sabe o quanto ele gosta de chupar uma boceta, então abre o máximo que consegue as pernas, Igor passa a língua por cima da calcinha, ela se posiciona para tirar e ele não deixa, ele afasta ela para o lado e bem devagar introduz o dedo do meio na boceta molhada que esta a sua frente, com a boca ele suga o clitóris e segue a repetir o movimento por varias vezes, então enfia mais um dedo, ela agora geme mais alto
- Isso. Enfia bem gostoso! Fode sua putinha. Vai, seu safado.
Igor sorri, ele encontra a cadencia perfeita e segue a chupa-la e penetra-la com os dedos .
Eu quero ouvir mais alto – ele diz
Eu sou uma puta – ela grita para todo o mundo ouvir.
Igor segura a calcinha e começa a puxar com força, ela gosta quando sente uma leve pressão em seu cuzinho, ele puxa mais forte até rasgar, lentamente ele começa a retirar os dedos que dão lugar a sua língua, ele chupa bem gostoso e depois se levanta, fica de joelhos e bate com o seu pau algumas vezes na boceta dela, em seguida coloca suas duas mãos na bunda de Gabriela e abre.
O cú dela esta piscando, ele começa a passar a língua no entorno, ela rebola, mostra que esta gostando e esfrega a bunda na cara dele, que começa a usar a língua no rabo gostoso dela
Ela já esta toda molhada então começa a se virar na cama para um meia nove, Igor fica por cima, ela logo que passa a língua na rola dura sente uma pressão em sua garganta com a bombada que recebe, ele empurra até o talo de seu pau na boca dela, e continua a bombar enquanto enfia a língua nela que já esta pronta para a penetração, ela tira o pau da boca.
_Enfia em mim agora – ela ordena.
Vem aqui rebolar em cima de mim.
Ela fica de pé e começa a descer rebolando em uma pose sensual em baixo do pau que esta estralando, uma das mãos ela usa para massagear o clitóris, ela percebe que sua xota esta bem molhada, Igor ajeita a rola e ela encaixa.
Com as mãos apoiadas na cabeceira da cama ela empurra até o talo, seus olhos viram,Igor só observa ,ela vai rebolando bem devagar , ele leva uma de suas mãos até o rosto dela e coloca um de seus dedos em sua boca para ela chupar. – Empurra mais. ele diz.
Ela enfia até sentir as bolas dele em sua bunda , mas mantém o seu ritmo ,Igor leva o seu corpo para frente e com suas duas mãos ele aperta abunda dela fazendo um movimento que abre e fecha e lentamente começa a introduzir o dedo no cuzinho. Ela geme – Isso é assim que eu gosto.A mão que esta livre ele usa para dar uns tapas bem fortes em sua bunda, do jeito que ele sabe que ela gosta – safado.
Ela acelera o ritmo, usa uma das mãos para apoiar na perna dele, quando o ritmo fica intenso ela começa a puxar os pelos de sua perna, ele gosta, a expressão dela muda, esta pronta para gozar o dedo de Igor esta todinho dentro do cuzinho dela.
-Sua safada. Ele fala com a voz grossa
Ela olha para ele e lhe da um forte tapa na cara, segura atrás de seu pescoço para apoiar e mete com toda a força que consegue . oh, oh,oh,oh,oh. Gabriela já esta toda suada e gozada então começa a diminuir o ritmo esfregando a boceta com aquele pau que ainda continua vibrante dento dela.
-Agora vou te foder de quatro.
Ele fica de joelhos na cama,Gabriela esta com as pernas bambas,ele a vira com ferocidade e a deixa com o rosto contra o lençol e a cabeça encostada na cabeceira, a bunda ele pede para ela empinar o máximo que conseguir, ela apenas sorri essa é a posição que ela mais sente prazer.
Igor observa a posição que ela esta e da um tapinha de leve em sua bunda, em seguida ele começa a acariciar aquele rabão que esta em sua frente, ele abre e resolve dar uma cusparada no cuzinho dela, ainda esta em duvidas em qual buraco enfiar , ela fica passiva esperando a escolha dele, que se levanta, sinalizando que vai enfia,r ela se prepara, com a rola ele bate duas vezes na bunda dela- Seu safado.
Ela continua submissa aguardando ele decidir, e não demora ele escolher,resolve enfiar na bocetinha que esta bem molhada, ele começa a enfiar devagar, mas quando percebe ter encaixado acelera o ritmo para conseguir ir mais forte e profundo, ele apoia as mãos na cabeceira e empurra sem dó, a força que ele imprimi no movimento faz com que ela bata a cabeça na cabeceira. – isso,isso,Isso mete eu vou gozar mais uma vez.
Isso sua vadia, com as mãos apoiadas na cabeceira ele fecha os olho e ergue a cabeça, mete com toda sua força e goza junto com ela bem gostoso. Ele respira fundo, tenta curti o momento o máximo que pode ela segura e sua mão, os dois se deitam na cama estão aparentemente exaustos, quando de repente percebem um barulho de chave, não se preocupam continuam relaxados.
A porta da frente se abre é possível ouvir alguns passos pela casa, o barulho fica mais alto e uma mulher aparece em frente a porta.
-Perdi alguma coisa?
Só as preliminares, estávamos te aguardando.
Aline se junta ao casal na cama.






ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.