"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Uma noite na casa da Titia parte 2


autor: starktable
publicado em: 30/12/15
categoria: hetero
leituras: 23444
ver notas


Depois de me acordar, Márcia me levou até o seu quarto, passamos pela cozinha, um corredor que levava ao banheiro e ao quarto de Kaio, chegando no quarto me sentei na beirada da cama, onde pude apreciar mais daquela delícia.

Ela estava usando uma camisola transparente com tecido bordado nas bordas, eu porém ainda estava apenas com minha camiseta azul.
Márcia vem até mim e senta no meu colo, de lado, de modo que suas pernas ficassem no meio das minhas, ela me beijava carinhosamente e em um momento de pausa ele me diz:
- E aí gatão, gostou da noite?-;Mas é claro que gostei, você é maravilhosa.

Alisando meu peito até chegar em minha cintura, Marcia vai tirando aos poucos minha camiseta, me beija e diz: -Tá pronto pra outra?-; Claro que sim, pra qualquer coisa-

Então a pego pela cintura e a jogo encima da cama, enfiando minha cabeça no meio das suas pernas começo a chupa-la, entre gemidos e mais gemidos escuto-a dizer:
-Para....eu quero...te chupar...também-
Dito e feito, ela então se levantou, tirou a camisola e se virou deixando sua linda bucetinha na minha cara e começou a me chupar, meu pau não parava de latejar, meudeus foi uma delícia sem igual, aquele 69 foi sem igual.

Entre gemidos e urros digo a ela que iria gozar então ela em um momento de instinto para e me diz:
-Espera! Não goza ainda-
Ela entao se levanta, fica de quatro pra mim e diz: -agora sim, vem, com força, me fode!-

Sem esperar me coloquei ajoelhado atrás dela e comecei a bombar aquele cuzinho maravilhoso, sem dó, bombando cada vez mais forte!

Márcia gritava, eu não dava descanso, eu estava arrombando aquele cu sem dó:
-Vai Tony! Vai! Me fode que nem cachorro vai! Eu sou sua cadela!
Depois de alguns minutos naqueles movimentos frenéticos sinto aquele líquido forte sair de mim, eu tinha gozado, tiro meu pau do cu dela e Marcia se vira pra mim e começa a limpar toda a porra que ainda estava escorrendo no meu catete!

Já deitados eu viro e pergunto a Márcia: -Marcia, me diz, porque ficou se chamando de titia enquanto a gente tranzava hem?-
Olhando pra mim com aquela cara de safada Marcia responde:
-Ah hahaha eu sempre notei que voce nunca foi com a minha cara, e sinceramente, tudo isso me deixava excitada, adorava ver você me evitando e sempre imaginei você me chamando de titia enquanto me fodia-

Continuamos conversando por alguum tempo, rimos bastante, foi muito bom ver que Marcia não era tão chata quanto parecia, depois de algum tempo, ambos pegamos no sono, o sol ja estava nascendo, mas isso não era problema, queríamos dormir, dormir e dormir.

Continua.






ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.