"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Comi a Gostosa da Mulher do me


autor: sorrisosapeca
publicado em: 06/01/16
categoria: incesto
leituras: 53247
ver notas


Isso aconteceu na semana do Natal de 2015, quando fui pra São Paulo prestar contas para a empresa que represento no interior de SP.
Nesta minha passagem rápida, fui fazer uma visita a um primo que sempre me cobra que eu vou em São Paulo e não passava na sua casa.
Esse meu primo é louco por minha esposa, ela além dela ser bonita e mto gostosa, é extrovertida, onde chega causa alegria.
E como esse meu primo é do mesmo naipe eles se gostam pq juntos fazem uma tremenda sueira.
Já a esposa do meu primo é uma gordinha mto, mais mto linda e sensual de mais ou menos 1,68 de altura dois cm mais alta que eu, morena jambo com cabelos pretos e lisos até o meio da costa, bom pra puxar e não é a toa que ela mantêm o cabelo cumprido.
Quando nós morávamos em sp, todo final de semana nós nos reunimos pra fazer algo, tanto em minha casa como na casa deles, mais na casa deles, pois eles tem comércio de médio porte e moram em cima da loja deles.
Sempre notei os olhares diferente do meu primo na minha esposa e a esposa dele em mim, minha esposa tb notava e comentava comigo qndo estávamos a sós em nossa casa.
Até um dia todos alegres regados de Whisky com energético, rolou um papo de sexo, a mulher do meu primo se queixou que ele a deixava ela a desejar, pq ela e tarada, louca por sexo e ele não.
Já minha esposa falou o contrário, o meu se deixar fica o dia todo metendo e nisso todos riram, e a mulher do meu primo disse então está bom de trocar de maridos e as duas riram e minha esposa disse está mesmo pq não aguento esse homem toda hora me bolinando. Eu e meu primo olhamos um pra cara do outro meio sem graça e sorrimos com a situação.
Saímos pra fora pra ascender a churrasqueira e as mulheres lá dentro da casa conversando sobre nós.
Ai meu primo veio se queixar e me disse, não é que eu não gosto de sexo, é que minha mulher é foda, ela é insassiavél e faz mto gostoso e não aguento e gozo logo, ai o pau amolece e ela quer ficar em cima e não dá.
Ela quer meter na hora de dormir, acorda na madruga me chupando, de manhã a mesma coisa, as vezes tô aqui no quintal varrendo ou mexendo na moto, ela vem já pegando no meu pau qrendo por pra fora pra chupar, e eu não gosto dessas atitudes.
Nisso ele falando minha mente já trabalhava imaginando eu no lugar dele, e ficando de pau duro.
Ai pra ele não ficar sem graça por desabafar, eu falei tb do meu relacionamento, disse que a mesma coisa acontece comigo e minha mulher só que ao contrário, eu vivo procurando ela e ela sempre se esquivando, ai todo dia qndo acordo de madrugada e vejo ela do meu lado dormindo de calcinha de bruços com uma perna esticada e a outra encolhida mostrando o pacote gostoso envolvido na calcinha e vou mexer nela ela reclama e eu acabou batendo uma olhando aquele pacote monstro embalado na calcinha pra tentar dormir.
Ai ele disse rindo, bem que minha mulher poderia ser assim e eu disse e a minha como a sua kkkkkk.
Bom, conversas dessas e histórias tivemos de montes em nossos encontros e visitas.
Ai com o tempo de tanto ouvir as histórias deles, notei que o casamento de deles como o meu, caíram na rotina, pois ele e a mulher dele relatava que qndo eram solteiros, faziam sexo até na rua e não estavam nem ai, era na estrada descendo a serra de moto, ela fazia ele gozar mesmo pilotando a moto nas ruas com as mãos agarradas nele por dentro do shorts.
Sem qrer acabaram soltando que eles já transaram a três por diversas vezes, mas não contaram com quem, mas com o tempo eu e minha esposa descobrimos que foi com a irmã da mulher dele (cunhada), e descobri que meu primo comeu até a sogra dele, que por sinal é uma coroa mto gostosa que tenho vontade de comer.
Então, não sei pq meu primo perdeu o pique, nem em nossas andanças pelas casas de massagens ele se interessava pelas minas estilos panicat, comia as minas pq já estava no covil do lobo.
Certo dia em nossa cama, minha esposa perguntou se eu tinha coragem de comer a mulher do meu primo, isso me assustou pq ela e ciumenta e se eu desse a resposta dizendo que sim o tempo ia fechar, então em fração de segundo pensei e devolvi a pergunta com a resposta, o pq ela estava me perguntando.
Ai ela disse que a mulher do meu primo me olha com desejo e perguntou como eu era na cama, pq carinhoso e atencioso ela sabe que sou.
E minha esposa disse a ela que eu era como ela, insassiavel e que era impossível não gozar na minha boca pq além de ter a boca linda, é gostosa e ele chupa como se fosse a ultima buceta do mundo.
Ai ela perguntou como era meu pau, e minha esposa disse que era médio, nem grande e nem tão pequeno, grosso e duro bem confortável, aquele pau que dá mais prazer do quê dor.
Nisso minha esposa me falou que foi notando os bicos dos seios dela ficar durinhos e ela a salivar bastante.
Isso foi alimentando meu tesão nela, ficava imaginando ela gozando em minha boca.
Pra minha surpresa, minha esposa disse que teria coragem de fazer sexo nós quatro, pois a safadeza da mulher do meu primo deixava ela excitada.
Mas guardei pra mim o tesão que tenho em comer ela de quatro com aquele rabão grande e lindo.
Por vários encontros e conversas sobre sexo, e a vida sexual de nós quatro, foi aflorando a intimidade a vergonha e a timidez foram ficando de lado.
Com isso cada encontro e visita deles em nossa casa e vise versa, as insinuações foram aumentando.
Chegou uma época da mulher do meu primo vir em casa sozinha durante qse a semana toda, e vinha toda gostosa, cheirosa e me cumprimentava com beijo demorado no canto da boca seguido de um abraço apertado e gostoso daqueles de corpo colado.
E baixinho ela dizia em meu ouvido, nossa que homem cheiro, e apertava minha cintura com força que ficava a marca de branquinho que sou.
Meu coração disparava com aquilo e eu ficava louco pra apertar sua bunda grande dentro da calça legue. Por falar em calça legue, ela vinha com uma bem estampada com as cores da bandeira dos estados unidos, realçando sua bunda enorme e deixando a testa da sua buceta inxada fazendo um belo capô de fusca.
Era impossível eu não olhar e meu pau ficar duro, latejava de tanto tesão. Não tinha como não perceber minha excitação pois só uso calça jeans apertada por gostar de country.
Ela olhava pro meu pau com rabo de olho por cima do óculos que deixava ela mais sexy ainda, e qndo ela masca chiclete e sorri com aquele sorriso lindo que ela tem com o chiclete no canto da boca preso pelos dentes, isso acabava comigo, me subia um puta calor na gola da camisa que eu ficava rosa na hora e acho que isso deixava ela louca. Minha esposa como uma boa ciumenta sacava tudo, porém não falava nada e não brigava comigo, pois isso deixava ela louca de tesão tb.
Qndo tínhamos oportunidades de ficarmos a sós nas idas da minha esposa no banheiro ou na casa da mãe dela que mora na mesma rua que eu pegar alguma coisa.
A mulher do meu primo sempre pedia pra eu pegar alguma coisa pra ela, tipo isqueiro, cinzeiros ou algum utensílio doméstico para se aproveitar e dar uma esfregada em mim e é claro que eu tb aproveitava e já sentindo a intenção dela meu pau já ficava duro.
Qndo ia entregar o que ela me pedia, esfregava aquela bunda grande e dura em mim e falava, ô homem cheiroso, eu sou apaixonado por perfume importado, tenho vários desde pólo até Million paco rabane, o qual estava usando no dia, cá entre nós, esses perfumes importados são do capeta, pois eles atiça qualquer mulher deixando elas loucas de desejo.
Enfim, entre vários esfregões, piadinhas sacanas, beijos no canto da boca, abraços e cochadas, nunca tivemos algo por respeito ao nossos casamentos.
Mas toda vez que eu e minha esposa nos encontrava em casa a sós, minha esposa falava, eita amor, o que vc tem que deixa todas as mulheres doidas, vc viu como a mulher do seu primo fica quando te vê? Eu claro me fiz de bobo e dizia que não.
Mas ela gosta de ver o efeito que eu causo nela, pois qndo estamos transando ela pede pra eu imaginar comendo a mulher do meu primo e pede pra socar nela falando o nome dela, ai vem palavrões, de cachorra, putinha até minha mulher gozar três a quatro vezes no meu pau sem parar.
Voltando no começo do conto, qndo cheguei na loja do meu primo, ele não estava. O funcionário encarregado falou que ele havia saído há pouco tempo pra fazer compras e ia demorar, eu Já fiquei desanimado pq pensei que a mulher dele tinha ido tb, mas o encarregado me disse, mas a mulher dele esta ai, sobe lá na casa.
Nossa, minha feição mudou na hora, acho que o cara até percebeu.
Eu fui subindo a escada e meu pau querendo ficar ereto Já pensando no que iria encontrar pela frente.
Qndo bati na porta assustada ela gritou quem era, e eu disse advinha, ela reconheceu minha voz, abriu a porta com aquele sorriso lindo que só ela tem, me deu um selinho de supetão e demorado com aquele abraço encostando sua chana no meu pau que estava no meio termo, nem duro e nem mole.
E foi pedindo pra eu entrar e não reparar a bagunça, pois ela estava arrumando a casa, nisso já foi me oferecendo água, suco, refri toda feliz, parecia criança qndo ganha o brinquedo dos sonhos.
Ela estava lavando a louça, estava vestida de um top que cobria os seios deixando amostra a barriga de gordinha gostosa, e uma saia curta bem rodada de tecido leve, daqueles que até ventilador faz levantar. A bunda dela é grande e não é caída, isso faz a parte de trás da saia ficar mais levantada desproporcional da frente, suas coxas grossas e roliças ficaram a mostra mostrando um pouco da poupa da bunda e isso me deu um tesão enorme, como a cozinha dela é estilo americana sai da cozinha e fiquei no sofá da sala colocando o assunto em dia.
Mas a cena das coxas e poupa da bunda dela não saia da minha cabeça, então criei coragem e fui beber água e como ela estava enxaguando a louça ela se inclinou na pia fazendo sua bunda empinar mais ainda e eu como fui beber água, encochei ela por trás pressionando meu pau duro na bunda dela e abracei ela por trás dizendo, que saudade prima, funguei sua nuca e disse cheirosa como sempre heim. Ela retrucou dizendo, vc que está cheiroso e lindo como sempre.
Enquanto falávamos isso um para o outro já tinha pego o copo e colocado debaixo da torneira e no esfrega esfrega o copo transbordando ela suspirando fundo e eu mais ainda deixando ela louca, e ela falando com a voz mole de putinha safada seu copo dágua está transbordando primo, vc não está com sede? E eu disse sim, mta sede há mto tempo só que não de água, e ela disse então larga esse copo e vem encher outro copo (gíria paulistana gozar dentro de buceta) ela falando isso com aquela voz doce e meiga de putinha safada me deixou a ponto de gozar dentro da cueca mesmo.
Ela forçava a bunda pra trás e mto ofegante e eu empurrando aquele rabo grande e duro contra a pia fazendo o couro da minha pica subir e descer dentro da cueca.
Senti seu corpo quente, sua nuca os fios lisos dos cabelos negros a começaram a ficar grudadinhos na sua nuca.
Ela se virou mesmo com as mãos molhadas pegou em meu rosto e na hora senti o refresco das suas mãos e me tascou um beijo de língua apaixonado, ficamos nos beijando tão intensamente, beijo doce de trident de melancia que eu estava mascando, ela entrelaçava os dedos das mãos por toda minha cabeça, fazia caricias em meu rosto e eu apertando a cintura dela e puxando o corpo dela contra o meu, meu coração parecia querer sair do peito de tão forte que batia. Ela respirando fundo e não parava de beijar, me beijava loucamente, parecia matar a sede de muitos dias.
Ela levantou uma de suas pernas e começou a esfregar na minha perna e aos poucos os suspiros foram ficando mais fortes, vindo uma respiração rápida e forte.
Aquelas coxas duras e grandes esfregando em mim era tudo que eu queria, logo tirei minhas mãos de sua cintura se segurei sua perna que estava erguida roçando em mim e meu pau duríssimo ficou esfregando na sua xoxotona por cima daquela saia gostosa de tecido leve, e não me contive, peguei nas suas nádegas apertei e puxei seu corpo com força pra mim, ela deu um grito de uiiiii e acabamos nos desequilibrando, e caímos no chão da cozinha, ao mesmo tempo que estávamos ofegantes de tanto tesão rimos da queda e ela ficou em cima de mim, esfregando sua buceta no meu pau, ela pressionava muito, confesso que doía, mas era uma dor gostosa, o tesão quebrava qualquer dor, nisso ficamos um tempinho ela esfregando a buceta em mim até ela pegar na minha cintura apertar bem forte e senti seu corpo tremer, seu olhos virar e ela urrou como uma leoa e gozou de uma forma que minha calça ficou molhada parecendo que eu havia mijado.
Ela se levantou toda se tremendo e me ajudou a se levantar e me puxou até o quarto dela que ficava próximo a sala.
Ela começou a me beijar freneticamente, desafivelou meu cinto, desabotoou minha calça e enfiou sua mão dentro da minha cueca e com carinho massageava meu pau que além de duríssimo estava pingando de babinha que saia da cabeça dele.
Enqnto ela massageava meu pau, eu ficava abrindo sua bunda com as mãos, e devagar fui direcionando minha mão pra sua buceta e chegando nela enchi minha mão mesmo por cima da calcinha que na verdade era uma cueca feminina, estava ensopada me deixando alucinado, não acreditava que aquilo estava acontecendo, qndo apertei ela deu mais gemido puxando pelo grito com aquela voz deliciosa.
Qndo me dei conta do perigo perguntei ofegante no seu ouvido sobre o primo e ela disse, relaxa que ele vai demorar pra chegar ele tem que me ligar pra eu dizer o que ele tem que comprar, e outra, ele sabe que sou louca pra te dá e ele é doido pra vê vc me comendo.
Isso me deixou aliviado com um puta tesão.
Ela foi baixando e puxou minha calça pra baixo me deixando de cueca e camiseta, ela começou a gemer e beijar meu pau por cima da cueca e morder ele todinho, nisso tirei minha camisa e joguei em cima da cama e ela puxou minha cueca pra baixo fazendo meu pau saltar pra fora todo babado e disse eita que lindo, cabecinha rosada e grosso, será que vai caber na minha boca primo? Com voz bem molinha de putinha.
Eu disse, vc não sabe o qnto esperei por esse dia, ele é todo seu, faça com ele o que vc quiser.
Ela com jeitinho foi esgarçando meu pau deixando a cabeça toda pra fora e gemendo humm humm passou a ponta da língua na cabeça do meu pau fazendo o melzinho dele esticar e ela com aquele óculos embaçado me olhou e abocanhou meu pau todinho em sua boca, qse 17 cm de rola ela engoliu ate bater o nariz na minha barriga, e sugou ele todo com pressão, nessa hora meu pau de uma embuiada e saiu um pouco de porra e ela disse, eita, ele deu uma cuspidinha na minha boca que delicia. Ela parou de chupar pra não gozar logo, me jogou na cama e fiquei sentado e ela com uma mão massageando meu saco e me beijava enqnto com a outra mão ela tirava a cueca feminina dela, eu com as minhas pernas e ajuda dos meus pés, ja estava tirando minha calça com a cueca, tirando tudo, ela pediu pra eu subir mais na cama e ela ficou sentada em minha coxas com aquela buceta grande aberta entre as pernas, já havia comido varias gostosonas e a maioria com a buceta pequena por serem mulheres grandes gostosonas e até estilo panicat, mas ela além de ser uma gostosona, tem uma puta buceta grande que dá pra se perder ao chupar.
Ela em cima das minhas coxas falou, vc pode me chupar do jeito que sua mulher fala que vc chupa? E eu disse a ela, se eu não chupar uma xoxota qndo faço sexo e a mesma coisa que não tivesse transado, eu adoro chupar buceta e essa sua é linda e suculenta, então ela veio mais pra cima e de joelhos na cama posicionou minha cabeça na direção da sua xoxotona e ela devagar foi subindo e descendo, e eu loko pra chupar me lambuzar todo naquele bucetao e ela falava, vai devagar seu safado gostoso, ela e toda sua.
Nisso ela segurou com as duas mãos na cabeceira da cama e começou a esfregar aquele bucetao na minha cara toda, como ela fez na cozinha no meu pau, e foi ficando cada vez mais.forte, eu ficando sufocado respirando fundo e ela gemendo ai ai ai ai issssss que delícia de cachorro, que boca, que língua gostosa, nisso ela foi pressionando mais sua xoxota contra minha boca e gemendo alto ela gritou e mais uma vez ela se tremeu toda e gozou em minha na minha boca me deixou todo molhado, ela mijava em mim, suas pernas tremiam muito e ela sem querer travou minha cabeça em suas coxas duras e grossas. Eu todo liso e molhado queria chupar mais ainda, e ela com a voz safada disse quer mais safado, pra vc não basta, e eu disse qro chupar muito, e ela bem alto aiiiiii que deliaciaaaa de homemmmmm, vem meu gostoso vem chupar vai.
Ai ela deitou na cama molhada do seu gozo, e eu subi a sua boca e disse, sente o gosto da sua xoxota do seu gozo, ela começou a lamber minha boca como uma cadela lambe seu filhote e gemia, humm humm que delícia, primo vc e mto safado, por isso que sua esposa tem ciúmes de vc e com razão, diz pra mim vc vai ser só nossa né? Mais de ninguém seu puto gostoso, agora me chupa mais, mata sua vontade.
Ai fui beijando ela, chupando e mordendo seu pescoço de leve e fui subindo seu top o qual ela com vergonha dos seus seios grandes não tinha tirado, qndo subi tudo e veio a tona aqueles seios grandes e fartos comecei a mamar e ela gemendo ai ai ai humm humm que delícia, fui descendo com a língua na sua barriga e minhas mãos fazendo carícias na sua cintura fazendo ela se contorcer e se arrepiar, fui chegando em sua buceta lisa sem pelos, ela se depila a laser na estética, com as mãos peguei os grandes lábios que era bem grande, puxei para os lados esgarçando aquela buceta linda morena jambo aberta como um taio, passei a língua de leve no seu grelo como se fosse um sorvete ela gemeu alto tremeu as pernas e qse fechou as pernas em minha cabeça, nisso senti onde era a sensibilidade dela e com os dedos abri mais sua xoxota e comecei a lamber a me lambuzar como se estivesse chupando uma manga debaixo do pé, e ela gemendo alto contorcendo-se toda e minha respiração forte pq gosto de me sufocar chupando uma buceta, e ela ficando mais louca ainda, fiquei chupando brincando com seu grelo e a buceta inteira, passava a língua na virilha, mordia e ela doida urrava de prazer, ai ai ai hummmm hummmm, fiquei bem uns 15 minutos chupando a buceta dela, e ela erguia as pernas me mostrando seu cuzinho liso e piscante, tipo pedindo pra passar a língua nele, e não deu outra, ela levantou as pernas eu ajudei e lasquei minha língua em seu cuzinho ela gemia a cada passada de língua e eu comecei a beijar o cuzinho dela com estalo e ela foi ficando fraca desfalecida de tanto prazer, ai voltei a chupar sua buceta e esgarcei novamente os grandes lábios e no ponto sensível dela chupei fazendo uma pressão, não demorou um minuto ela Ja começou a tremer as pernas e gozar na minha boca, aquela orgasmo dela jorrava longe e não era mijo de urina, pois não tinha gosto e nem cheiro de mijo, aquilo me deixou louco que fazia eu dar umas gozadas de coito interrompido de propósito pra eu poder meter gostoso naquele bucetao, mais uma vez ela travou minha cabeça entre as pernas que chegou a estralar meu pescoço.
Terminado o orgasmo dela, eu subi pra cima e começamos a meter no papai e mamãe bem devagar e ela me lambia e me beijava loucamente.
Nunca tinha sentido uma buceta envolvente 100% do meu pau, estava lisa de mais, eu fui fazendo um vai e vem bem lentamente aproveitando aquele momento inesquecível.
Ela começou a contrair sua buceta e sua buceta mamava meu pau tão gostoso que na aguentei e falei que ia gozar e gemendo ela dizia vai meu amor, meu primo gostoso me enche da sua porra vai, enche meu copinho com sua porra vai seu gostoso filho da puta.
Eu gozei como nunca, estava ali matando uma vontade de tempos, e eu gritava de prazer haaaaaaa haaaaaaa que delia de buceta, que mulher gostosa da porra, haaaaaaa.
Tirei meu pau ainda duro e batia e esfregava na sua buceta de um lado pro outro.
Deitei do lado dela e respirei fundo, tanto eu como ela estava tremendo.
Porém meu pau não ficava mole e ela começou a punhetar deitada ao meu lado, os dois molhados de orgasmos misturados de suor.
Então eu disse, prima qro te pegar de quatro, quero te comer de jeito.
Então ela se posicionou e disse, sou toda sua e ja falei pra vc fazer o que quiser comigo.
Ela ficou de quatro e eu qse tive um troço qndo vi aquela bunda gigante de quatro com aquele bucetao todo pra mim, ela com aquelas lindas mãos abriu sua bunda fazendo sua bucetona fica totalmente a mostra e fui socando minha rola devagarinho e aumentando a velocidade, ela gemia ja baixinho qse sem força e mais uma vez contraia sua buceta fazendo ela mamar meu pau, e eu com toda fome e sede do mundo me deliciava comendo aquela buceta de quatro que envolvia meu pau inteiro.
Até que salivei no meu polegar e fiquei massageando seu cuzinho e ela começou a gemer mais forte e disser o qnto eu era safado, ela começou a rebolar e eu comecei a dar tapas na sua bunda e ela começou a gritar com os tapas, ai ai, que delícia primo, ai ai, seu safado, se vc pegar minha irmã ela se apaixona seu cachorro.
Qndo ela disse isso, meu pensamento e meu coração foi a milhão pois a irmã dela é magra falsa, linda e gostosa além de safada tb.
Eu disse a é, e vc vai deixar eu comer ela? Vai? Ela disse deixo mais só se eu estiver junto, ai vc ensina ela como se deve ser chupada e de como ela deve chupar, ela tb adora chupar uma buceta, cansei de gozar na boca dela qndo éramos mais novas e estávamos nos descobrindo nossa sexualidade.
Essa confissão me deixou louco e logo tirei meu pau da buceta dela e fui pincelando seu cuzinho e ela gemendo dizia, vc fazendo com ela do jeito que esta fazendo comigo, vai acabar comendo o cuzinho virgem dela.
Ai pra mim não teve jeito, dei uma cuspida na cabeça do meu pau que estava pressionado no seu cuzinho e forcei pra dentro, ela relaxou seu cuzinho abriu sua bunda enorme com as mãos e meu pau foi deslizando fácil, ela gemia de prazer e falava que delícia, que pau grosso no meu rabo, enfia ele todo primo, qro sentir cada centímetro dele dentro do meu rabo.
Eu peguei na sua cintura e devagar apreciando aquele momento único, puxei ela pra mim e ela abrindo ainda mais sua bunda com as mãos, entalei meu pau todinho no seu cuzinho, ela então soltou suas nádegas e devagar comecei a bombar dentro daquele cuzinho tão gostoso e macio, aquela bunda grande e dura feito pedra batendo no pé da minha barriga fazendo barulho, poft poft poft poft, ela empurrando sua bunda pra trás e eu bombando com mais força ela foi gemendo cada vez mais alto e começou a se tocar batendo uma bela siririca e não por muito tempo começou a tremer e a urrar feito uma louca gritando fode fode fode gostoso no meu rabo primo ai ai ai que delícia tô gozando de novo caralhooooooo puta que pariuuuuu aaaiiiiiiiiiiiiii.
Mais uma vez ela jorrou seu orgasmos e se tremendo toda meio desfalecida mais ainda de quatro, bombei bem forte e anunciei meu gozo e ela dizia com voz cansada saciada, goza gostoso na putinha da sua prima goza goza meu amor, seu primo estaria em delírios vendo vc me foder por completo desse jeito. Nunca fui fodida assim tão gostoso de uma forma especial.
Eu gozei tão gostoso dentro daquele cuzinho grande que não tive forças nas pernas e cai de bruços em cima dela, e meu pau amolecendo dentro do cuzinho dela e ela contraindo seu cuzinho me deixando feliz e satisfeito.
Demoramos uns cinco minutos ali naquela posição, meu pau Ja mole e fora do cuzinho.
Ai levantei e ele estava todo melado de porra e um pouco de bosta mas bem pouquinho, então rápido fomos tomar banho, e qndo estávamos no banho meu primo ligou pra ela pra dizer que estava nas compras pra loja e que era pra ela passar o que tinha de extra pra comprar por causa do natal, ofegante ela disse a ele que estava cansada de limpar a casa e que estava no banho e que ja ligava pra ele.
Nisso ela desligou e um começou ensaboar o outro, e eu ensaboando seus seios grandes e fartos, ela com vergonha pq eles cresceram mto rápido em sua adolescência e deixou com pequenas estrias, mas falei pra ela que era normal, disse que os seios dela parecia silicone de grande e duros e isso animou ela.
Ai ela pediu mais uma coisa e eu disse qual? Ela, qro engolir sua porra, hoje foi fantástico e não poderia deixar vc ir embora sem beber seu leitinho, eu disse mais e claro, adoro gozar na boca das mulheres, nisso ela me deu um tapa no braço e disse vc alem de ser bonito cheiro safado, e um tarado deve comer várias por ai. Ai eu disse, confesso que se me der mole eu traço, sou louco por buceta rsssss
Ela me beijou apaixonadamente de novo e foi descendo e abocanhou meu pau o qual foi endurecendo em sua boca.
Ela chupava como uma boca de veludo, sua língua passeava pelo pau inteiro.
Ela punhetava com carinho e depois colocou suas mãos em minhas nádegas e começou a fazer um vai e vem com a cabeça engolindo minha rola, minha cabeça estava com shampoo e inclinei pra trás pra tirar, ai o sabão foi escorrendo pela minha costas até chegar na minha bunda, ai ficou tudo mais lisinho ela sem qrer no auge do tesão passou seus dedos no meu cuzinho e senti uma sensação gostosa e gemi alto, hummmm ela percebeu e ficou chupando sugando forte e roçando os dedos no meu rego inteiro e passando de leve no meu cuzinho, era tão gostosa a sensação que gozei gostoso na sua boca o jato de porra foi tão forte que ela se engasgou e deu umas tossidas e depois ficou se deliciando com minha porra escorrendo nos cantos da sua boca, ela sorria tão fiz com a boca melada, parecia não acreditar no que estava acontecendo.

Ai saimos do banho, ela secou minha calça com ferro de passar, e disse pra ela, agora sei o pq seu colchão é forrado com capa de couro, e nós rimos e ela disse vc gostou? Já tinha comido alguém que goza assim? Eu disse que não, mas na vdd já tinha comido três minas assim.
Ela então falou, ainda bem que vc gosta, pois não consigo com ninguém, nem com seu primo. Só qndo namorávamos e no começo do casamento, por isso o couro no colchão.
Ai vesti minha calça e fui pra porta, ao se despedir ela perguntou, amor, vc vem aqui antes de voltar pro interior?
Eu disse claro que sim, vc ficou com um pedaço meu em vc.
Ela me puxou e beijamos muito, ai fui descendo as escadas parecendo um bêbado e lembrando ela que era pra ligar pro primo.

Depois dessa transa louca de umas três horas, tivemos outra transa antes de voltar pra minha casa.



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.