"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Eu e minha prima perdemos a vi


autor: Furtts_33
publicado em: 22/01/16
categoria: hetero
leituras: 5822
ver notas


Olá, meu nome é Felipe tenho 23 anos e hoje vou relatar uma coisa que aconteceu comigo a 10 anos, eu perdi a minha virgindade com minha prima (que aqui vou chamar de Andreia) que é um ano mais nova que eu.

Bom, eu estava esuava na casa de Andreia nós nos gostávamos muito como amigos pois brincávamos muito juntos nos conversávamos muito era bem legal até hoje, mas chegou uma hora em que estávamos no seu quarto quando ela diz que tem que me contar uma coisa:

A:Fer preciso te contar uma coisa bem importante mas é segredo!

Eu:tá conta

(Nos estávamos sussurrando)

A:eu estava no computar quando eu descobri vídeos de pessoas tratando juntas sabe? Pornografia.

Eu:sério?porque tu tá me perguntando isso?

A:só para saber se tu também assiste, e gosta, e também para saber se você também sente vontade de fazer que nem eles.

Eu:a eu gosto bastante e sinto sim uma certa curiosidade de saber como é a sensação..

A:vamos ver alguns?

Eu:vamos!

Ela pegou o notebook colocou a senha pesquisou vídeos pornô para nós vermos
ela colocou em um site colocou em um vídeo que era de um cara se masturbando não falei nada ficamos vendo o vídeo e claro sempre de olho pra ver se minha mãe ou minha tia chegavam até que o cara goza ela pausa e me pergunta:

A:você faz isso?

Eu:ah... sim eu faço

A:faz pra eu ver?

Eu:só se você fazer isso para mim!

Coloquei em um vídeo de uma mulher batendo uma siririca,ela concordou na hora. Eu pedi se ela queria que eu tira-se toda a roupa que nem o cara do vídeo ou só bota-sê o pau pra fora ela disse pra eu tirar a roupa, eu tirei a roupa toda fiquei pelado na frente dela e comecei bati uma punheta bem bem gostosa e bem batida pra ela gozei tão longe que quase foi na cara dela votei minha roupa de volta sentei na cama ao lado dela e disse:

Eu:agora é sua vez!

Ela se levantou fez que nem eu perguntou se eu queria que ela tira se a roupa toda e tal, eu disse para ela.

Eu:tira toda a roupa deita na cana e bate uma siririca bem gostosa pra mim.

E assim ela fez, tirou toda sua roupa que não era muita, deitou na cama e começou nossa ver ela esfregando aqueles dedos naquela sua bucetinha com um pouco de pelos fazia eu enlouquecer, eu queria chupar todo aquele melsinho da sua buceta, queria meter com força. Não aguentei, botei o pau pra fora e comecei a bater mais uma punheta, logo gozei e cuidei para que não fosse tão longe, logo Andreia também gozou, nos ajeitamos, sentamos um do lado do outro novamente com o notebook no colo dela saímos do site porque bem na hora minha mãe apareceu, perguntou o que nós estávamos fazendo eu disse que nós ligamos o note pra jogar algum joguinho, ela fecha a porta do quarto, sai e volta pra cozinha com a minha tia. Nos olhamos e eu perguntei:

Eu:o que nós vamos fazer agora?

A:ver mais pornôs

(E tipo nos eramos tão amigos que nem nos envergonhamos com o que tínhamos acabado de fazer)

Eu:também, mas, você não tem curiosidade em saber qual é a sensação de sentir alguém te chupanfo e metendo na sua buceta?

A:tenho!

Eu:então vamos tranzar nós dois juntos!

A:mas é muito arriscado, não temos camisinha,alguém pode vir e nos ver etc...

Eu:olha o que nos acabamos de fazer e ninguém apareceu. Tenho certeza que conceguimgos fazer isso sem sermos descobertos!

A:ainda tem a questão da camisinha!

Eu:agora tá na época do Carnaval então o governo está sempre distrubuindo camisinhas pras pessoas com certeza devem ter dado pra sua mãe vai olhar no banheiro dela pra ver se você não acha alguma coisa!

Ela foi até o quarto da sua mãe olhou em sua bolsa nas gavetas etc... Ela demorou um pouco mas voltou com a querida camisinha.

A: só espero que ela não de falta!

Eu:onde estava?

A:na gaveta do criado mudo.

Eu: meu tesão passou vamos ver alguns vídeos pra nos excitarmos!

Ela pegou o notebook e colocou em um vídeo que começou com um casal se beijando, a mulher começou a chupar o pau dele e ele a buceta dela já nos enchemos de tesão tirei o notebook do colo dela. Deitei ela na cama com violência e comecei beijando ela com gosto enfiando a minha língua na sua doca que se encontrava com a lingua de andreia, tirei a minha camiseta, tirei seu short, logo em seguida, sua calcinha, ela mesma tirou sua blusa. Eu respirei fundo e meti a boca na buceta dela eu chupava, babava bastante naquela bucetinha,enfiava minha língua o mais fundo possível, ela gemia baixinho pra ninguém ouvir, até que eu parei tirei meu pau que estava duro como pedra e disse que era minha vez, ela se levantou se ajoelhou no chão e começou lamber a cabecinha da minha piróca e depois foi chupando tudo com muita vontade, nossa era uma sensação maravilhosa sentir aquela língua massagear o meu pau, eu não aguentei e comecei a foder a boca dela ela lacrimejava um pouco eu enchugava os seu olhos com os dedos e continuava bem gostoso até que eu parei e disse pra ela lamber as minhas bolas peludas, ela lambeu, lambeu, lambeu, bem gostoso nosso que boquete maravilhosa eu estava me segurando para não gozar porquê afinal a hora de me ter nem tinha chegado ainda.

Eu:fica de quatro

A:não esquece da camisinha

Eu:pode deixar

Coloquei a camisinha e comecei a precionar na sua buceta, ela disse que está doendo então eu falei que a dor já iria passar e que era pra ela aproveitar o momento eu precionei até que entrou tudinho e comecei com o vai e vem total eu estocava com muito cuidado para não fazer barulhos ela gemia eu gemia nossa era delicioso, muito, muito, muito gostoso nossa que maravilha meter naquela bucetinha bem gostosa ate que eu gozei tirei meu pau da sua buceta virei ela de barriga para cima tirei a camisinha e gozei na barriga dela minha porta saiu bem branquinha e bem consistente e eu senti um prazer imenso seguido de uma ardência enquanto a porra saia.
A gente se arrumou super rápido ela tirou minha porra da sua barriga com papel higiênico eu dei um nó na casinha joguei fora colocamos as roupas o lugar tava com cheiro de foda e gozo no quarto, ela passou um bom ar no quarto ficamos a toa enchendo no notebook e desta vez de fato jogando um jogo até que minha mãe disse pra mim se despedir da Andreia porque a gente estava indo embora. Fui embora tranquilamente como se nada tive se acontecido.

O tempo passou a gente chegou a comentar sobre o assunto um com o outro e tal mas nunca repetimos, a gente foi deixando esta história de lado e nunca mais comentamos mas pode ser que em algum dia desses a gente repita isso de novo.



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.