"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Eu e minha irmãzinha


autor: Jovemdosul
publicado em: 26/12/15
categoria: incesto
leituras: 21463
ver notas


Olá leitores e leitoras hoje vim lhes compartilhar oque rolou entre eu e minha irmãzinha, espero que gostem.
Isto é um conto fictício então nomes ou qualquer coisa não passa de mera conhecidencia.
Me chamo Carlos tenho 36 anos sou magro mas com um corpo legal, por fazer academia 1,86 de altura, pele branca meio bronzeada pelo sol rsrs, olhos verdes(forte). Moro no interior do Rio Grande Do Sul com minha irmãzinha, isso aconteceu 10 anos atrás eu estava com 26 e ela 15, morávamos sozinhos, convivência e relação boa típica de irmão Apaixonado pela irmã.
Estava chegando o aniver dela e eu queria lhe dar um presente inesquecível, então bolei uma viagem para o litoral de santa catarina, é lá seria inesquecível pois tenho amigos lá que poderão me ajudar.. Ela topou na hora, ficou feliz: -obrigada, maninho te amo muito" eu fiquei feliz que ela tinha gostado.. Então arrumamos nossas coisas e fomos.. No meio da viagem a gente não falou quase nd, pois ela estava escutando musica..
Minha irmãzinha era linda, bem branquinha com marca de biquini minúscula, seios fartos e grandes para sua idade, bumbum durinho e muito empinado 1,68 de altura, eu nunca tinha sentido atração pela minha irmã mas isto iria mudar naquele dia...
Eu tinha alugado um apartamento por ali perto mesmo, com visão a praia então fomos nos dirigindo a recepção, assinei tudo, deixei tudo certinho e fomos.. Era bem bonito até o apartamento.. Tinha ar condicionado, 3 quartos uma cozinha enorme, 2 banheiros mais o normal da casa, os outros dois eram suites, tv etc.. Eu logo me joguei no sofá e fui olhar tv.. Minha irmãzinha curiosa me disse -mano, vou pegar um quarto pra mim e trocar de roupa ta?" Eu não disse nada apenas afirmei com a cabeça, em seguida ela foi. O dia estava quente, eu liguei o ar condicionado, melhorou muito..
Então tudo mudou por um momento me peguei pensando em minha irmã Júlia, e derrepente ela aparece com uma camisolinha transparente.. E calcinha fio dental. Eu fiquei louco na hora, falei -porque ta se vestindo assim mana?!" Ela não disse nada, apenas sorriu e foi se dirigindo a mim.. Ela era virgem mas seu corpo negava isso.. Ela foi chegando e me pôs deitado no sofá, devagar eu fui tirando minha camisa.. E ela subiu em cima de mim, devagar eu a peguei e encostei meus lábios aos seus, ela ficou apaixonada por mim, me atacou com a boca me beijando intesamente eu a acariciava enquanto minha lingua se prendia a dela.. Foi uns dos melhores beijos da minha vida naquela época. Sem perder tempo tirei sua camisolinha e ja vi seus peitos lindos e grandes, meus olhos brilharam. Eu devagar fui chupando-os e ela suspirava e fala -aiiih maninho que boca gostosa, me chupa mais chupa" eu obedeci afinal era minha irmãzinha né gente hehe, conforme eu ia chupando ela me arranhava, me mordia beijava meu pescoço..
Devagar parei de chupar seus peitos e fui beijando-a novamente, mas dessa vez com mais vontade.. Ela desceu a mão até meu membro que por sinal ja estava meio ereto, na surpresa, ela foi descendo me beijando.. Tirando minha calça.. E minha cueca junto.. Quando ficou cara-a-cara com meu cacete que por sinal não era pequena, 22 cm cabeçudo, grosso e cheio de veia expostas, minha irmazinha pirou e começou a dizer -Nossa maninho! Que pau gostoso, quero ele dentro de mim seu delicia" ela ja tinha chupado o namorado mas nunca um cacete tao grande quanto o meu, então eu fui a ensinando rapidamente ela aprendeu e quando me dei conta ela estava me mamando que nem uma puta, ela bati pra mim e chupava ao mesmo tempo.. Eu ficava louco meu latejava na sua boquinha.. Eu queria gozar naquela boca, enquanto ela me mamava eu a acariava, e puxava seu cabelo, xingando-a -sua puta, sua vadia no final ficou com meu cacete né.." Ela feliz sorriu, e disse batendo meu cacete em seu rosto, -éeéé maninho, sinto tesão por ti desde os 14 anos, eu via tu batendo punheta, me deixava molhadinha com esse seu pauzao rsrs" não demorou muito e ela começou a me lamber de cima pra baixo, deixando meu pau bem inchado de tesão, ela chupava os cantinhos.. E em cima da cabeça mas sem abocanhar, eu não aguentei e anunciei que ia gozar. -vou gozar vou gozar! Deixa eu gozar na sua boca meu amor! Deixa o maninho gozar na sua boquinha delicia" ela me olhou com uma cara de safada, sorriu e enguliu meu pau todo, eu gozei jatos e mais jatos de porra.. Enchei ela, que por sinal bebeu tudinho..
Então eu fui virando ela e a deitei no sofá e comecei a beija-la, até sua calcinha, e a olhei com uma cara de safado, devagar fui tirando sua calcinha com a boca..
Ela suspirou e começou a empurrar minha cabeça pra chupar aquele bucetinha, quando eu vi era linda, depiladinha e pequena, eu fiquei honrado d com muito tezao porque eu seria o primeiro a chupar aquela bucetinha e depois fuder. Devagar eu desci até sua virilha e comecei a beijar seu clitóris e apolpar seus peitos com a outra mão.. Ela gemia de prazer e eu cada vez mais a chupava.. Então passando um tempo ela me olhou puxando meus cabelos dizendo; -Maninho chupa minha xoxota chupa, quero você dentro de mim seu gostoso.. Aiih" eu novamente a obedeci e abocanhei aquela xoxotinha inchadinha de tesão.. Fui lambendo os labios da sua ppk.. E subindo a outra mão até sua boca.. Ela gemia de tesão, suspirava -ahhhhh ainnnn uuuuuhh" lentamente fui pondo meu dedo em sua boca.. E fui chupando sua bucetinha abrindo-a com os dois dedos e enfiando até onde minha lingua ia.. Eu estava pingando de tezao, queria foder logo aquela bucetinha então ela toda safadinha me diz.. -"Aih maninho me fode vai, come minha bucetinha vai aiin" depois dessa eu fiquei louco.. Retomei minha posição e fui que nem um louco naquela xoxota,, devagarzinho eu ia forçando a entradinha ela reclama que tava doendo, mas o tesão era tão forte que eu nem dava bola.. Até que meu cacete todo penetrou ela.. Ela gritou e gemeu de dor e prazer.. -"aaaahh ainnn ta doendo mas ta muito gostoso vai maninho fode sua irmãzinha fode.. Me come gostoso aiiiin" foi quando não aguentei e a bombei com força e acelerado, ela gemia me arranhava suspirava e eu a fodendo cada vez mais.. Foi ali mesmo no sofá.
Então, eu tirei meu pau de dentro dela.. E veio aquele sangue meladinho.. Ela falava rouca.. "Aihh maninho, seu gostoso sou sua putinha goza no meus peitos goza" eu, sem questionar subi em cima dela e comecei uma punheta bem gostosa.. Até que anunciei que ia gozar, ela abriu a boca e esperou.. Eu comecei a gozar e falando.. "-ahhh minha putinha fez meu cacete todo latejar ahhh sua delicia.." E foi assim.. Que eu peguei minha irmazinha de jeito..
Caso queiram continuação avaliem.. Foi quando eu descabacei seu cuzinho.. No onibus lotado..

Espero que tenham gostado, este conto é fictício mas eu lhes garanto que terão muitos pensamentos sobre isso..
Obrigado a todos.
Email de contato; chergttps@outlook.com




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.