"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Minha esposa sendo comida pelo


autor: wk1wk2wk3wk4
publicado em: 01/02/16
categoria: traição
leituras: 24448
ver notas


Bem, para aqueles que ainda não leram os meus contos anteriores eu sou casado a 5 anos, minha esposa tem 40 anos, é baixinha, 1,55, morena, coxas grossas, buceta rosadinha, bunda gostosa e gulosinha por pica de macho, e seios fartos.
No final de semana em que minha esposa foi comida por 4 garotos na casa do vizinho, ler o conto anterior “Minha esposa pediu a pica do filho do vizinho, e eu dei.” No domingo, logo pela manhã ao fazermos o café da manhã o gás acabou. Eu sai para trabalhar e ela pediu o gás em um disque. Quando chegou o entregador era um negro alto, de uns 1,80 de altura, forte daqueles que levanta o gás com um braço só. Ao recebe-lo ela, que agora passo a só andar de shortinho bem leve, tipo ceda, sem nada por baixa, de cor bem clara, que dependendo da luz dá para ver seu cuzinho por traz do tecido.
O entregador entro na casa, e como estava muito calor pediu um copo de agua. Quando ela viu ele bebendo aquele copo de agua, todo suado, fico logo imaginando de que tamanha seria a pica dele, sabendo que teria que ser rápida se colocou na frente da porta e pergunta:
- Nosso, como vocês entregadores são fortes. O que vocês fazem, malham? Imagina se o meu marido fosse assim.
- A gente só trabalha dona. O serviço é pesado e deixa a gente em forma.
- Hum, que gostoso. Imagino que você é bom de pegada.
- A senhora precisa de algo mais, senão preciso ir.
- Preciso sim, quero esse piroca na minha buceta.
- Seu marido não está em casa não, né dona?
- Claro que não, é só uma rapidinha. – E foi logo pegando a camisinha que ela deixa no aparador da sala, e rapidamente rasgou com a boca.
O sacado tirou a piroca para fora e era enorme, essa tinha uns 20 cms. O pica grande.
- A senhora vai aguentar o danado?
- Vc não viu do que minha bucetinha é capaz. - Abaixou o shorts ali mesmo na sala e o danado foi logo enfiando a pica buceta a dentro. E era enorme. Minha esposinha disse que ficava gemente como louco falando dos dotes do negão e ele a chingando de vadia. E vcs sabem como minha esposinha gosta de ser chamada de putinha para cima.
- O danado o comeu por uns 5 minutos, tirou para fora e disse que ia gozar. Ela ficou de joelhos na frente da jeba e pediu porra. Muita porra. E logo o rapaz depositou aquele monte de porra na cara da minha safada.
Ela ainda pediu para tirar umas duas fotos para sua coleção de exposição puta. E foi assim que ela ali mesmo me manda ums 3 fotos do seu rostinho coladinho na rola do negrão, e outros com a jeba na boca.
Quando cheguei a noite estava excitado imaginando como foi, ao que ela me contou tudo. Propus para ela ligar para a pizzaria e tentar seduzir o entregador de pizza. Ela topou na hora. Fiquei então na escada na parte de cima, e quando ele chegou liguei o chuveiro para disfarçar
O entregador chegou. Ele pediu para entre entrar na sala, o rapaz não queria não, e ela insistiu. O shortinho era branco transparente que quando tocava na xana dava para ver a buceta.
O cara entrou meio cabreiro.
- São R$ 48,00.
Ela respondeu:
- Tá. O dinheiro está aqui. – E reparando que ele naão parava de olhar na sua bucetinha perguntou – Gostou? – apontando os olhos para baixo.
- O dona, senão. Coisinha linda assim é difícil de se ver!
- Quer experimentar?
- Claro, mas o maridão não está em casa.
- Está sim, mas no banho. Tira logo essa piroca para fora e me come aqui mesmo.
O caro tipo pensou uns 3 segundos e logo abriu o zíper da calça. Minha safada logo percebeu que ia rolar e abaixou o seu shortinho e se posicionou com as mãos no sofá como tinha feito com o negão, mas não antes de encapar o danado. O safado meteu rola na xaninha que já estava molhada de imaginar sendo comido por 2 entregadores no mesmo dia.
Depois de uns 7 minutos fui no chuveiro e desliguei rapidinho.
- Minha esposa esperta pediu para o garotão gozar, o que ele fez de imediato.
A danada ainda tirou a camisinha, espalho o esperma em seu peito e tirou a foto com o pinto colado ao seu rostinho que é a sua marca.
Só dei tempo deles colocarem a roupa e fui descendo a escada. E vi ela fingindo que estava pagando. O garotão ainda me deu boa noite.
E rimos muito e fui ela como um cachorro no ciu, com ela de quatro na sala. Lembrando os machos que a tinham fudido naquele dia ali mesmo na sala.
Como nossa vida de casal ficou melhor depois que virei corno.




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.